Wall Street recua com PIB fraco, mas fecha mês com ganhos acumulados

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Amazon warehouse Glenrothes

– Os índices de Wall Street recuaram nesta sexta-feira, após os dados que mostraram que a economia dos Estados Unidos aumentou no seu ritmo mais fraco em três anos no primeiro trimestre darem aos investidores reazões para realizar lucros. Enquanto o S&P 500 perdeu 0,19 por cento, o índice Dow Jones caiu 0,19 por cento, a 20.941 pontos , a 2.384 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,02 por cento, a 6.047 pontos. Na semana, o Dow Jones subiu 1,9 por cento, o S&P ganhou 1,5 por cento e o Nasdaq progrediu 2,3 por cento. Em abril, o Dow ganhou 1,3 por cento, o S&P subiu 0,9 por cento e o Nasdaq saltou 2,3 por cento. O Nasdaq acumulou seis meses consecutivos de ganhos, a sequência mais longa em quase quatro anos. O Produto Interno Bruto dos EUA aumentou a uma taxa anual de 0,7 por cento nos primeiros três meses do ano, abaixo da taxa de 1,2 por cento estimada por economistas, com os gastos dos consumidores subindo bastante pouco e as companhias investindo menos em estoques. No quarto trimestre, a economia dos EUA tinha aumentado a um ritmo anual de 2,1 por cento. “O PIB foi um pouco fraco e isso pode ser a causa de alguma debilidade de hoje “, disse Gary Bradshaw, gerente de portfólio da Hodges Capital Management em Dallas. O crescimento mais fraco é uma má notícia para o governo de Donald Trump, impulsionar significativamente o crescimento, depois que ele prometeu durante a campanha, e adiciona preocupações entre alguns integrantes do mercado de que a diminuição dos impostos, a desregulação e a ampliação dos gastos da governo – as principais razões para uma progressão das ações após as votações de novembro – podem atrasar. A Alphabet impulsionou em esta sexta-feira por ganhos de a Amazon e de a Alphabet , talento de o Google. A Amazon chegou a subir 3,4 por cento para um platô recorde de alta, a 949,59 dólares, e fechou com progressão de 0,7 por cento, a 924,99 dólares. Já as ações da Alphabet subiram 5 por cento para um recorde de 935,90 dólares durante o pregão, mas fecharam em alta de 3,7 por cento, a 924,52 dólares, Os resultados trimestrais das gigantes de tecnologia superam as estimativas.

O otimismo renovado O restante de a região de Asipovicy marcou ela sobre a maior economia de o mundo que melhorou as prespectivas para os ativos de risco.Os mercados acionários chinoschinoschinos subiram nesta quarta-feira, dando permanência à recuperação após recentes quedas em meio ao otimismo renovado sobre a economia dos Estados Unidos e com o alívio das preocupações em torno do aperto regulatório no país melhorando a confiança nos mercados acionários gmundiaisBrian Jacobsen Wisconsin declarou: “Isso acalma a preocupação de que deveríamos navegar por uma saída de Francia da União Européia”. Brian Jacobsen é estrategista-chefe da Wells Fargo Funds Management em Menomonee Falls.Peter Kenny, estrategista-sênior de mercado do Global Markets Advisory Group em Nova York declarou: “São os resultados das companhias integrantes do Dow , em particular a Caterpillar, que realmente governam o assunto de que a lucratividade corporativa dos EUA está em um bom percurso para proporcionar algum crescimento anual expressivo dos lucros”.

Leer Más

Bovespa sobe 1,12% puxada por commodities e balanços; GPA é destaque positivo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bovespa Index

