Trump recorre a “Game of Thrones” para comentar relatório sobre trama russa

Por: SentiLecto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou nesta quinta-feira a recorrer à popular série “Game of Thrones” para fazer uumacobservação desta vez ao se pronunciar sobre declarações do procurador-geral William Barr – que ddeclarouque a investigação da suposta interferência russa nas eleições presidenciais americanas de 2016 não encontrou provas contra o governante.

O procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, declarou em entrevista coletiva nesta quinta-feira que não há “provas suficientes” de que o presidente Donald Trump tenha obstruído a Justiça no contexto do inquérito sobre a trama de Rusia e insistiu que “não houve complô” do líder com a Rússia.

Na quarta-feira 10 de abril Donald Trump havia alegado que o inquérito sobre a interferência de Rusia nas votações presidenciais de 2016, realizada pelo procurador especial Robert Mueller, havia sido uma tentativa de golpe de Estado e havia defendido que o Departamento de Justiça abra uma sindicância ao respeito. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

“Nem complô, nem obstrução. Para os ‘haters’ e os esquerdistas radicais democratas… Game over “, alegou o presidente de America no Twitter, poucos minutos depois de Barr falar àoijornalismosobre o relatório do procurador especial Robert Mueller.

Barr se pronunciou assim antes da publicação da versão censurada pelo Departamento de Justiça do relatório do procurador-especial Robert Mueller sobre os inquéritos da chamada trama de Rusia.Trump em mensagem publicada no Twitter propôs: “Se fosse a Boeing, consertaria o Boeing 737 MAX, adicionaria algumas funções complementares e mudaria a imagem da aeronave com um novo nome”.Weld em mensagem divulgada no Twitter para anunciar sua candidatura declarou: “Estou dentro!”.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Trump recorre a “Game of Thrones” para comentar relatório sobre trama russa
>>>>>Procurador-geral diz que não há provas de que Trump tenha obstruído justiça – (EfeGeneric)
>>>>>Trump recomenda Boeing que mude nome dos aviões 737 MAX após acidentes – April 15, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>American Airlines estende cancelamentos do Boeing 737 MAX até 19 de agosto – April 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ex-governador desafiará Trump nas primárias republicanas para eleição de 2020 – April 16, 2019 (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump discute com Moon “possíveis futuras reuniões” com a Coreia do Norte – (EfeGeneric)
>>>>>>>>>Trump não desejava o mal com tweet sobre congressista muçulmana, diz Casa Branca – April 14, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Donald Trump 0 0 PERSON 5 Trump: 1, o presidente Donald_Trump: 1, (tacit) ele/ela (referent: Donald_Trump): 1, Donald_Trump (apposition: O presidente de os Estados_Unidos): 1, Donald_Trump (apposition: o presidente de os Estados_Unidos): 1
2 William Barr 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: O procurador-geral de os Estados_Unidos William_Barr e que): 2, O procurador-geral de os Estados_Unidos William_Barr e que: 1, Barr: 1, o procurador-geral William_Barr: 1
3 eu 0 7 NONE 3 (tacit) eu: 3
4 Boeing 2 0 ORGANIZATION 3 a Boeing: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Boeing): 1, o Boeing: 1
5 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
6 o Twitter 0 0 PLACE 3 o Twitter: 3
7 conspiração 0 80 NONE 2 conspiração: 2
8 provas 20 0 NONE 2 provas suficientes: 1, provas: 1
9 mensagem 0 0 NONE 2 mensagem divulgada: 1, mensagem publicada: 1
10 a trama russa 0 40 NONE 1 a trama russa: 1