Por: SentiLecto

Faz 1 mês, a criação de vagas de trabalho em os Estados Unidos retardou substancialmente, em meio a o ressurgimento de as infecções de Covid-19, o que fornece a evidência mais clara de que a recuperação econômica de a recessão provocada por a pandemia está vacilando.

Os dados do Departamento de Trabalho ampliam a pressão sobre a Casa Branca e o Congresso para agilizarem negociações de um segundo pacote de assistência econômica. A conversas têm caído em impasses sobre questões importantes como o tamanho de uma vantagem do governo para milhões de trabalhadores desempregados.

Enquanto milhares de companhias usavam empréstimos cedidos pelo governo para auxiliar no pagamento de salários, um complemento do auxílio-desemprego de 600 dólares semanais venceu na sexta-feira passada.

Chris Rupkey, economista-chefe do MUFG declarou: «A recuperação dos empregos está em um terreno bastante volúvel e, sem os cintos de segurança para os desempregados oferecidos pelo estímulo fiscal complementar, a economia pode ter uma jornada difícil pela frente». «Se o país dever continuar com o peso esmagador do desemprego em massa, não pode haver crescimento econômico sustentável.»

Foram instituídas 1,763 milhão de vagas de trabalho no mês passado, após recorde de 4,791 milhões em junho, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira. Ainda assim, há 12,9 milhões de empregos a menos que antes da pandemia. Faz 6 meses, o emprego em os EUA atingiu seu pico de 152,5 milhões de vagas.

Faz 2 meses, por outro lado, o subíndice de novas encomendas de o ISM, que menciona perspectivas, saltou para 61,5, máxima desde setembro de 2018, contra 56,4 em junho. A medida da pesquisa de pedidos pendentes nas fábricas se recuperou, assim como os pedidos de exportação.

Na embora essa retomada possa ser restringida pelo ressurgimento de casos de Covid-19, sexta-feira 31 de julho os gastos dos consumidores dos Estados Unidos ampliaram pelo segundo mês seguido em junho, deixando o consumo a percurso de uma recuperação no terceiro trimestre e pelava fim das vantagens ampliadas contra o desemprego.

A expectativa de economistas consultados pela Reuters era de criação líquida de 1,6 milhão de postos de trabalho em julho. Muitos declaram que julho foi possivelmente o último mês de ganhos de empregos relacionados à recontratação de trabalhadores após a reabertura de ecompanhiasno país.

Segundo pesquisa da Reuters, o relatório de emprego fora do setor agrícola tem que mostrar abertura de 1,485 milhão de vagas no setor privado em julho. Isso levaria o total de criação de postos de trabalho para 1,6 milhão, contra recorde de 4,8 milhão em junho.As contratações perderam força no mês passado em todos os setores. As folhas de pagamento para companhias de médio porte com 50 a 499 funcionários caíram em 25 mil. Desenvolve-se o relatório de a Adp em conjunto com a Moody’s Analytics.

A desaceleração do mercado de trabalho é mais uma má notícia para o presidente Donald Trump, que está ficando para trás nas pesquisas de opinião e atrás do ex-vice-presidente Joe Biden, o provável candidato do Partido Democrata para a votação presidencial norte-americana de 3 de novembro.

A economia, que entrou em recessão em fevereiro, padeceu seu maior golpe desde a Grande Depressão no segundo trimestre, com o Produto Interno Bruto caindo ao ritmo mais forte em pelo menos 73 anos.

Infecções pela enfermidade respiratória provocada pelo Covid-19 dispararam em todo o país no mês passado, forçando autoridades em algumas das áreas mais afetadas no Oeste e no Sul dos Estados Unidos a fechar companhias novamente ou suspender sua reabertura, mandando trabalhadores de volta para casa. A procura por bens e serviços no país reduziu.

A desaceleração no crescimento do emprego no mês passado aconteceu em todos os setores, com exceção do governo. A indústria de lazer e hospitalidade contratou 592 mil trabalhadores, respondendo por cerca de um terço dos empregos fora do setor agrícola. A maior parte das vagas foi em restaurantes e bares. O emprego no varejo aumentou em 258 mil vagas, com quase metade do ganho em lojas de roupas e acessórios.

Os gastos com projetos privados de construção caíram 0,7%. Os gastos em projetos residenciais recuaram 1,5%, ofuscando ganho de 0,2% nos gastos com estruturas não residenciais, como plantas industriais e usinas de energia. Os gastos com obras públicas tiveram queda de 0,7%.

Faz 2 meses, a taxa de desemprego norte-americana caiu a %10,2, de %11,1, mas o número tem sido pressionado para baixo por pessoas que se classificam incorretamente como «empregadas, mas ausentes do trabalho». Pelo menos 31,3 milhões de pessoas estavam recebendo auxílio-desemprego em julho.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Criação de vagas de trabalho nos EUA padece forte desaceleração em julho
>>>>>Atividade manufatureira nos EUA tem máxima em quase 1 ano e meio; gastos com construção voltam a cair – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Criação de vagas no setor privado dos EUA fica abaixo do esperado em julho, mostra ADP – August 05, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Gastos dos consumidores dos EUA sobem pelo 2º mês em junho – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Gastos dos consumidores dos EUA sobem pelo 2º mês em junho; renda volta a cair – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Gastos com construção nos EUA caem a mínima de 1 ano em junho – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Criação de vagas no setor privado dos EUA desacelera e déficit comercial recua – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 gastos 0 190 NONE 4 Os gastos: 3, os gastos: 1
2 Donald Trump 160 150 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: o presidente Donald_Trump): 2, o presidente Donald_Trump: 2
3 país 0 0 NONE 4 o país: 3, todo o país: 1
4 trabalho 0 0 NONE 4 trabalho: 3, o trabalho: 1
5 eu 0 40 NONE 3 (tacit) eu: 3
6 economia 0 25 NONE 3 a economia: 1, A economia: 2
7 empregos 0 0 NONE 3 os empregos: 1, empregos relacionados: 1, empregos: 1
8 pessoas 0 0 NONE 3 pessoas: 3
9 o subíndice de novas encomendas de o ism 180 0 NONE 2 o subíndice de novas encomendas de o ISM: 2
10 emprego 0 0 NONE 2 O emprego: 2