– O mercado acionário de Brasil concluiu a sexta-feira no azul, apoiado na recuperação das commodities e balanços positivos de companhias de Brasil, com destaque para o Grupo Pão de Açúcar , que teve a melhor performance do principal índice de ações da bolsa paulista. O Ibovespa fechou em alta de 1,12 por cento, a 65.403 pontos, na máxima da sessão. O indicador acumulou ganho de 2,58 por cento na semana, e de 0,65 por cento no mês de abril. O giro financeiro adicionou 7,84 bilhões de reais. Investidores aproveitaram também para adaptar posições no último pregão do mês e antes do fim de semana estendido pelo feriado do Dia do Trabalho, na segunda-feira. O cenário político seguiu no radar e ainda inspira precaução, com as atenções voltadas para os desdobramentos da greve geral contra as reformas trabalhista e da Previdência propostas pelo governo de Michel Temer. Entre outros fatores para a alta, operadores mencionaram a recuperação das commodities no exterior, que deu sustentação a papéis de peso dentro do Ibovespa, incluindo Vale e Petrobras, além das siderúrgicas. Começa a vigorar na próxima semana a nova carteira teórica do Ibovespa para o fase de maio a agosto, que vai passar a contar com o papel PNB da Eletrobras. DESTAQUES – GRUPO PÃO DE AÇÚCAR PN fechou em alta de 9,46 por cento, tendo o melhor performance do Ibovespa, depois que a negociante divulgou um resultado acima do esperado, com lucro líquido consolidado de 215 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo perda de 157 milhões de reais um ano antes. – SMILES ON fechou com valorização de 2,75 por cento, após ter registrado alta anual de 32 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre, a 156,3 milhões de reais. – RD ON subiu 2,2 por cento, beneficiada pelo crescimento de 17 por cento do lucro líquido do primeiro trimestre, conforme esforços para controlar despesas permitiram a melhora das margens. RD ON é ex-Raia Drogasil. – VALE ON, que fechou em alta de 1,75 por cento e PETROBRAS PN progrediu 1,13 por cento, na esteira da recuperação do petróleo no exterior e expectativas de resultados melhores no primeiro trimestre, concluiu com ganho de 2,39 por cento e VALE PNA subiu 2,58 por cento, reagindo positivamente ao forte progressão dos custos do minério de ferro na China e ao balanço do primeiro trimestre, no qual a mineradora apurou o maior lucro trimestral desde 2013. A estatal divulga seu balanço em 11 de maio. – CIA HERING ON, que não faz parte do Ibovespa, disparou 15,89 por cento e liderou os ganhos do índice de small caps, que subiu 2,52 por cento. O resultado trimestral da companhia comprouve investidores e alimentou expectativas de recuperação da receita nos próximos meses. – FLEURY ON, que também não está no Ibovespa, saltou 11,11 por cento, tendo atingido máxima histórica, após divulgar lucro líquido 82,6 por cento maior no primeiro trimestre. – BRADESCO PN caiu 0,24 por cento, ainda refletindo o balanço trimestral. Apesar da alta de 13 por cento no lucro recorrente, o resultado foi ofuscado pela ampliação do índice de atrasos e pela piora na performance do negócio de seguros. – Depois que a companhia informou queda de 8 por cento na base de clientes, tIM PARTICIPAÇÕES recuou 0,87 por cento, com a terceira maior baixa do Ibovespa , com lucro líquido de 132 milhões de reais no primeiro trimestre.

