Por: SentiLecto

Faz 11 meses, o prazo final para entrega de a declaração de o Imposto de Renda 2021, com base passou de 30 de abril para 31 de maio, informou ontem a Receita Federal. O programa de restituição, porém, fica conservado, com o primeiro lote calculado também para 31 de maio.

Segundo dados divulgados no último ano pela Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, admissões por contrato intermitente dobraram entre 2018 e 2019, passando de 71.456 para 155.422. Não há dados sobre 2020, mas o crescimento pode ter sido ainda maior.

Na quarta-feira 17 de março quanto antes o contribuinte mandar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2021, mais cedo receberá a sua restituição, caso tenha direito. A Receita Federal realizava a devolução do dinheiro em uma ordem de b, e determinava em qual deles o contribuinte seria incluído baseado na data em que foi feita a prestação de contas.

Faz 3 dias, em razão de o deferimento anunciado por a Receita, o contribuinte que desejar pagar imposto devido via débito automático desde a primeira cota vai dever solicitá-o até o dia 10 de maio — o prazo anterior era.. Quem mandar a declaração após esta data deverá pagar a primeira cota por meio do Documento de Arrecadação de Receitas Federais , sem prejuízo do débito automático das demais cotas.

Prorrogaram-se os prazos de entrega de a Declaração Final de Espólio também para 31 de maio e de a Declaração de Saída Definitiva do País, assim como o vencimento de o pagamento de o imposto relativo a elas.

Adotou-se a extensão de os prazos para suavizar os obstáculos impostos por a pandemia. Segundo a Receita, a medida busca proteger a sociedade, evitando que formem-se aglomerações em as unidades de atendimento e demais estabelecimentos procurados pelos cidadãos para obter documentos ou assistência profissional.

Com o agravamento da pandemia da Covid-19, também tramita no Congresso um projeto para protelar a entrega da declaração do IR para 31 de julho. O texto já passou pela Câmara e o Senado aprovou em a última terça-feira ele. Mas, como padeceu mudanças na Casa, deverá voltar para análise dos deputados federais.

Relator da proposta no Senado, senador Plínio Valério exibiu mudança na matéria aprovada pelos deputados para diminuir de oito para seis o número de parcelas para aqueles que têm saldo do imposto a pagar. O objetivo, segundo ele, é evitar que haja efeito negativo do caixa no ano que vem.

CALENDÁRIO DA RESTITUIÇÃO FICOU DIFERENTE?

Cheque as datas :, se o conservou não,

5º lote: 30 de setembro.

O QUE MUDOU ENTÃO?

Faz 11 meses, o prazo final para a entrega de a declaração passou para 31 de maio.

O pagamento de imposto também teve sua data modificada: a primeira cota via débito automático deve ser requerida até o dia 10 de maio.

PARA PARCELAR COMO EU FAÇO?

Existem duas maneiras de realizar esse pagamento: de uma só vez ou parcelar com juros. Caso não diga até o dia de hoje, para quem for quitar os tributos devidos de maneira parcelada , a alternativa de débito automático vai estar disponível somente a partir da segunda parcela, do mês de maio. A primeira terá que ser paga por meio do Darf emitido no próprio programa do IRPF 2021. Quando o valor do imposto é, o parcelamento só pode ser feito de, no mínimo, R$ 100. O número máximo de parcelas é de oito, cada uma pelo menos R$ 50.

QUEM PRECISA RESTITUIR O IMPOSTO?

No informe de impostos anuais, os contribuintes têm que incluir todos os rendimentos, bens e gastos para que a Receita analise o que for tributável e desconte despesas consideradas dedutíveis. O resultado é a base de cálculo do imposto, que vai definir a alíquota aplicada sobre valores com incidência de tributos, declarando quanto deve se pagar de Imposto de Renda naquele ano.

— Imaginaremos, por exemplo, que uma pessoa é intermitente para um ou mais prestadores de serviço e também recebeu ajudinha emergencial. for acima de R $ 22.847,76, não somente a delcarar, como também devolver essa vantagem, se a vai obrigar se a soma de os rendimentos de o trabalho de.

QUEM TEM DIREITO A RESTUTUIÇÃO?

Considera-se o motorista de aplicativo em o Brasil um profissional autônomo que não tem vínculo empregatício com as plataformas que usa, para se conectar com seus passageiros. Desse modo, tem que fazer, por conta própria, o cálculo do que deve dizer no Imposto de Renda.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: Brazil, Algeria

Cities: Saida

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Cheque as mudanças no Imposto de Renda 2021
>>>>>IR 2021: Fez trabalho intermitente em 2020? Veja quando e o que é preciso para fazer a declaração – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 40 NONE 8 (tacit) eu: 8
2 contribuinte 0 0 NONE 4 o contribuinte: 4
3 quem 80 0 NONE 3 quem: 3
4 Da Calendário Restituição 0 0 PERSON 3 Calendário_Da_Restituição: 1, (tacit) ele (referent: Calendário_Da_Restituição): 1, (tacit) ele/ela (referent: Calendário_Da_Restituição): 1
5 Receita 0 0 ORGANIZATION 3 a Receita: 3
6 Receita Federal 0 0 ORGANIZATION 3 A Receita_Federal: 1, a Receita_Federal: 1, (tacit) ela (referent: A Receita_Federal): 1
7 prazo 0 0 NONE 3 O prazo final: 2, o prazo anterior: 1
8 Câmara 0 75 ORGANIZATION 2 a Câmara: 1, (tacit) ele/ela (referent: a Câmara): 1
9 evitar 0 60 NONE 2 evitar: 2
10 direito 160 0 NONE 2 direito: 2