Googlelogoi.png

Google e Facebook intensificam seu duopólio no anúncio digital nos EUA

Foto: Wikipedia – Googlelogoi

Google e Facebook estão aprofundando o domínio que têm sobre o mercado de anúncio digital dos EUA. O duopólio das companhias sobre a receita de anúncios digitais aumentará este ano, respondendo por mais da metade dos gastos estimados em 83 bilhões de dólares, uma ampliação de 15,9% em relação a 2016, de acordo com um novo relatório da eMarketer.

Google Inc. é uma companhia multinacional de serviços online e programa dos Estados Unidos.

Google Inc. é uma companhia multinacional de serviços online e programa dos Estados Unidos.

O Google continua dominando o anúncio nos dispositivos de busca e a quota de anúncios display e o Facebook está aumentando em anúncio nos equipamentos móveis. As projeções são as de que o Google, que tem um grande problema a enfrentar: a receita de anúncios digitais do Facebook está aumentando mais do dobro da taxa de crescimento da gigante das buscas, enquanto o Facebook fique com 19,7% do mercado, conclua o ano com 40,7% do mercado de anúncios digitais nos EUA. Enquanto o Google deverá ampliar cerca de 15%, o Facebook deve ampliar as receitas publicitárias este ano em 32% , a companhia calcula. [Nota do editor: Em números absolutos, 15% de um bolo de 40,7% do mercado ainda pode ser bastante maior que 32% de 19,7%. A checar].

Segundo a gigante de Mountain View, o sistema de IA conseguiu obter 89% de taxa de acerto, superior a taxa obtida pelos médicos, no caso 73%. O Google se adiantou ao declarar que a tecnologia não tem como objetivo trocar médicos e equipes, mas sim agilizar o processo de diagnóstico e, consequentemente, antecipar tratamentos – algo crucial para a recuperação de pacientes.

Na quarta-feira 08 de março o Open Internet Project , cujos membros incluíam a Axel Springer e o Getty Images, havia acusado o Google, controlado pela holding Alphabet, de impor limitações anticompetitivas aos fabricantes de smartphones do sistema operacional Android, registrando a sua segunda queixa contra a gigante norte-americana de tecnologia.

“Os usuários do Facebook estão cada vez mais cativados por vídeos na plataforma – não somente no Facebook, mas também no Instagram”, escreveu a analista Monica Peart, analista do eMarketer. “O vídeo, ao vivo e gravado, é um fator chave para o engajamento dos usuários e o entusiasmo dos anunciantes”.

Os negócios de anúncios de display do Facebook nos Estados Unidos têm que chegar a 16,33 bilhões de dólares este ano e capturar 39,1% do mercado, com Google, Yahoo e Twitter em queda. A participação do Google no mercado de displays vai cair para 12,5%, com receita de US $ 5,24 bilhões, de acordo com os dados do eMarketer. E é aí que mora o perigo. Por enquanto, as receitas com anúncio em busca têm desequilibrado em defesa do Google.

Na sua vez, ao Extra, o Google informou que vedou a visão frontal do homem logo que soube da captação dessa imagem. A ação faz parte de uma política da companhia de remover imagens, vídeos e links que mostrem conteúdo impróprio. Nada relacionado a pedidos ou inquéritos correntes da Justiça brasileira.Usuários ainda poderão acessar o Hangouts utilizando suas contas do Google, onde o recurso ainda aparecerá na barra lateral do Gmail na área de trabalho, mesmo depois de ser dividido entre Chat e Meet, de acordo com Scott Johnston, diretor de gerenciamento de produtos do Hangouts.

Peart escreveu: “O domínio do Google em busca pesquisa, especialmente na busca móvel, é em grande parte proveniente da crescente tendência dos consumidores a recorrerem aos seus smartphones para procurarem tudo, desde os detalhes de um produto até direções”.

Por outro lado, por enquanto, o projeto ainda está em período de pesquisa e não tem uma data calculada para ser comercializado como o Watson IBM, sistema de computação cognitiva que já conseguiu identificar um caso raro de câncer e está sendo adotado em alguns centros de pesquisa e clínicas mundo afora.

Outro em posição de “crescimento explosivo este ano” é o Snapchat, com as receitas de anúncios dos EUA saltando 157,8%, para 770 milhões de dólares, calcula a eMarketer, encarnando 1,3 por cento do mercado de anúncios móveis dos EUA este ano.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Google e Facebook intensificam seu duopólio no anúncio digital nos EUA
>>>>>Google consegue diagnosticar câncer de mama usando inteligência artificial – March 13, 2017 (Idgnow-pt)
>>>>>>>>>Novas imagens do campus da Google em Mountain View – March 09, 2017 (archdailybrasil-pt)
>>>>>Google bloqueia acesso a trecho de rua que flagra homem armado no Street View – March 14, 2017 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Google amplia foco corporativo do Hangouts, mas mantém serviço para usuários finais – March 15, 2017 (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Google 100 160 ORGANIZATION 12 O Google: 2, Google_Inc.: 2, (tacit) ele/ela (referent: O Google): 2, o Google: 5, (tacit) ele/ela (referent: o Google): 1
2 Facebook 0 0 ORGANIZATION 4 O Facebook: 1, o Facebook: 3
3 Monica Peart 0 0 PERSON 3 Peart: 1, a analista Monica_Peart: 1, (tacit) ele/ela (referent: Peart): 1
4 Snapchat 0 0 ORGANIZATION 3 o Snapchat: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Snapchat): 2
5 busca 0 0 NONE 3 busca: 1, busca pesquisa: 1, a busca móvel: 1
6 dólares 0 0 NONE 3 dólares: 3
7 emarketer 0 0 NONE 3 eMarketer: 3
8 publicidade 0 0 NONE 3 a publicidade: 1, publicidade: 2
9 receitas 0 45 NONE 2 as receitas publicitárias: 1, as receitas: 1
10 Open Internet Project 0 0 ORGANIZATION 2 o Open_Internet_Project: 2