Por: SentiLecto

A Dataprev identificou um pedido de ajudinha emergencial em nome do General Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Se negou o pedido, já que o militar tem vínculo empregatício e renda familiar acima da permitida para recebimento de a vantagem. Em nota, o GSI, que informou que essas pessoas poderiam ser processadas, informou que «o pedido de auxílio-emergencial, em nome do General Augusto Heleno, constitui uma clara ação fraudulenta» e que «vai envidar os esforços legais necessários para identificar e delatar o autor da ação». Faz 1 mês, segundo o pilar de o jornalista Guilherme Amado o pedido foi feito em 7 de abril, processado por a companhia em o dia 12 de abril e chegou a ser enviado para a Caixa Econômica, em o dia 22 de abril.

Segundo a Caixa, o aplicativo está preparado para o acesso de cinco mil usuários por minuto, com uma espera média máxima de somente um minuto.Segundo a Caixa, serão realizados 311.637 créditos em contas da Caixa. Outras 93.526 vantagens serão creditadas em contas de outros bancos. Já considerando o grupo a ser beneficiado neste sábado, o banco vai ter liberado R$ 35,7 bilhões em pagamentos desde 9 de abril, para mais de 50 milhões de pessoas.O Ministério da Cidadania arremessou nesta segunda-feira um portal para facilitar a devolução das ajudinhas emergenciais recebidas indevidamente. Na semana passada, o Ministério da Defesa informou que 73.242 militares das Forças Armadas receberam a vantagem de R$ 600 pago pelo governo federal sem que tivessem direito. O endereço instituído pelo governo, porém, permite que qualquer pessoa que tenha recebido alguma parcela fora dos critérios estabelecidos faça a devolução.— O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto que aumenta as categorias que teriam direito ao da ajudinha emergencial de R$ 600, aprovado pelo Congresso Nacional. No entanto, vetou o aumento da vantagem para profissionais informais que não estão inscritos no Cadastro Único, como motorista de aplicativos, vendedores de porta a porta, pipoqueiros e ambulantes de praia. O governo também vetou a chance de homens solteiros chefes de família de receberem em dobro a vantagem emergencial. Pelas normas vigentes, somente mães chefes de família têm a prerrogativa para os R$ 1.200 da ajudinha emergencial. Já o presidente conservou a inclusão de adolescentes menores de 18 anos que forem mães em o rol de beneficiárias de a ajudinha. Na justificava para barrar as mudanças ao projeto feitas pelo Congresso, o governo alegou que a proposta de lei feria o principio da isonomia por privilegiar alguns ofícios em razão de outras. Ainda que o Congresso não especificou, o Executivo declarou qual seria a origem do orçamento nem o efeito da ampliação de despesa nas contas públicas. De acordo com o Ministério da Economia, exclusivamente a inclusão de pais solteiros poderia beneficiar 900 mil pessoas, com preço estimado em R$ 1,6 bilhão. Damares Regina Alve justificou o veto alegando que o aumento colocaria em risco o pagamento complementar nas mães solteiras, já que o Congresso não estabeleceu dispositivos para impedir que pais ausentes se colocassem como chefes de família de maneira fraudulenta para receber o benefícDamares Regina Alve justificou o veto alegando que o aumento colocaria em risco o pagamento complementar nas mães solteiras, já que o Congresso não estabeleceu dispositivos para impedir que pais ausentes se colocassem como chefes de família de maneira fraudulenta para receber a vantagem ao invés das mães que efetivamente cuidam das crianças. Damares Regina Alve é a ministra da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos. Damares Regina Alve é a ministra da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos.Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra A lei entra em forcita com a sanção, publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União, mas os vetos terão de ser analisados pelo Congresso. Os parlamentares podem conservar ou derrubar a resolução de Bolsonaro. Além do presidente, assinam a sanção com vetos os ministros da Economia, Paulo Guedes; da Cidadania, Onyx Lorenzoni; e da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, Damares Regina Alves. Na quinta-feira, Pedro Guimarães informou que a segunda parcela da ajudinha emergencial vai ser pago a partir da próxima segunda-feira para beneficiários do Bolsa Família. Pedro Guimarães é o presidente da Caixa. Pedro Guimarães também anunciou que a Caixa vai pagar, neste sábado, mais um ote referente à primeira parcela. Foram incluídos pessoas que tiveram inconsistências no cadastro e, por isso, ainda estavam com a vantagem pendente.

Na terça-feira 12 de maio a Dataprev informou que 14,7 milhões de cadastros para recebimento do auxílio-emergencial de R$ 600, realizados entre 23 a 30 de abril, estavam no período final de homologação pelos experts da Dataprev e do Ministério da Cidadania, e a previsão era que tenham a análise concluída até . Os resultados serão transmitidos à Caixa no mesmo dia para que o pagamento doasbvantagensaaprovadasseja processado.

Mande acusações, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra

A exibição dos dados pessoais do ministro viraram piada na internet, com internautas alegando que utilizariam a documentos para fazer cadastros em sites e até mesmo filiações a partidos políticos e clubes de futebol.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dataprev identifica falso pedido de ajudinha emergencial em nome do General Heleno
>>>>>Caixa libera auxílio emergencial para mais 405 mil pessoas neste sábado – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Ministério da Cidadania lança portal para devolução do auxílio emergencial – May 19, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Auxílio emergencial: 2ª parcela começa a ser depositada na segunda-feira para quem recebe Bolsa Família – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Segunda parcela do auxílio-emergencial começa a ser paga esta semana – May 18, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Governo restringe acesso de familiares de presos ao auxílio-emergencial – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Governo restringe acesso de familiares de presos ao auxílio emergencial de R$ 600 – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Bolsonaro veta ampliação de auxílio emergencial a categorias como motoristas de aplicativos e ambulantes de praia – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pessoas 5 80 NONE 4 essas pessoas: 1, pessoas: 2, 900_mil pessoas: 1
2 Congresso 0 0 ORGANIZATION 4 o Congresso: 4
3 eu 0 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
4 mães 50 0 NONE 3 as mães: 1, mães: 1, as mães solteiras: 1
5 Caixa 0 0 ORGANIZATION 3 a Caixa: 3
6 GSI 0 0 ORGANIZATION 3 (tacit) ele/ela (referent: o GSI): 1, o GSI: 2
7 denúncias informações vídeos e imagens 0 0 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: denúncias informações vídeos e imagens): 3
8 governo 0 0 NONE 3 o governo: 1, O governo: 1, o governo federal: 1
9 pedido 0 0 NONE 3 o pedido: 2, O pedido: 1
10 Congresso Nacional 0 80 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: o Congresso_Nacional): 1, o Congresso_Nacional: 1