– O principal índice da bolsa paulista fechou em alta nesta terça-feira, amparado no otimismo vindo do exterior e conforme os nervosismos com a cena política local reduziram ao longo do dia, diante do progressão da reforma trabalhista na delegação especial na Câmara dos Deputados. O Ibovespa subiu 1,18 por cento, a 65.148 pontos. Foi o terceiro pregão consecutivo de ganhos. O giro financeiro adicionou 7,53 bilhões de reais. Enquanto o cenário externo trazia algum alívio, o mercado passou a maior parte da sessão com variações mais contidas, pressionado pelo receio em relação ao andamento das medidas no Congresso Nacional após o PS fechar na véspera questão contra as reformas trabalhista e da Previdência. Rumo ao encerramento dos negócios, no entanto, os investirdes também passaram a se mostrar mais aliviados com o cenário político local, conforme a proposta de reforma trabalhista progredia na delegação especial na Câmara. A delegação aprovou o parecer do deputado Rogério Marinho e a proposta seguiu para o plenário da Casa. Wall Street subiu nesta sessão diante dos fortes resultados corporativos, com o Nasdaq fechando pela primeira vez na história acima de 6 mil pontos. O analista da Clear Corretora Raphael Figueredo declarou: “Esse bom humor amplia o apetite por risco e como o fluxo do nosso mercado capital guia ele estrangeiro , a situação de melhora lá fora acaba sendo bem governada por aqui também”. DESTAQUES – ELETROBRAS ON subiu 6,38 por cento, segundo melhor performance do Ibovespa, com investidores avaliando de maneira positiva a chance de solução negociada para o impasse envolvendo indenizações bilionárias devidas pela União a companhias de transmissão de energia elétrica. – VALE PNA teve alta de 3,8 por cento e VALE ON ganhou 3,28 por cento, apesar da leve baixa nos contratos futuros do minério de ferro na China, que tiveram a perda restringida pelo ganho nos contratos do aço. – CSN ON subiu 3,25 por cento e GERDAU PN teve alta de 1,86 por cento, na esteira dos ganhos da Vale e da ampliação dos custos do aço na China. USIMINAS PNA teve valorização mais contida, de 0,5 por cento, em sessão volátil para os papéis da companhia. No radar estavam diminuições de projeções da setor para 2017 e a rejeição pela Justiça de Minas Gerais de recurso da Nippon Steel para invalidar a reunião do conselho de gestão da Usiminas que elegeu o presidente da companhia no fim de março. – KROTON ON subiu 2,65 por cento, após a companhia divulgar alta de 10 por cento na captação de estudantes de graduação presencial no primeiro trimestre. Para os analistas do Bradesco BBI, os dados divulgados pela companhia mencionam um ponto de virada para o crescimento do setor. – ECORODOVIAS ON teve alta de 0,97 por cento, após a companhia perder a disputa em leilão pela Rodovia dos Calçados, com investidores vendo o movimento da companhia como demonstração de disciplina financeira. – PETROBRAS PN subiu 2,21 por cento e PETROBRAS ON ganhou 2,02 por cento, em sessão na qual os custos do petróleo no mercado internacional subiram, após seis dias de perdas. – BRF ON caiu 1,75 por cento, entre as maiores quedas do Ibovespa. Segundo operadores, a queda refletiu incertezas sobre a operação de venda de participação na unidade de alimentos halal One Foods.- O principal índice da bolsa paulista operava em alta nesta segunda-feira, diante do alívio do cenário externo após o resultado o primeiro turno da votação presidencial na França. Às 11:21, o Ibovespa subia 1,05 por cento, a 64.430 pontos. O giro financeiro era de 1,89 bilhão de reais. O candidato centrista Emmanuel Macron e a líder de extrema-direita Marine Le Pen vão disputar a presidência francesa no segundo turno, com pesquisas mencionando a liderança de Macron. Em Wall Street, o S&P 500 subia cerca de 1 por cento também ganhando respaldo do alívio com o resultado da votação de Francia. Localmente, as atenções ainda estavam voltadas aa progressão das reformas no Congresso Nacional, o que, segundo operadores ainda pode gerar volatilidade nos negócios nos próximos dias. “A incerteza quanto ao front político local continua, e toda eleição em Brasília tende a ser vista como termômetro do suporte ao governo Temer”, escreveram analistas da corretora Guide Investimentos em nota a clientes. Em encontro com a base aliada e ministros no domingo, o presidente Michel Temer alegou que a proposta de reforma da Previdência exibida na delegação especial da Câmara na semana passada é a versão final e deve ser aprovada pelo Congresso da maneira que se encontra atualmente. DESTAQUES – BRADESCO PN progredia 2,25 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,62 por cento, em sessão positiva para o setor bancário como um todo, que reforçava o viés altista do Ibovespa devido ao peso dos papéis em sua composição. – HYPERMARCAS ON subia 4,34 por cento, liderando os ganhos do Ibovespa, tendo como pano de fundo a notícia do pilar de Lauro Jardim, no jornal O Globo, de que haveria três compradores internacionais interessados na companhia. – PETROBRAS PN tinha alta de 1,01 por cento e PETROBRAS ON ganhava 0,84 por cento, após a estatal anunciar no fim da semana passada reajuste nos custos do diesel e da gasolina. Segundo analistas da Coinvalores, a resolução reitera a percepção de que a empresa está comprometida com a nova política de revisão periódica dos custos. – VALE PNA recuava 0,08 por cento e VALE ON cedia 0,29 por cento, revertendo a alta observada mais