Governo na economia pode levar à corrupção, ddeclaracontrolador da Cosan

Por: SentiLecto

Presidente do conselho de gestão da Cosan, o empresário Rubens Ometto defendeu a proximidade do setor produtivo com a política, mas alegou que a participação do governo na economia é “ineficiente” e pode levar à corrupção.

Rubens Ometto Silveira Mello é um empresário de Brasil, formado em Engenharia de Produção Mecânica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo .

Cosan é um grupo privado brasileiro, com negócios nas áreas de energia, logística, infra-estrutura e administração de propriedades agrícolas.

Se honrou Ometto em a noite de esta quinta-feira em a cerimônia de o prêmio Lide Empresarial, concedido por o grupo que era, até 2016, comandado por o prefeito de São Paulo, João Doria , e o ex-ministro Luiz Fernando Furlan hoje lidera ele.

No momento em que as relações entre grandes companhias e políticos estão sob inquérito, em especial após revelações feitas por delatores da Odebrecht na Lava Jato, o controlador da Cosan alegou que obstáculos criados pelo sistema tributário e por outras normas “levam as pessoas a achar convidativo tentar um percurso mais fácil, que pode levar até a corrupção”.

Houve recuos, por exemplo, na idade mínima para mulheres, nas aposentadorias rurais e na vantagem pago a pessoas pobres idosas ou com deficiência, o BPC .O relatório, que será exibido na quarta-feira na delegação especial da Câmara, não vai incluir mais equipamento que estabelecia a ampliação automática da idade mínima a cada vez que subisse a expectativa de sobrevida do brasileiro.

Na sexta-feira 24 de março o encontro era restrito a somente dez empresários. Entre eles, Carlos Jereissati, proprietário da rede de shoppings Iguatemi, Jorge Gerdau, proprietário da siderúrgica Gerdau, e Luiz Carlos Trabuco, presidente do Bradesco.

“O governo tem de deixar de desejar participar da economia, deixar de desejar ser empresário. Ele é ineficiente. Quanto mais o governo está perto do setor privado, mais chance de corrupção existe”, disse.

O empresário declarou ainda que o “grande calamidade do último governo foi a tentativa de interagir artificialmente na economia”.

O Grupo Doria premiou Ometto , controlado por a família de o prefeito de São Paulo que marcou sua campanha eleitoral em o ano passado e seus primeiros meses de administração por uma relação próxima com o setor produtivo ,. O presidente do conselho da Cosan defendeu o envolvimento do empresariado na política.

“Nós, empresários, devemo participar da política. Não a política partidária, de ganhar votações. Mas de estar perto do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Poder Executivo, para fazer uma série de mudanças”, disse.

O controlador da Cosan fez uma defesa enérgica do presidente Michel Temer e declarou entrever sinais de recuperação da economia.

“O Brasil passou, nesse ano passado, por uma série de turbulências como impeachment inflação, Lava Jato Impeachment é deficit., mas felizmente hoje a gente começa a ver uma luz no fim do túnel”, alegou.

“O Brasil tem sorte porque temos hoje um presidente como é Michel Temer. Mais difícil do que saber o que tem de ser feito é ter a coragem de enfrentar. Ter a habilidade de persuadi nosso Congresso e nossos cidadãos a aceitar essas reformas, que são tão necessárias.”

Fonte: FolhaGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Governo na economia pode levar à corrupção, ddeclaracontrolador da Cosan
>>>>>Com recuos do governo, reforma da Previdência terá economia 20% menor – April 18, 2017 (FolhaGeneric)
>>>>>>>>>Governo propõe transição mais suave na Previdência; entenda – April 18, 2017 (FolhaGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 política 0 0 NONE 4 a política: 3, a política partidária: 1
2 Ometto 140 0 PERSON 3 (tacit) ele (referent: Ometto): 1, Ometto: 2
3 Cosan 0 0 ORGANIZATION 3 a Cosan: 2, Cosan: 1
4 O Brasil 0 0 PLACE 3 O Brasil: 2, (tacit) ele/ela (referent: O Brasil): 1
5 Rubens Ometto 0 0 PERSON 3 o empresário Rubens_Ometto: 1, (tacit) ele/ela (referent: o empresário Rubens_Ometto): 2
6 o controlador de a cosan 140 160 NONE 2 O controlador de a Cosan: 1, o controlador de a Cosan: 1
7 corrupção 0 120 NONE 2 a corrupção: 2
8 ter a capacidade de convencer nosso congresso e nossos cidadãos a aceitar essas reformas 220 100 NONE 2 Ter a capacidade de convencer nosso Congresso e nossos cidadãos a aceitar essas reformas: 2
9 pessoas 80 50 NONE 2 as pessoas: 1, pessoas pobres idosas: 1
10 setor 60 0 NONE 2 setor privado: 1, o setor produtivo: 1