Turismo150.png

MTur deseja parceiros privados para administração de patrimônios

Foto: Wikipedia – Turismo150

– O Ministério do Turismo deseja seguir os passos portuenses no que se refere à gadministraçãode patrimônios históricos e culturais. Aqui, segundo o secretário-executivo do MTur, Alberto Alves, que esteve reunido com o domo do Turismo de Portugal e da DGPC para compreender a forma como se deram as parcerias entre governo e empresariado para a administração dos patrimônios do país europeu – do encontro também participou a Kátia Bogéa, a Direção Geral do Patrimônio Cultural buscou parceiros na iniciativa privada para a gestão de equipamentos como monumentos, palácios e fortalezas. Kátia Bogéa, é presidente do Iphan . Ele avalia que o Brasil pode fazer o mesmo para cuidar, por exemplo, do centro histórico de São Luís, do Pelourinho e das cidades históricas mineiras. “Aprendemos que o Turismo é o setor que cuida dos patrimônios e precisamos andar juntos para que o trabalho tenha conseqüência”, analisa Alves. Segundo ele, o MTur também teve acesso à legislação que em Portugal possibilitou as parcerias. “Aquilo que pudermos privatizar, faremos. Aquilo que puder fazer PPP, faremos”, prosseguiu o secretário em relação ao que pretende implementar no Brasil. Entre 4 e 7 de abril, o Ministério do Turismo vai promover um seminário em Recife para tratar dos patrimônios brasileiros. O acontecimento vai ter a presença dos ministros da Cultura e da Defesa e do secretário do Patrimônio da União . Alex Souza, especial para o Portal PANROTAS

Além disso, outra ação tomada pela nova diretoria da ABTLGBT foi a reformulação do site, mais interativo e com o objetivo de se tornar uma referência em conteúdo LGBT. O diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, Gilson Lira, elogiou e demonstrou o suporte do órgão à ação: “O conteúdo é o grande diferencial da entidade, e integraremos essa plataforma, bastante mais interativa, ao site Visit Brasil, portal da Embratur que promove destinos nacionais para turistas do Exterior” alegou Lira.Outro foco da nova visão da associação é a capacitação não somente de agentes especializados no público LGBT, mas nos profissionais do trade geralmente, para que todos os setores do Turismo tenham a facilidade e conhecimento de lidar com o segmento. “Até ano passado, a Abrat investia só em agências especializadas, mas clientes LGBT hoje procuram diversas espécies de agência, operadora, hotelaria e empresas aéreas, e é importante que todos estejam capacitados para receber esta espécie de público, além de saber quais produtos e destinos são mais recomendados ou receptivos para a espécie de Turismo que buscam” explicou o presidente da entidade.Para inscrever o projeto, os órgãos públicos têm que comprovar a personalidade tradicional e de notório conhecimento popular e gratuito do acontecimento.No último episódio arremessado, realçando o segundo destino mais procurado pelos brasileiros no verão, o MTur mostrou como a hotelaria impacta positivamente a economia. O ministério realça: “O segmento é culpada por 350 mil empregos formais e 1,5 milhão de profissões indiretas em todo o Brasil”.

Na quinta-feira 16 de fevereiro Órgãos ou entidades das gestões públicas federal, estadual, municipal ou distrital que buscavam suporte financeiro do Ministério do Turismo para a execução de acontecimentos já podiam inscrever seus projetos no Sistema de Convênios do Governo Federal.

Ministério do Turismo objetiva “desenvolver o turismo como atividade econômica auto-sustentável em geração de empregos e divisas, proporcionando inclusão social”.

Fonte: Panrotas

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil, Portugal

Cities: Sao Luis, Recife

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>MTur deseja parceiros privados para administração de patrimônios
>>>>>Com apoio do MTur, Abrat GLS visa capacitar trade geral – (Panrotas)
>>>>>MTur abre inscrições para financiamento de eventos – (Panrotas)
>>>>>MTur lança Websérie de Verão para promover destinos – (Panrotas)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Ministério do Turismo 60 0 ORGANIZATION 7 (tacit) ele/ela (referent: O Ministério_do_Turismo): 3, o Ministério_do_Turismo: 1, Ministério_do_Turismo: 1, Ele (referent: O Ministério_do_Turismo): 1, O Ministério_do_Turismo: 1
2 nós 25 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
3 aquilo 0 0 NONE 4 Aquilo: 4
4 MTur 80 0 ORGANIZATION 3 o MTur: 3
5 portal de a embratur 120 0 NONE 2 portal de a Embratur: 2
6 legislação 80 0 NONE 2 a legislação: 2
7 LGBT 0 0 ORGANIZATION 2 o público LGBT: 1, LGBT: 1
8 Turismo 0 0 ORGANIZATION 2 ele (referent: o Turismo): 1, o Turismo: 1
9 destinos 0 0 NONE 2 destinos nacionais: 1, destinos: 1
10 evento 0 0 NONE 2 O evento: 1, o evento: 1