Por: SentiLecto

– Depois que um indicador de confiança empresarial da Alemanha mostrou recuperação em maio, os índices acionários europeus fecharam em alta em dia de baixo volume nesta segunda-feira , com resultados corporativos positivos auxiliando o sentimento. O índice de Alemania DAX subiu 2,9%, para o nível mais alto desde 6 de março, recuperando quase 38% ante a mínima deste ano. Enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 1,47%, o índice FTSEurofirst 300 subiu 1,47%, a 1.347 pontos , a 345 pontos. O índice da zona do euro concluiu com alta de 2,1%. O volume de negociações foi baixo de maneira geral com os mercados nos Estados Unidos, Reino Unido e alguns países asiáticos fechados por feriado. Pesquisa do Instituto Ifo mostrou que a confiança empresarial alemã se recuperou em maio após forte queda no mês anterior, com a atividade gradualmente voltando ao normal após semanas de limitações devido ao coronavírus. Faz 1 mês, o índice progrediu para 79,5, melhor do que o esperado, de 74,2 em abril. «A alta é sem dúvida boa notícia, já que propõe que a queda no sentimento parou em maio, e portanto passou pelo seu pior em abril», escreveu Thomas Strobel, economista do UniCredit. Depois que o governo de Alemania aprovou um pacote de 9 bilhões de euros, a Lufthansa saltou 7,5% e uma porta-voz da companhia declarou que ela recomeçará os voos a 20 destinos a partir de meados de junho. Em LONDRES, o índice Financial Times permaneceu fechado. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 2,87%, a 11.391 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,15%, a 4.539 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,61%, a 17.595 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 2,38%, a 6.856 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,84%, a 4.276 pontos.

– Os casos de coronavírus no mundo superaram a marca de 5 milhões nesta quarta-feira, com a América Latina ultrapassando Estados Unidos e Europa na última semana ao registrar a maior parcela de novos casos diários globalmente. Isso encarna um novo período na disseminação do vírus, que atingiu o auge inicialmente na China em fevereiro, antes de surtos em grande escala na Europa e nos Estados Unidos. A América Latina encarnou cerca de um terço dos 91.000 casos relatados no começo desta semana. Europa e Estados Unidos foram responsáveis por pouco mais de 20% cada. Grande parte desses novos casos veio do Brasil, que recentemente superou Alemanha, França e Reino Unido, tornando-se o terceiro país com maior número de casos no mundo, atrás dos Estados Unidos e da Rússia. Os casos no Brasil estão ampliando a um ritmo diário que o coloca em segundo lugar em termos de velocidade da pandemia, perdendo somente para os Estados Unidos. Faz 4 meses, os primeiros 41 casos de coronavírus em o mundo foram confirmados em Wuhan, em a China, e Faz 1 mês, tardou até 1º para atingir o primeiro milhão de casos. Desde então, cerca de 1 milhão de novos casos são relatados a cada duas semanas, de acordo com contagem da Reuters. Com mais de 5 milhões de casos, o vírus infectou mais pessoas em menos de seis meses do que o total anual de casos graves de gripe, que a Organização Mundial da Saúde estima em torno de 3 milhões a 5 milhões em todo o mundo. Embora o número real tenha que ser maior, a pandemia já matou mais de 326.000 pessoas , já que se restringem os testes ainda e muitos países não incluem mortes fora dos clínicas nas contas oficiais. Se a registrou mais de a metade de o total de mortes em a Europa. Apesar do ampliação contínua de casos, muitos países estão abrindo escolas e locais de trabalho após semanas de isolamento para conter a disseminação. Resultados iniciais promissores também foram levemente impulsionados os mercados financeiros de o primeiro teste de vacina em seres humanos em os EUA. REUTERS PF- A prévia da confiança da indústria sinaliza alguma recuperação em maio diante da mudança nas expectativas dos investidores em relação aos próximos meses, de acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas . Segundo a prévia da Sondagem da Indústria, o Índice de Confiança da Indústria vai saltar 2,4 pontos em maio, a 60,6 pontos, depois de ter registrado queda lembre a nova mínima da série histórica no mês de abril. [nL1N2CH0S3] A FGV declarou em nota que «a leve alta da confiança em maio é resultado de uma reavaliação das expectativas dos empresários para os próximos três e seis meses». O Índice de Expectativas — que mede a percepção sobre o futuro da indústria — deve exibi alta de 4,6 pontos, para 54,2 pontos, o que seria uma devolução de 10% da perda padecida em abril. Já o Índice de Situação Atual tem que ficar praticamente estável, subindo de 67,4 pontos para 67,7 pontos no mês de maio. O cenário se dá num momento de incerteza diante das medidas de contenção da pandemia de coronavírus, que interromperam as atividades empresariais e frearam os gastos do consumidor em todo o mundo.Uma vez que o regresso gradual às atividades normais após semanas de isolamento melhora as expectativas entre as ecompanhias a confiança empresarial alemã se recuperou em maio, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira, recuperando-se da maior queda já registrada no mês anterior.Na quinta-feira 14 de maio – Uma onda de vendas atingiu as ações europeias nesta quinta-feira, em meio a temores dos investidores sobre uma desaceleração econômica estendida devido à pandemia de coronavírus, levando os bancos da zona do euro a mínimas históricas durante a sessão. O índice FTSEurofirst 300 .FTEU3> caiu 2,11%, a 1.279 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 .STOXX> perdeu 2,17%, a 327 pontos, atingindo seu nível mais baixo desde 22 de abril. Depois de se recuperar acentuadamente de uma mínima de meados de março com a assistência de medidas maciças de estímulo, o STOXX 600 acumulava queda de cerca de 4% em maio devido a preocupações em relação à pchancede um abrandamento precoce dos bloqueios por certos países cprovocaruma segunda onda de infecções. Esses temores foram ainda mais intensificados pelo chairman do Federal Reserve, Jerome Powell — que advertiu sobre uma recessão pior do que qualquer outra desde a Segunda Guerra Mundial –, e pela Organização Mundial da Saúde, que alegou que o coronavírus podia jamais sumir. Os setores de varejo .SXRP>, alimentação e bebidas .SX3P> e industrial .SXAP> lideraram as quedas entre os setores da Europa. O índice de volatilidade do Euro STOXX 50 .V2TX>, também conhecido como o medidor de medo do mercado de ações, atingiu seu nível mais alto desde 5 de maio. Em LONDRES, o índice Financial Times .FTSE> recuou 2,75%, a 5.741 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX .GDAXI> caiu 1,95%, a 10.337 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 .FCHI> perdeu 1,65%, a 4.273 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib .FTMIB> teve desvalorização de 1,84%, a 16.867 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 .IBEX> registrou baixa de 1,29%, a 6.545 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 .PSI20> desvalorizou-se 2,91%, a 3.958 pontos.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United Kingdom, United States, Portugal, Germany, France