cedo diante do progressão dos contratos futuros do minério de ferro na China. – CCR ON progredia 2,16 por cento, após a companhia deduzi a compra de participação que a Odebrecht Transport tinha na concessionária da Linha 4 do Metrô de São Paulo. – ALPARGATAS PN, que não faz parte do Ibovespa, recuava 1,6 por cento. A companhia informou na quinta-feira que seu conselho de gestão autorizou convidar assembleias de acionistas para decidir sobre migração da empresa para o segmento Novo Mercado da Bovespa. – O principal índice da bolsa paulista fechou em baixa nesta quarta-feira, após trocar de sinal algumas vezes ao longo do dia, em sessão carregada de resultados corporativos e com investidores à espera de aprogressõesem medidas no Congresso Nacional. O Ibovespa recuou 0,44 por cento, a 64.861 pontos. Enquanto no pior momento a queda foi de 0,72 por cento, na máxima do dia o índice subiu 0,44 por cento. O giro financeiro adicionou 7,68 bilhões de reais. No cenário político local, a Câmara dos Deputados começou nesta sessão as discussões em plenário sobre a proposta de reforma trabalhista, mas a expectativa é de longos debates, com eleição do texto-base do projeto só a partir do fim do dia. O mercado monitora de perto os passos do Congresso Nacional para avaliar as possibilidades de aprovação da reforma da Previdência, considerada crucial para a recuperação econômica. Neste sentido, a aprovação na véspera na Câmara de destaque ao projeto de ajudinha fiscal para Estados super endividados que retira a pré-requisito de ampliação de contribuição dos servidores pesou no humor ao longo do dia. Wall Street fechou perto da estabilidade, após duas sessões de fortes ganhos, diante de incertezas quanto à viabilidade do plano de reforma tributária do governo do presidente Donald Trump, que incluem proposta de rdiminuira alíquota de imposto corporativo e sobre os lucros das ecompanhias DESTAQUES – CEMIG PN teve baixa de 5,02 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa, após o JPMorgan diminuir a recomendação para as ações da companhia para “neutra”, ante “overweight”, e diminuir o preço-alvo do papel para 12 reais ante 14 reais anteriormente. – LOJAS RENNER ON perdeu 2,18 por cento. A negociante reportou alta de 9,1 por cento nas vendas mesmas lojas no primeiro trimestre na comparação com igual fase do ano passado, mas com queda na margem. Para os analistas da corretora Brasil Plural, o resultado mostrou uma corrosão da margem bruta maior do que a esperada. – FIBRIA ON fechou em baixa de 0,41 por cento, mas longe das mínimas da sessão, quando perdeu quase 3 por cento. A maior produtora de celulose de eucalipto do mundo teve lucro líquido de 329 milhões de reais no primeiro trimestre, abaixo do lucro de 978 milhões em igual etapa de 2016. O Ebitda no fase adicionou 644 milhões. – PETROBRAS PN caiu 2,37 por cento e PETROBRAS ON cedeu 1,77 por cento, em sessão de volatilidade para os papéis, diante das oscilações dos custos do petróleo no mercado internacional. A commodity concluiu a sessão sem direção única, após dados mostrarem queda maior que o esperado nos estoques norte-americanos, o que encorajou algum movimento de compra após diversos dias de vendas e preocupações com a perseverança do excesso de oferta. [O/R] – VALE PNA perdeu 1,98 por cento e VALE ON teve queda de 2,19 por cento, apesar da leve alta nos contratos futuros do minério de ferro na China. – USIMINAS PNA ganhou 5,43 e CSN ON subiu 4,20 por cento e por cento, as duas maiores altas do Ibovespa, com investidores à espera da assembleia da Usiminas, marcada para quinta-feira, que pode eleger membros do conselho de agestãoda ecompanhia – SANTANDER UNIT subiu 1,41 por cento, após reportar lucro líquido gerencial de 2,28 bilhões no primeiro trimestre, o maior de sua história e 37,3 por cento acima do verificado um ano antes. – WEG ON progrediu 3,48 por cento, após a companhia reportar balanço do primeiro trimestre e declarar que vê tendência de normalização gradual do ambiente de negócios no Brasil, após um fase difícil. A fabricante de motores elétricos e tintas industriais teve lucro líquido de 257,7 milhões de reais nos três primeiros meses do ano, 8,7 por cento abaixo de igual etapa do ano passado.

Leer Más

Justiça confisca contas do Estado do Rio para pagar duodécimo da Defensoria

Por: SentiLecto

O Tribunal de Justiça do Rio determinou o arresto de R$ 50 milhões das contas do Governo do Estado para o pagamento do duodécimo de abril da Defensoria Pública do Estado. A Secretaria de Estado de Fazenda confirmou o confisco em a tarde de esta sexta-feira.

Leer Más

Klabin vai ter pelo menos cinco trimestres de forte crescimento do Ebitda, declara Schvartsman

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO – A Klabin ainda tem pela frente pelo menos cinco trimestres de forte crescimento na geração de caixa, impulsionada por progressões de custos de seus produtos e por ganhos de eficiência, alegou nesta sexta-feira o presidente demissionário da produtora de papel para embalagens e de celulose, Fabio Schvartsman.

Leer Más

Correios: TST decide que 80% dos trabalhadores têm que trabalhar durante greve

Por: SentiLecto

O Tribunal Superior do Trabalho , em decisão da ministra Maria Cristina Peduzzi, determinou que pelo menos 80% dos empregados dos Correios de cada unidade continuem trabalhando a despeito da greve. Caso o platô não seja satisfeito, a multa calculada é de R$ 100 mil por dia.

Leer Más