Trump diminui suposto envolvimento de príncipe saudita em morte de Khashoggi

Por: SentiLecto

Faz 1 mês, Donald Trump diminuiu em esta Mohammed bin Salman em o homicídio de o jornalista Jamal Khashoggi em outubro, em a Turquia Donald Trump é o presidente de os Estados Unidos. Mohammed bin Salman é o possível envolvimento do príncipe herdeiro da Arábia Saudita., e declarou que este fator não vai afetar a “ferrenha” coalizão entre os governos dos dois países.

Em Istambul, muitos aumentaram suas mãos durante orações do lado de fora da Mesquita Fatih. Um imã declamou versos do Alcorão sob uma tenda montada para protegê-los da chuva, e amigos de Khashoggi fizeram discursos sobre o jornalista.

Na segunda-feira 22 de outubro Jared Kushner, assessor e genro do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia declarado que recomendou ao príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman, que seja “transparente” no caso da morte de Jamal Khashoggi, visto pela última vez no dia 2 de outubro, entrando no consulado do seu país em Istambul, na Turquia.

“Pode ser que o príncipe herdeiro tivesse conhecimento deste trágico evento. Talvez sim, e talvez não! Pode ser que jamais saibamos todos os fatos em torno do homicídio do senhor Jamal Khashoggi”, declarou Trump em comunicado.

O presidente de America planejava receber hoje um relatório da CIA sobre o homicídio de Khashoggi que, segundo alguns dos principais veículos de jornalismo do país, continha a finalização da agência de inteligência de que Bin Salman tinha ordenado o homicídio de Khashoggi, um crítico das autoridades do reino.

No comunicado, Trump diminuiu esta finalização e chegou a questioná-la, aodeclararr que “talvez não” tenha havido envolvimento do príncipe herdeiro, e deixou claro que não planeja tomar mais medidas punitivas contra a Arábia Saudita em relação ao caso.

“Os Estados Unidos pretendem continuar sendo um ferrenho aliado da Arábia Saudita para garantir os interesses do nosso país, de Israel e de todos os outros aliados na região”, evidenciou Trump.

Por outro lado, “Vamo ter um relatório bastante inteiro nos próximos dois dias, possivelmente na segunda ou terça-feira”, declarou Trump aos jornalistas em Malibu, no estado califórnio, para onde foi este sábado para examinar a situação dos incêndios florestais.Trump, em uma viagem à Califórnia, ddeclarouque a morte “njamaisdteria que teraocorrido. O relatório na terça-feira explicará quem o governo dos EUA acredita que matou Khashoggi e qual foi o efeito geral de seu homicídio, declarou Trump. Não ficou claro quem está produzindo tal documento.

“Compreendo que há membros do Congresso que, por razões políticas ou de outra espécie, gostariam de ir em uma direção diferente, e são livres para fazê-lo. Vou considerar todas as ideias que me exibirem, mas só se forem coerentes com a segurança absoluta dos Estados Unidos”, adicionou.

A resolução de realizar cerimônias fúnebres sem o corpo propõe que a família não tem mais a esperança de recuperá-lo.

Khashoggi, como reconheceu Riad, foi morto por um grupo de agentes que viajaram da Arábia Saudita para a Turquia – alguns deles ligados ao príncipe herdeiro. O homicídio ocorreu no consulado saudita em Istambul, aonde ele foi, em 2 de outubro, para pedir documentos necessários para que pudesse se casar com a noiva, cidadã turca.

O comunicado, aparentemente ditado por Trump e repleto de sinais de exclamação, inicia com uma citação a seu lema “Estados Unidos primeiro”, seguido de uma advertência de que “o mundo é um lugar bastante arriscado” e de um trecho sobre as atividades “sangrentas” do Irã no Oriente Médio.

Trump também reiterou que seria “ingênuo” cancelar os multimilionários acordos de venda de armas à Arábia Saudita sacramentados em seu governo, porque “aa Rússia e a China seriam beneficiadase ficariam fcontentesde acomprartudo isso”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: China, United States, Turkey, Saudi Arabia, Russian Federation, Israel

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Trump diminui suposto envolvimento de príncipe saudita em morte de Khashoggi
>>>>>Amigos e familiares homenageiam Khashoggi em cerimônias na Arábia Saudita e na Turquia – November 16, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Procuradoria saudita pede pena de morte para suspeitos da morte de jornalista – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Procurador saudita quer pena de morte para 5 dos 11 suspeitos do assassinato de Khashoggi – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Turquia considera “insatisfatórias” as explicações sauditas sobre Khashoggi – November 15, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Turquia compartilha gravações de assassinato de Khashoggi com outros países – November 10, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Turquia afirma ter provas do caso Khashoggi que ainda não foram divulgadas – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Al Sisi diz que ninguém pode desestabilizar Arábia Saudita por caso Khashoggi – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Erdogan diz que fitas de Khashoggi foram entregues a importantes países estrangeiros – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Turquia enviou gravações do assassinato de jornalista a vários governos – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>Áudio de assassinato de Khashoggi horrorizou oficial saudita, diz Erdogan – November 13, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>EUA terão em 2 dias relatório sobre autoria de assassinato de Khashoggi – (EfeGeneric)
>>>>>Trump chama avaliação da CIA sobre assassinato de Khashoggi de prematura, mas possível – November 18, 2018 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>CIA conclui que príncipe herdeiro saudita mandou matar jornalista, diz jornal – November 17, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>CIA acessa gravação que envolve príncipe saudita no caso Khashoggi, diz “NYT” – November 13, 2018 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>>>>>EUA anunciam sanções contra 17 sauditas por papel em assassinato de jornalista – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 40 0 PERSON 11 Trump: 7, (tacit) ele/ela (referent: Trump): 1, (tacit) ele/ela (referent: Donald_Trump): 1, Donald_Trump (apposition: O presidente de os Estados_Unidos): 1, Donald_Trump: 1
2 eu 5 0 NONE 7 (tacit) eu: 6, me: 1
3 príncipe 150 90 NONE 3 o príncipe herdeiro: 3
4 Istambul 0 0 PLACE 3 Istambul: 3
5 Khashoggi 0 50 PERSON 2 Khashoggi: 2
6 a conclusão de a agência de inteligência 160 0 NONE 2 a conclusão de a agência de inteligência: 2
7 a Rússia e a China 14 0 PLACE 2 (tacit) eles/elas (referent: a Rússia e a China): 1, a Rússia e a China: 1
8 Salman 0 0 PERSON 2 Salman: 2
9 a Turquia 0 0 PLACE 2 a Turquia: 2
10 agentes 0 0 NONE 2 agentes: 2