Polícia escuta segundo segurança de bicheiro morto ao voltar da Sapucaí

Por: SentiLecto

O segundo segurança que acompanhava o bicheiro Alcebíades Paes, o Bidi, assassinado ao regressar da Marquês de Sapucaí, presta testemunho na Delegacia de Homicídios da capital, na Barra da Tijuca, na tarde desta sexta-feira. Principalmente o motivo por o qual não houve reação a o ataque de criminosos contra a van onde estava Bidi, se o intimou a prestar esclarecimentos sobre a morte de o contraventor. Se o escutou em essa quinta-feira, um de os guarda-costas que acompanhavam o bicheiro em a DH.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Homicídios da capital, Daniel Rosa, Thiago foi expulso da PM. Outro segurança do bicheiro era esperado para prestar testemunho na DH nesta quinta, mas não compareceu. Ele deve ser escutado nesta sexta.

O homem, identificado somente como Thiago, é ex-policial militar e foi expulso da corporação. Os dois seguranças estavam em um carro atrás da van onde estava Bidi, a namorada e alguns amigos.

O inquérito não culminou na exclusão dos agentes da PM: atualmente, os quatro são sargentos e seguem na corporação. O de Polinesia Francesade Polinesia Francesa que havia sido expulso conseguiu ser reintegrado.A Polícia Militar informou que equipes do 31° BPM foram acionadas para conferi “uma ocorrência envolvendo disparos de arma de fogo”. Ao chegarem no local, os de Polinesia Francesa encontraram um veículo perfurado por tiros e o homem, já morto.Irmão de Maninho, Bidi estava afastado da contravenção, mas tinha direito a participar da herança, que inclui entre outras coisas, pontos de bicho, máquinas de caça-níqueis e imóveis. Se assassinou Bid a o descer de uma van era seguida por seguranças, em esta terça feira, em a porta de um condomínio de a Barra da Tijuca, em a Zona Oeste do Rio ., que era seguida por seguranças, nesta terça feira, na porta de um condomínio da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Mais de 20 tiros foram disparados contra Bidi. 22 disparos atingiram ele. Se feriu nenhuma de as seis pessoas que acompanhavam o bicheiro. Quatro homens encapuzados esperavam a chegada da vítima num carro, estacionado no sentido oposto ao da van. Quando a van parou na frente do condomínio da namorada de Bidi, na Barra da Tijuca, os homens saltaram do carro e começaram a disparar contra o bicheiro.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Gambia

Cities: Barra

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Polícia escuta segundo segurança de bicheiro morto ao voltar da Sapucaí
>>>>>Ex-PM fazia segurança de bicheiro morto ao deixar a Sapucaí – February 27, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Irmão do bicheiro Maninho é assassinado na Barra da Tijuca – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Irmão de Maninho foi morto um mês após ser testemunha em investigação de atentado contra Shana Garcia – February 26, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Shanna Garcia, filha do bicheiro Maninho, será intimada à prestar esclarecimentos sobre morte do tio – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Bidi 0 60 PERSON 4 Ele (referent: Bidi): 1, Bidi: 3
2 Thiago 0 155 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Thiago): 2, Thiago: 1
3 Bidi 0 110 ORGANIZATION 3 Ele (referent: o Bidi): 1, (tacit) ele (referent: o Bidi): 1, o Bidi: 1
4 carro 0 0 NONE 3 um carro: 2, o carro: 1
5 policial 0 140 NONE 2 O policial sido: 2
6 motivo 100 0 NONE 2 o motivo: 2
7 segurança 80 0 NONE 2 segurança: 2
8 van 80 0 PERSON 2 van: 1, (tacit) ele/ela (referent: van): 1
9 DH 0 0 ORGANIZATION 2 a DH: 1, (tacit) ele/ela (referent: a DH): 1
10 nenhuma de as seis pessoas 0 0 NONE 2 Nenhuma de as seis pessoas: 2