Mãe de crianças mortas em Paraty não recorda do incêndio; polícia espera escutar-la

Por: SentiLecto

A mãe das três crianças mortas durante o incêndio em um casarão em Paraty, Costa Verde do Rio, teve uma melhora no quadro de saúde. A jovem Dara de Almeida Santos de Souza, de 25 anos, inalou muita fumaça e está internada no Hospital Praia Brava, em Angra dos Reis, que não corre mais risco de morte. No entanto, a mulher ainda não recorda o que ocorreu no dia do crime e nem sabe da morte dos filhos.

Vizinho do imóvel, Cícero da Silva declarou que outros habitantes da região tentaram resgatar as crianças, mas não deu tempo:Vizinho do imóvel, Cícero da Silva declarou que outros habitantes da região tentaram resgatar as crianças, mas não deu tempo:Vizinho do imóvel, Cícero da Silva declarou que outros habitantes da região tentaram resgatar as crianças, mas não deu tempo:

— Hoje o pai conseguiu vê-la e ela estava acordada, tossindobastanteo. Ela não perguntou pelas crianças, não recorda de nada do que ocorreu naquele dia. A Dara declarou que desejava ir para a casa dela, parece que não recorda do incêndio. Ela está melhor, fora de perigo, graças a Deus. Quando vamos contar para ela, não sabemos que os seus três filhos faleceram. O médico pediu para esperar mais, talvez depois dela sair do CTI — explica um tio de Dara, que preferiu não ser identificado.

Ainda de acordo com a família de Dara, ela tem um ferimento na facezinha e arranhões nos braços, “como se tivesse apanhado”. Depois transferida para o Hospital de Praia Brava, onde está internada há quatro dias, se a encontrou por os bombeiros dentro do toalete de a casa, ajudada em o Hospital municipal Hugo Miranda, em Paraty, sendo.

A Polícia Civil aguarda Dara ter condições de falar para poder escutar seu testemunho. Delegado Marcelo Russo, que investiga o caso declara que, até agora, a equipe médica avalia a paciente como “imDelegado Marcelo Russo, que investiga o caso declara que, até agora, a equipe médica avalia a paciente como “impossibilitada de falar”. Delegado Marcelo Russo, que investiga o caso é o titular da 167ª DP . Delegado Marcelo Russo, que investiga o caso é o titular da 167ª DP . Ela teve grande parte do pulmão afetada, assim como as vias aéreas superiores.

— Se ela já pode falar, primeiro, nós vamo entrar em contato com os médicos para saber. Confirmada essa condição, uma equipe vai ir até a unidade para escutar-la ainda no leito aoclínical —alegaa o delegado.

A polícia pedirá a prisão preventiva de Fernando Evangelista, de 36 anos, detido como autor do incêndio e transferido para a Cadeia Pública Franz de Castro, em Volta Redonda, Sul Fluminense. Se o exibirá em esta segunda-feira, a o juiz em uma audiência de custódia para decidir sobre a prisão. Na avaliação da polícia, o crime foi premeditado. O delegado conta que, dois dias antes do incêndio, ele já mencionava que poderia incendiar a casa onde moravam.

O incêndio iniciou às 6h30, e o Corpo de Bombeiro foi acionado às 7h15. O casarão, de dois andares, fica na Rua Canal, no Parque Mangueira, bairro Ilha das Cobras. Debelaram-se as chamas em as 8h30.Em nota públicada em seu perfil no Facebook, a prefeitura lamentou o acontecido e declarou que pediu à polícia “prioridade absoluta” para que esse incêndio fosse eelucidado

— Ele não chorou, não se arrependeu. O ciúme estimulou ele , desejava se livrar de as crianças e ficar com Dara . somente com Dara. Tanto que deixa ela protegida dentro do toalete da casa, resguardada do fogo. Ele esteve na casa da sogra, na quarta-feira anterior, e declarou que um dia chegariam em casa e veriam os bombeiros com todos mortos. Na minha convicção, premeditou o crime. Ele instituiu uma história que, lá na frente, o isentasse da responsabilidade — explica.

O enterro dos irmãos Marya Alice de Almeida Santos da Conceição, de 4 anos, Cauã de Almeida Santos da Conceição, de 5, e Marya Clara de Almeida Santos, de 7, reuniu cerca de 150 pessoas no Cemitério Municipal de Paraty, na tarde deste sábado.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Cape Verde, Brazil

Cities: Praia, Volta Redonda, Angra Dos Reis

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mãe de crianças mortas em Paraty não recorda do incêndio; polícia espera escutar-la
>>>>>Padrasto é preso como autor do incêndio que matou três crianças em Paraty – January 25, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Polícia acredita que incêndio em Paraty que matou três crianças possa ter sido criminoso – January 24, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Suspeito de incêndio em Paraty que terminou em três mortes é levado para delegacia – January 24, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 da Cícero Silva 0 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Cícero_da_Silva): 4, Cícero_da_Silva: 3
2 Marcelo Russo 50 165 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: delegado Marcelo_Russo): 1, delegado Marcelo_Russo (apposition: O titular de a 167ª DP): 2, Ela (referent: delegado Marcelo_Russo): 1, ela (referent: delegado Marcelo_Russo): 1
3 Dara 100 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: A Dara): 1, ela (referent: A Dara): 1, Ela (referent: A Dara): 1, A Dara: 1
4 o crime 60 0 NONE 4 Ele (referent: o crime): 1, (tacit) ele/ela (referent: o crime): 2, o (referent: o crime): 1
5 Dara de Almeida Santos de Souza 0 0 PERSON 4 Dara: 2, A jovem Dara_de_Almeida_Santos_de_Souza de 25 anos e em Angra_dos_Reis: 2
6 crianças 0 0 NONE 4 as crianças: 4
7 incêndio 0 0 NONE 4 esse incêndio: 1, o incêndio: 2, O incêndio: 1
8 crime 0 240 NONE 3 o crime: 3
9 vizinho de o imóvel 0 75 NONE 3 Vizinho de o imóvel: 3
10 polícia 0 25 NONE 3 a polícia: 2, A polícia: 1