Por: SentiLecto

A oposição da Alemanha pediu nesta segunda-feira uma investigação parlamentar sobre o colapso da companhia de pagamentos Wirecard, após uma fraude mundial deixar um rombo no balanço que ficou anos sem ser descobrimento por auditores e reguladores.

O pedido de investigação aconteceu após a Alemanha declarar que cancelaria seu contrato com a companhia de vigilância contábil privada Frep, como resultado de um escândalo que o regulador financeiro BaFin classificou como «uma calamidade total».

A Wirecard entrou com pedido de insolvência na quinta-feira, com dívidas de quase 4 bilhões de dólares, depois de divulgar um buraco de 1,9 bilhão de euros em suas contas, que o auditor EY declarou ser o resultado de uma sofisticada fraude mundial.

Uma fonte próxima de negociações declarou que, ela falsificou dois terços das vendas,, embora a companhia tenha um núcleo saudável por isso não há como pagar todas as suas dívidas.

O membro liberal do parlamento Frank Schaeffler, que também faz parte do conselho de supervisão da Bafin, pediu o inquérito parlamentar e declarou acreditar que há deficiências estruturais e de pessoal no regulador financeiro.

«O fato da Bafin estar esperando 15 meses por um relatório do Frep, apesar de indícios de anormalidades, é absurdo», alegou. «É como atirar bolas de algodão em um elefante.»

Outro membro do conselho da BaFin e integrante do parlamento declarou que o governo alemão também deveria ser investigado, pois houve relatos frequentes de problemas em Wirecard.

A companhia de tecnologia financeira é a primeira do índice de Alemania de ações DAX a falir, somente dois anos após virar uma das 30 principais companhias listadas, valendo 28 bilhões de dólares.

Ele à Reuters ddeclarou «As fintechs que oferecem serviços financeiros precisam de supervisão apropriada».Um porta-voz do Ministério da Justiça declarou que o governo está analisando até que ponto a supervisão da auditoria deve ser reformada.

A implosão da Wirecard aconteceu sete dias após a EY, sua auditora por mais de uma década, se rejeitar a assinar o balanço de 2019, derrubando o presidente-executivo, Markus Braun.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Colapso da Wirecard faz parlamentares da Alemanha pedirem CPI
>>>>>Alemã Wirecard vai à falência com dívidas de cerca de US$4 bi – June 25, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Wirecard 0 80 ORGANIZATION 5 ela (referent: A Wirecard): 1, (tacit) ele/ela (referent: A Wirecard): 1, A Wirecard: 1, Wirecard: 2
2 Bafin 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: a Bafin): 1, (tacit) ele/ela (referent: a BaFin): 1
3 DAX 0 0 ORGANIZATION 2 ele (referent: DAX): 1, DAX: 1
4 Frank Schaeffler 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: o parlamento Frank_Schaeffler): 2
5 o membro liberal de o parlamento frank_schaeffler e 0 0 NONE 2 O membro liberal de o parlamento Frank_Schaeffler e: 2
6 fintechs 0 0 NONE 2 fintechs: 2
7 governo 0 0 NONE 2 o governo: 1, o governo alemão: 1
8 inquérito 0 0 NONE 2 um inquérito parlamentar: 1, a investigação parlamentar: 1
9 regulador 0 0 NONE 2 o regulador financeiro: 2
10 falir dois anos 0 80 NONE 1 falir dois anos: 1