Estudante berrou ‘o mundo é nosso’ antes de apunhalar adolescente em escola no Rio

Por: SentiLecto

O jovem de 15 anos que levou uma facada no braço dentro do Ciep Brigadeiro Sergio Carvalho, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, contou que o assaltante, de 17 anos, berrou “o mundo é nosso” antes do ataque. Ambos estudavam no colégio, mas não houve nenhum debate antes do incidente.

Se apunhalou um estudante dentro em o CIEP Brizolão Brigadeiro Sergio Carvalho, em Campo Grande, em a Zona Oeste do Rio. Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada às 14h40. Ainda não há identificação da vítima. A informação chegou pelo WhatsApp do Extra.

— Eu estava com meus amigos. Ele chegou, berrou “o mundo é nosso” e já tentou me apunhalar — conta o jovem.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada às 14h40. A informação chegou pelo WhatsApp do Extra.Ferido, o rapaz foi ajudado e levado para o Hospital Rocha Faria, também em Campo Grande. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde. Conforme a polícia, o jovem que desferiu o golpe aguarda a chegada dos culpados na unidade de ensino para, em seguida, ser encaminhado à delegacia de Campo Grande.

O menino se defendeu colocando o braço no pescoço do assaltante, que tentou, mas não conseguiu alcançar a barriga da vítima. Na segunda tentativa, o jovem colocou o praço na braço na frente do corpo e levou um corte de 4,5 cm. Em Campo Grande, levou quatro pontos e foi liberado em o mesmo dia, se o levou para o Hospital municipal Rocha Faria.

— Agora desejo voltar às aulas. A vida deve continuar — conta o jovem.

Fã de Rihanna e Beyoncé, o sonho do menino é ser cantor e bailarino. Neste ano, chegou a ser aprovado para as audições do The Voice Kids, mas não conseguiu pagar pelo transporte e perdeu a possibilidade. O desejo, no entanto, ainda persiste.

— Sou um menino simples, de família simples, que deseja ser cantor e bailarino — sintetiza.

Este era o primeiro dia de aula do rapaz na escola. A mãe pediu e a Secretaria estadual de Educação deve transferí-lo para outra unidade. O assaltante já estudava lá. Professores contam que o rapaz não assistia às aulas e ficava muito tempo pelo pátio. No momento do ataque, eles tinham acabado de chegar.

— Ele me declarou que desejava se matar, mas não tinha coragem. O que ele desejava era estar em uma situação limite, encurralado pela polícia, para não ter outra alternativa a não ser tirar a vida — conta o delegado Luís Mauricio Armond Campos, titular da 35ª DP .

A família afirmou à polícia que o rapaz spadecede distúrbios psiquiátricos e toma rmedicamentoscontrolados. A mãe do rapaz levou laudos da situação do menino. A mãe do rapaz é bastante abalada. Se o encaminhou para a Delegacia de Proteção do Adolescente. Se o vai internar, um juiz vai decidir se ou será liberado.

O rapaz contou ao delegado Armond que frequentava os mesmos chats na internet que os dos jovens responsáveis pela carnificina que concluiu com 10 mortos, incluindo os próprios homicidas, num colégio estadual em Suzano . No entanto, ele negou que tenha sido influído pelo que ocorreu em São Paulo. O Secretário estadual de Educação, que alegou que entrou em contato com o governador Wilson Witzel, pedindo uma reunião com a Polícia Militar para agilizar a implantação do Programa Estadual de Integração na Segurança em 40 escolas, Pedro Fernandes, esteve o tempo todo na delegacia com o estudante ferido e depois levou a família até em casa. Esse projeto calcula que PMs recebam para trabalhar no seu fase de folga em outros órgãos.

A reportagem entrou em contato com o regimento da PM responsável pela área. Eles, no entanto, não informaram o que aconteceu no local.

Hoje, já estava programado para ocorrer no Ciep um acontecimento sobre violência e a Lei Maria da Penha. A ação faz parte de um programa do Ministério Público em parceria com a Secretaria estadual de Educação, com visitas às escolas para falar sobre violência.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

Countries: Brazil

Cities: Campo Grande

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Estudante berrou ‘o mundo é nosso’ antes de apunhalar adolescente em escola no Rio
>>>>>Aluno é esfaqueado dentro de escola municipal em Campo Grande – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Aluno é esfaqueado dentro de escola municipal em Campo Grande, na Zona Oeste – March 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Homem invade escola com marreta em Mesquita, na Baixada Fluminense – March 14, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ataque a tiros deixa ao menos oito mortos em escola de Suzano, na Grande São Paulo – March 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Aluna se finge de morta para não ser atingida durante tiroteio em escola de Suzano, em SP – March 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Ataque a tiros deixa ao menos dez mortos em escola de Suzano, na Grande São Paulo – March 13, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Testemunhas relatam pânico durante tiroteio em escola de Suzano, na Grande São Paulo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Aluno é esfaqueado dentro de escola estadual em Campo Grande, na Zona Oeste – March 14, 2019 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 20 NONE 6 Eu: 1, me: 2, (tacit) eu: 3
2 rapaz 60 75 NONE 5 o rapaz: 4, O rapaz: 1
3 jovem 0 0 NONE 5 o jovem: 5
4 Campo_Grande 0 0 PLACE 4 Campo_Grande: 4
5 polícia 0 0 NONE 4 a polícia: 4
6 Luís Mauricio Armond Campos 0 0 PERSON 3 o delegado Armond: 2, o delegado Luís_Mauricio_Armond_Campos: 1
7 braço 0 0 NONE 3 braço: 1, o braço: 2
8 família 0 0 NONE 3 A família: 1, família simples: 2
9 massacre 0 220 NONE 2 o massacre: 2
10 o rapaz 0 70 NONE 2 ele (referent: O rapaz): 2