Applefirstlogo.png

Primeiras impressões: colocamos as mãos no novo iPhone X

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Apple first logo

Apesar de só chegar aos usuários dos EUA e outros países em novembro, o iPhone X é real – sem previsão de lançamento no Brasil por enquanto. Pude utilizar o aparelho por alguns minutos após o acontecimento da Apple nesta terça-feira, 12/9, no novíssimo Steve Jobs Theater.

Tudo depende de como a Apple irá planejar sua linha daqui para frente. Mas recorde-se que a Microsoft pulou do Windows 8 para o Windows 10. Então aparentemente as companhias de tecnologia não gostam bastante do número 9.Por que? Bom, só vamo saber isso sem dúvida até escutarmo da própria Apple, mas presumivelmente é uma referência ao fato de 2017 marcar o aniversário de 10 anos do seu icônico smartphone. Vale recordar que a Apple abandonou recentemente a utilização do “X” na nomenclatura dos sistemas do Mac, então não haveria nenhuma confusão com os seus desktops/laptops.

Na quinta-feira 31 de agosto o aguardado novo iPhone já tem data para chegar: 12 de setembro. Isso porque a Apple havia anunciado nesta quinta-feira, 31/8, um acontecimento para a data com um convite especial .

Apple Inc. é uma companhia multinacional norte-americana que tem o objetivo de projetar e comercializar produtos eletrônicos de consumo, programa de computador e computadores pessoais.

Minha primeira impressão, de muitas formas, é que esse é o iPhone que a Apple sempre desejou fazer – um com a parte frontal quase toda coberta por uma tela. E que tela! Um display OLED colorido e brilhante que a companhia afirma ser o melhor já utilizado em um iPhone.

Sem botão home, sem problema

A saída do botão Home físico vai exigir adaptação pelos usuários, mas o processo terá que ser fácil. Descia meu dedão instintivamente em busca do botão – mas então, ao perceber que estava em um iPhone X, simplesmente redirecionava meu polegar para deslizá-lo de baixo para cima na tela, como faria para acionar a Central de Controle, quandodesejavaa mudar os apps. Um rápido deslizar de dedos e o app atual vai embora, sendo trocado pela tela inicial.

De maneira parecida, um toque duplo no botão de dormir/acordar para acionar o Apple Pay pareceu natural, assim como segurá-lo apertado por um momento para acionar a Siri. Penso que os usuários do iPhone X não vão sentir falta do botão Home por muito tempo.

Não consegui treinar o iPhone X para reconhecer minha facezinha para o Face ID, mas a funcionária da Apple que estava me acompanhando já tinha feito isso. Quando ela olhava para a tela, e o Facebook pareceu funcionar bastante bem com ela para desbloquear a tela inicial – e somente – mas há algumas coisas a indicar. Algumas vezes a tela ia `dormir` antes dela desbloquear o aparelho, e mais do que uma vez ela apertou o botão lateral sem desejar e acionou a Siri. Vai ser possível ver como o recurso se sai em diferentes situações, quando tivermos o aparelho para testes inteiros.

Depois que o iPhone X foi desbloqueado, tive alguns minutos para brincar com as novas imagens Animoji, da Apple, que utilizam o facezinha das pessoas para estimular ícones fofos de emojis. Essa ferramenta é assombrosamente divertida e suspeito que se a utilizará para instituir memes e mais memes muitos vídeos caseiros divertidos.

Há uma pequena faixa na parte superior da frente do smartphone que traz o sistema de câmeras TrueDepth, o alto-falante, o microfone e mais coisas, apesar de o iPhone X possivelmente ser mencionado pela maioria das pessoas como um aparelho com a tela cobrindo toda a sua parte fronta, esse não é realmente o caso. A câmera traseira agora tem um novo e maior sensor de 12MP, que conta também com estabilização óptica de imagem.A Apple realça que instituiu uma engine neural dedicada para que o agradecimento facial seja feita de maneira rápida em tempo real. Segundo a empresa, essa técnica é bastante mais seguro do que o leitor de impressão digital, com somente 1 possibilidade em 1 milhão de uma outra pessoa conseguir destravar seu iPhone ao olhar para a câmera frontal dele.

É um pouco estranho ter essa pequena faixa ali, ou talvez seria mais preciso dizer que é um pouco estranho ter uma tela ativa em torno desta faixa. Você pode deslizar o dedo a partir do canto superior direito da tela para abrir a Central de Controle, por exemplo.

De qualquer maneira, o iPhone X é familiar. Quando você o segura, é inegavelmente um iPhone. Mesmo não tendo um botão Home físico que já foi a marca registrada dos smartphones da Apple. Em breve publicamos uma análise mais completa do equipamento.

Fonte: Idgnow-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Primeiras impressões: colocamos as mãos no novo iPhone X
>>>>>Especial: tudo o que já sabemos sobre o novo iPhone X, que chega em 12/9 – (Idgnow-pt)
>>>>>iPhone 8 ganha tela True Tone e melhorias de câmera e chip – (Idgnow-pt)
>>>>>Apple lança iPhone X com tela sem bordas e sem botão Home por US$1 mil – (Idgnow-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Apple 25 0 ORGANIZATION 6 Apple_Inc.: 1, A Apple: 1, a Apple: 3, a própria Apple: 1
2 eu 0 0 NONE 6 (tacit) eu: 5, me: 1
3 Iphone X 80 0 ORGANIZATION 5 O Iphone_X: 1, o Iphone_X: 3, um Iphone_X: 1
4 tela 0 0 NONE 5 tela: 2, uma tela: 1, a tela: 2
5 companhia 80 60 NONE 4 a companhia: 1, a empresa: 1, uma empresa multinacional norte-americana: 2
6 nós 80 0 NONE 4 (tacit) nós: 4
7 Iphone 0 0 PERSON 4 um Iphone: 2, o aguardado novo Iphone: 1, seu Iphone: 1
8 forma 80 0 NONE 3 forma parecida: 1, qualquer forma: 1, forma rápida: 1
9 botão 0 0 NONE 3 botão home: 1, o botão lateral: 1, o botão: 1
10 parte 40 0 NONE 2 a parte frontal: 1, toda_a sua parte fronta: 1