Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

O governo anunciou nesta quarta-feira mudanças no programa habitacional Casa Verde e Amarela, que trocou o «Minha casa, minha vida». Uma das medidas anunciadas é a aumento do subvenção para os consumidores interessados em dar entrada no imóvel, especialmente nas regiões Norte e Nordeste. O valor médio das subvenções que antes era de R$ 23 mil passa para R$ 35 mil, dependendo da composição familiar. As famílias do Grupo 1, com renda de até R$ 2 mil, passam a contar com subvenção de até R$ 47,5 mil para entrada, por meio da ampliação dos descontos concedidos a fundo perdido pelo FGTS. O conjunto de medidas é para tentar destravar o programa habitacional.

O amarelo é uma cor-pigmento primária e cor-luz secundária, resultado da sobreposição das cores verde e vermelho.

Nesta semana o Conselho Curador do FGTS já havia aprovado a ampliação do telhado da valor da imóvel da programa Casa Verde e Amarela que subiu para R$ 264 mil no Rio, Distrito Federal e em São Paulo. Segundo o governo, a mudança é importante porque o valor não padecia ajuste havia cerca de três anos. Adicionado a isso, a alta superior a 17% do índice Nacional de Custo da Construção nos últimos 12 meses dificulta a contratação de novos empreendimentos pelo setor da construção civil, nas condições do programa habitacional já que, para que possam ser enquadradas como Habitação Popular, os imóveis têm um limite de valor.

O valor dos imóveis enquadrados no programa varia de acordo com as regiões e o tamanho da população. De acordo com a determinação aprovada pelos conselheiros, nos municípios com população entre 50 mil e 100 mil moradores, a ampliação do limite da valor da imóvel vai ser de 15%. Entre 20 mil e 50 mil moradores, de 10%. Já nos municípios com população menor que 20 mil moradores não houve mudança.

Na quinta-feira 02 de setembro o banco Santander anunciou um leilão para a venda de 90 imóveis. Faz 2 dias, as ofertas estavam disponíveis, e os lances iniciais vão de R$ 48,3 mil a R$ 1,5 milhão. Entre as alternativas de arremate estavam casas, apartamentos, imóveis comerciais e terrenos localizados em 11 estados: eram Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, em alguns casos, o aumento vai ser superior a R$ 10 mil, incluindo famílias antes sem condições de acesso ao financiamento habitacional, especialmente nas regiões Norte e Nordeste. Um trabalhador que com renda familiar de R$ 1.500,00 mensais passa a contar com subvenção de, em média, R$ 35 mil, podendo chegar a até R$ 47,5 mil, para dar entrada em seu imóvel residencial.

O Conselho Curador também aprovou mudanças na sistemática de concessão das subvenções para beneficiar famílias com menor habilidade de financiamento, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste. Para 2021, a verba do FGTS calcula a concessão de R$ 8,5 bilhões em subvenções.

O governo também informou que estenderá as taxas de juros mais baixas aos mutuários do Grupo 1 do programa, que são de pessoas com renda familiar até R$ 2 mil. As taxas são de 4,25% ao ano, no Norte e Nordeste, , e de 4,50% a.a. nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste . Se calculavam as taxas até então, para esse público conforme a renda de a família e o valor de os imóveis.

Sul, um dos quatro pontos cardeais da rosa dos ventos, ou meridião, ou meridional ou austral.

O Grupo 3, de famílias com renda de R$ 4 a R$ 7 mil, também será beneficiado com diminuição de 0,5% nos juros até o final de 2022. As taxas mínimas passarão de 7,66% ao ano para 7,16% ao ano.

FGTSOutra mudança é no valor máximo dos imóveis a serem financiados com recursos do FGTS, que serão reajustados em até 15%, a depender do tamanho do município. A medida atende a uma procura do setor da construção civil, diante do ampliação do preço nos insumos do setor nos últimos anos, principalmente com a pandemia de covid-19.

O governo também vai aumentar os recursos para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para os anos de 2022 a 2024. Para o ano que vem, a ampliação vai ser de 10%, passando de R$ 56 bilhões para R$ 61 bilhões para o programa, em termos absolutos. Em 2023 e 2024, os valores serão de R$ 64 bilhões e R$ 67 bilhões, respectivamente.

Com alta da Selic, bancos sobem juros do financiamento imobiliário. Veja as taxas

Parceria com estados

Para tentar melhorar a performance do programa, o governo está firmando parcerias com estados e municípios que entrarão com contrapartida de 20% do valor das moradias, que pode incluir o terreno do empreendimento. Em troca, o valor de entrada no imóvel próprio para famílias com renda mensal de até R$ 4 mil vai ser diminuído ou zerado.

O prazo de entrega das moradias contratadas realizadas em governo anteriores, que teriam que ter sido entregues até 2018, serão aumentadas. O objetivo é tentar recomeçar as obras de cerca de 27 mil residências em municípios menores de 50 mil moradores que estão paralisadas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Mexico, Brazil

Cities: Sao Paulo, Mexico

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Governo vai ampliar valor da subvenção para compra da casa própria no programa habitacional Casa Verde e Amarela
>>>>>Teto do valor do imóvel do programa Casa Verde e Amarela sobe para R$ 264 mil no Rio, Distrito Federal e em São Paulo – September 13, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Bolsonaro lança na próxima semana programa habitacional com subsídios a policiais – September 10, 2021 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 R 0 0 OTHER 9 R: 9
2 governo 0 0 NONE 6 O governo: 3, governo: 1, o governo: 2
3 programa 0 0 NONE 5 o programa: 4, o programa habitacional: 1
4 municípios 0 40 NONE 4 municípios: 2, os municípios: 2
5 habitantes 0 0 NONE 4 50_mil habitantes: 1, 20_mil habitantes: 1, 20_mil_e_50_mil habitantes: 1, 50_mil_e_100_mil habitantes: 1
6 Conselho do FGTS 0 0 PERSON 3 o Conselho_Curador_do_FGTS: 1, O Conselho_Curador: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Conselho_Curador): 1
7 regiões 0 0 NONE 3 as regiões: 3
8 renda 0 0 NONE 3 a renda: 1, renda familiar: 1, renda mensal: 1
9 taxas 0 0 NONE 3 as taxas: 2, As taxas: 1
10 população 0 20 NONE 2 população: 1, população menor: 1