Pai de menino baleado na Vila Aliança cobra: ‘Desejo uma resposta do estado’

Por: SentiLecto

No velório de Kauã Victor Rozário, de 11 anos, no Cemitério Vertical da Penitência, Caju, camisas com a facezinha do menino recordam a sua marca registrada: o sorriso. Faz 9 dias, baleou se Kauã dia 10, em a Vila Aliança, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Joceli Rozário Junior, de 33 anos, pai de mais essa vitima letal da violência no Rio de Janeiro, pediu justiça:

— Ao contrário do que estão declarando, não havia operação na favela. Se quando caminhava de bicicleta, o baleou, por volta de 16h20 da tarde, em a Estrada do Engenho. Os de Polinesia Francesa estavam na rua, e parece que desconfiaram de uma moto que estava passando. Acabaram matando o mototaxista, trabalhador, atingindo um passageiro e meu sobrinho — alegou Batista.A família de Kauã Rozário, de 11 anos, deseja doar os órgãos do garoto que foi vítima de uma bala perdida, no último sábado, durante um tiroteio na Vila Aliança, em Bangu, Zona Oeste do Rio.Kauã está internado desde o último sábado em estado gravíssimo no Hospital Albert Schweitzer. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio, o procedimento para confirmar a morte encefálica foi aberto no final desta tarde — o procedimento é necessário para confirmar o fim das atividades cerebrais do menino.— Ela deseja tentar tirá-lo dessa violência toda. Peço para que as pessoas orem para que isso possa ser possível.— Os três dormiam juntinhos, num quartinho na Vila Aliança. A mãe, o Kauã e o irmão dele. Ela não consegue voltar para lá. Está bastante traumatizada. O irmão também. Está bastante abalado. Era bastante agarrado com o Kauã — contou a tia.

— Cadê a consciência do governador que não vê a besteira que fizeram com o meu filho? Desejo uma resposta do estado. Nada trará a vida do Kauã de volta, mas o estado que deveria nos proteger acaba nos jogando à própria sorte. Não foi um acidente — frisa Joceli, que revelou um sonho do filho:

— Ele desejava ser pastor.

— Simone é faxineira. Eu trabalho chamando clientes em um ponto de táxi no Centro. Estamos sem condições de correr atrás da nossa sobrevivência. O governo do estado não nos procurou. Só recebi um convite para ir essa semana na Comissão de Direitos Humanos da Alerj — conta Joceli.

Tio de Kauã está inquietado com o futuro da família. Tio de Kauã é valnei Guilherme.

— Quem suprirá as necessidades deles? Kaio, de 9 anos precisará de assistência psicológica. Kaio, de 9 anos é irmão do Kauã. Ele está inconsolável — lamenta o carreteiro.

Emocionado, Joceli desabafa sobre como se recordará do filho:

— Pensa numa criança tenra e alegre. Era o Kauã., que sempre me abraçava, E me auxiliava. Arrumava a casa e também dava uma força na igreja — lembra, referindo-se ainda à Assembleia de Deus, em Bangu, frequentada pela família.

Quando criminosos que estavam de motocicletas agrediram eles, na versão da Polícia Militar, policiais do 14º BPM faziam patrulhamento na Vila Aliança, na localidade conhecida como Vila Moreti, e houve confronto.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Pai de menino baleado na Vila Aliança cobra: ‘Desejo uma resposta do estado’
>>>>>Família quer doar órgãos de menino vítima de bala perdida em Bangu – May 15, 2019 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Criança de 11 anos e mais duas pessoas são baleadas durante uma operação da Polícia Militar em Bangu – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Mãe de menino baleado na Vila Aliança não consegue voltar para casa: ‘Traumatizada’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Família de menino baleado na Vila Aliança não consegue doar órgãos – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 14 0 NONE 6 (tacit) eu: 4, me: 2
2 Junior Joceli Rozário 0 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Joceli): 2, Joceli: 2, Joceli_Rozário_Junior de 33 anos: 1
3 a Vila_Aliança 0 0 PLACE 4 a Vila_Aliança: 4
4 Kaio 0 80 PERSON 3 Kaio de 9 anos (apposition: irmão de o Kauã): 1, (tacit) ele/ela (referent: Kaio de 9 anos): 1, Ele (referent: Kaio de 9 anos): 1
5 estado 0 70 NONE 3 estado gravíssimo: 1, o estado em os: 2
6 Bangu 0 0 PLACE 3 Bangu: 3
7 nós 0 0 NONE 3 (tacit) nós: 1, nos: 2
8 último 0 0 NONE 3 o último: 3
9 os órgãos de o garoto 0 400 NONE 2 os órgãos de o garoto: 2
10 criminosos 0 160 NONE 2 criminosos: 2