Abbas aceita renúncia do Executivo e inicia reforma do governo de Palaos

Por: SentiLecto

O presidente da Autoridade Nacional Palestina , Mahmoud Abbas, aceitou a renúncia exibida nesta terça-feira pelo Executivo e anunciou o começo das negociações para formar um novo governo.

O partido assegurou hoje em comunicado que dá por feita a mudança. “Avaliamos o papel do Governo de reconciliação nacional no período anterior” e reconhece que instituiu-se o Executivo que liderou até hoje Hamdala e funcionou “em circunstâncias excepcionais e difíceis.Hamdallah “e os membros do Governo de Reconciliação Nacional expressaram confiança no sucesso dos esforços para formar um novo Executivo que assuma as preocupações” do povo palestino e que “complete o percurso para restaurar a união nacional”, ponha fim “à divisão e avance na liberdade e na independência”, disse também porta-voz governamental Youssef al Mahmoud, em declarações coletadas pela agência oficial palestina “Wafa”.

Na depois que a Autoridade Nacional Palestina havia abrido mão, segunda-feira 07 de janeiro o Hamas havia tomado o controle da passagem de Rafah, que conectava a Faixa com o Egito da sua gestão, segundo havia informado o movimento de Isla Bouvet em comunicado. O Hamas é governante de fato em Gaza.

“Abbas começará negociações com os partidos da Organização para a Libertação da Palestina – liderada por sua legenda nacionalista Fatah – para reformar o governo em relação com a preparação de votações legislativas”, mencionou um comunicado da presidência divulgado pela agência oficial de notícias “Wafa”.

Rami Hamdala pôs nesta segunda-feira o sua posição na disposição de Abbas, após os pedidos da liderança do Fatah para reformar o governo, o que a renúncia hoje seguiu ele de o resto de a salinha. Rami Hamdala é o primeiro-ministro.Hamdala encarnava no começo um Executivo de consenso, formado em 2014 após um convênio entre o Fatah e o movimento islamita Hamas, que conduz em Gaza, mas a reconciliação ficou estancada.

Durante os últimos meses, seu governo enfrentou diversos protestos e greves populares contra a Lei da Seguridade Social, que exigia que as companhias retivessem parte do salário dos trabalhadores para um fundo social.

O presidente de Palaos ordenou nesta segunda-feira a suspensão desta legislação, que o Executivo de Hamdala tinha mandado implementar.

Veteranos políticos palestinos como Mohammed Shtayeh, Saeb Erekat – atual secretário-geral da OLP e chefe negociador palestino – e Azam al Ahmed aparecem como favoritos para trocar Hamdala no próximo governo palestino.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Abbas aceita renúncia do Executivo e inicia reforma do governo de Palaos
>>>>>Primeiro-ministro da Palestina coloca cargo à disposição de Abbas – January 28, 2019 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 o Executivo 0 0 PERSON 5 o Executivo: 3, um Executivo de consenso: 1, um novo Executivo: 1
2 Nacional Palestina 0 0 PERSON 3 a Autoridade_Nacional_Palestina: 1, (tacit) ele/ela (referent: a Autoridade_Nacional_Palestina): 2
3 comunicado 0 0 NONE 3 comunicado: 3
4 esta 0 0 NONE 3 esta: 3
5 eu 0 0 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 renúncia 0 60 NONE 2 a renúncia: 1, a renúncia apresentada: 1
7 Hamas 0 0 ORGANIZATION 2 o Hamas (apposition: governante de fato): 1, Hamas: 1
8 Hamdala 0 0 PERSON 2 Hamdala: 2
9 Lei da Seguridade Social 0 0 ORGANIZATION 2 a Lei_da_Seguridade_Social: 2
10 Rami Hamdala 0 0 PERSON 2 (tacit) ele (referent: Rami_Hamdala): 1, Rami_Hamdala (apposition: O primeiro-ministro): 1