Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – William Boeing

Por David Shepardson e Eric M. Johnson

WASHINGTON/SEATTLE – Depois de quase dois anos de análises, problemas corporativos e um impasse com reguladores mundiais, a Boeing obteve nesta quarta-feira aprovação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos para recomeçar os voos de seu jato 737 MAX após dois acidentes letais.

Steve Dickson assinou uma ordem interrompendo a interdição de voos na manhã desta quarta-feira e a agência divulgou uma diretriz de aeronavegabilidade detalhando as mudaSteve Dickson assinou uma ordem interrompendo a interdição de voos na manhã desta quarta-feira e a agência divulgou uma diretriz de aeronavegabilidade detalhando as mudanças necessárias. Steve Dickson é o chefe da FAA. Steve Dickson é o chefe da FAA.

Os acidentes do 737 MAX na Indonésia e na Etiópia mataram 346 pessoas em cinco meses em 2018 e 2019 e desencadearam uma borrasca de inquéritos, desgastaram a liderança dos EUA na aviação mundial e custaram à Boeing cerca de 20 bilhões de dólares.

The Boeing Company é uma corporação multinacional norte-americana de desenvolvimento aeroespacial e de defesa.

A FAA está exigindo um novo treinamento de pilotos e atualizações de programa para lidar com um sistema de prevenção do estol chamado MCAS, que enquanto os pilotos combatiam para recuperar seu controle, em ambos os acidentes repetidamente empurrou o nariz do jato para baixo.

Após ver compradores originais cancelarem seus pedidos, enquanto isso, a Boeing está buscando novos compradores para muitos de seus 737 MAX. A procura foi ainda mais prejudicada pela pandemia de coronavírus.

Enquanto se esforça para colocar seu jato mais vendido em serviço, mas a maior fabricante de aeronaves dos Estados Unidos enfrenta ventos opostos com o coronavírus e novas tarifas europeias.A FAA declarou que não delegaria sua autoridade para emitir certificados de aeronavegabilidade e certificados de exportação para as 450 aeronaves 737 MAX fabricados desde a suspensão, e planeja realizar inspeções individuais e presenciais.

A American Airlines planeja operar o primeiro voo comercial do MAX em 29 de dezembro. A Southwest Airlines não planeja recomeçar os voos do aviãozinho até o segundo trimestre de 2021. A Southwest Airlines é maior operadora de MAX do mundo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Indonesia, Ethiopia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>FAA aprova recomeçada de voos do 737 MAX da Boeing
>>>>>EUA estão próximos de aprovar retorno do 737 MAX, mas Boeing ainda enfrenta desafios – November 16, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 os acidentes 0 0 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: Os acidentes): 3
2 acidentes 0 50 NONE 2 os acidentes: 1, Os acidentes: 1
3 Boeing 0 0 ORGANIZATION 2 a Boeing: 2
4 FAA 0 0 ORGANIZATION 2 A FAA: 2
5 a demanda 0 70 NONE 1 A demanda: 1
6 mais prejudicada 0 70 NONE 1 mais prejudicada: 1
7 a pandemia de coronavírus 0 50 NONE 1 a pandemia de coronavírus: 1
8 a proibição de voos 0 40 NONE 1 a proibição de voos: 1
9 a liderança de os eua 60 30 NONE 1 a liderança de os EUA: 1
10 o nariz de o jato 0 20 NONE 1 o nariz de o jato: 1