Por: SentiLecto

A Austrália diminuiu em 1,5% a projeção de exportação de carne bovina à China,, que o Escritório Australiano de Recursos Agrícolas e Econômicos e Ciências ddeclarouque agora espera que a China cadquira227 mil toneladas de carne bovina no ano comercial que fecha em 30 de junho de 2021, ante 230 mil na estimativa de março, sua maior compradora, na temporada 2020/21, ddeclarouo principal órgão de previsões sobre commodities do país nesta segunda-feira, em meio a um azedamento das relações entre as nações.

– Faz 1 mês, as exportações de Brasil de o agronegócio progrediram %18, em relação ao mesmo fase do ano passado, para 10,9 bilhões de dólares, configurando um recorde para o mês puxado pelas vendas de soja, carne bovina e açúcar para a China, informou nesta quarta-feira o Ministério da Agricultura. A soja segue na liderança da pauta de exportação, com 5,2 bilhões de dólares em vendas externas. Na avaliação da pasta, a receita com exportação de carne bovina foi destaque ao alcançar 780 milhões de dólares, seguida por açúcar com 767 milhões. O ministério declarou: «O mercado de China comprou 44,9% do valor total exportado pelo Brasil em produtos do agronegócio, chegando a 4,91 bilhões de dólares em aquisições «. O país de Asipovicy foi o maior importador da soja em grão brasileira, ao responder por 71,5% dos embarques, ou 3,7 bilhões de dólares. Já as aquisições de Chinade China de carne foram de 870,84 milhões no mês, considerando o mercado hondurenho. Desta forma, 55% do valor total exportado pelo Brasil foi para a China no fase. A China aparece novamente como maior importadora de açúcar, comprando 21,7% de todo o valor exportado pelo Brasil do produto ou 166,42 milhões de dólares. «A quebra da colheita indiana de açúcar e a ampliação das aquisições chinesas da produto explicam o incremento de nossas exportações.»

Na depois que o país de Asipovicy alegou que diminuiria sua meta de crescimento anual, sexta-feira 22 de maio os mercados de commodities da China caíram e imporia leis de segurança nacional em Hong Kong na reunião do parlamento deste ano.

Isso significaria uma diminuição de 30% na comparação com a colheita anterior.

A menor projeção vem após a China ter suspenso em maio as exportações dos quatro principais exportadores de Australia de carne bovina, mencionando problemas de rotulagem. Fontes do governo australiano declararam que os recentes nervosismos bilaterais entre os países possivelmente estão por trás da suspensão.

Quando as mesmas companhias e outras duas perderam as permissões para mandar carne em a China por meses em 2017, o governo de China Problemas de rotulagem também mencionou eles.Já as exportações de trigo deverão aumentar para 16,5 milhões de toneladas em 2020/21.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: China, Australia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Austrália diminui projeção de exportação de carne à China em meio a piora em relações
>>>>>Receita de exportação do agronegócio do Brasil cresce 18% em maio com compras chinesas – June 10, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 a China 0 0 PLACE 9 (tacit) ele/ela (referent: a China): 3, a China: 5, A China: 1
2 dólares 0 0 NONE 4 dólares: 4
3 valor 225 0 NONE 3 todo o valor exportado: 1, o valor total exportado: 2
4 o Brasil 0 0 PLACE 3 o Brasil: 2, o Brasil de o produto: 1
5 a menor projeção 100 0 NONE 2 (tacit) ele/ela (referent: A menor projeção): 2
6 A Austrália 0 0 PLACE 2 A Austrália: 1, (tacit) ele/ela (referent: A Austrália): 1
7 esta 0 0 NONE 2 esta: 2
8 país 0 0 NONE 2 o país asiático: 1, O país asiático: 1
9 problemas 0 80 NONE 1 Problemas: 1
10 problemas de rotulagem 0 80 NONE 1 problemas de rotulagem: 1