Cities: Paris, London, Lisbon, Frankfurt

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Ações na Alemanha saltam após recuperação da confiança no país e índices europeus sobem
>>>>>Casos de coronavírus no mundo ultrapassam 5 milhões; infecções sobem na América do Sul – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Prévia da confiança da indústria indica leve recuperação em maio, diz FGV – May 21, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>IGP-10 desacelera alta a 0,07% em maio, diz FGV – May 18, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Mercados acionários europeus disparam com esperanças de recuperação impulsionando setores cíclicos – May 18, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Índices acionários da China fecham em alta por expectativa sobre vacina e recuperação econômica – May 19, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>China deve acelerar compras de produtos agrícolas dos EUA, diz executivo da Cofco – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Wall St encerra com fortes ganhos com esperanças de recuperação compensando medos pandêmicos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>China diz que relações bilaterais estáveis com EUA são de interesse mútuo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Confiança empresarial alemã se recupera em maio com alívio de restrições por coronavírus – May 25, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pontos 0 0 NONE 19 345 pontos: 1, 1.279 pontos: 1, 67,7 pontos: 1, 1.347 pontos: 1, 67,4 pontos: 1, 60,6 pontos: 1, 6.545 pontos: 1, 4.539 pontos: 1, 3.958 pontos: 1, 16.867 pontos: 1, 4.273 pontos: 1, 6.856 pontos: 1, 17.595 pontos: 1, 10.337 pontos: 1, 2,4 pontos: 1, 5.741 pontos: 1, 11.391 pontos: 1, 4.276 pontos: 1, 327 pontos: 1
2 índice 125 0 NONE 11 O índice FTSEurofirst 300: 1, o índice: 6, o índice pan-europeu: 2, O índice: 1, O índice alemão: 1
3 queda 80 0 NONE 5 a queda: 1, forte queda: 1, a maior queda: 1, queda: 2
4 esta 0 0 NONE 5 esta: 5
5 alta 80 0 NONE 4 alta de %2,38: 1, alta de %2,1: 1, alta: 1, A alta: 1
6 STOXX 60 0 ORGANIZATION 4 o STOXX: 1, STOXX: 3
7 o Brasil 0 0 PLACE 4 o (referent: o Brasil): 1, o Brasil: 3
8 os Estados_Unidos 0 0 PLACE 4 Estados_Unidos: 1, os Estados_Unidos: 3
9 LISBOA 0 40 PLACE 3 LISBOA: 2, (tacit) ele/ela (referent: LISBOA): 1
10 DAX 0 0 ORGANIZATION 3 DAX: 1, o índice DAX: 2