Por: SentiLecto

– O Tribunal Regional do Trabalho em Concórdia interrompeu neste sábado a proibição de uma unidade de processamento de frango da JBS SA JBSS3.SA> localizada em Ipumirim, de acordo com uma cópia da resolução vista pela Reuters. A planta, que emprega cerca de 1.500 pessoas e estava fechada desde 18 de maio após um surto do novo coronavírus, tem habilidade para processar cerca de 135 mil passaritos por dia. A JBS confirmou a resolução proferida em 30 de maio pela juíza do trabalho Paula dos Anjos. Uma porta-voz da companhia declarou que a retomada das atividades na fábrica evitaria o abate sanitário de milhares de animais. Informações publicadas no jornalismo assinalaram que cerca de 650 mil passaritos teriam que ser submetidas a esta espécie de abate. Faz 2 dias, em uma resolução separada, expedida a justiça de o trabalho em Concórdia havia tornado compulsório para a JBS ampliar a proteção a os trabalhadores a o reabrir a fábrica entre outras medidas, incluindo a garantia de o distanciamento de 1,5 metro entre eles,. Depois que elas procuraram atendimento médico, se tomou esta última resolução em o âmbito de uma ação civil pública contra a JBS ajuizada que também supostamente falhou em monitorar os empregados que eventualmente entraram em contato com os doentes dentro da fábrica,, conservando pessoas com sintomas semelhantes em a gripe em as linhas de produção, mesmo em o local, segundo os auditores, pelo Ministétio Público do Trabalho em Santa Catarina.Confirmados na instalação, declararam os auditores do trabalho, que são vinculados ao Ministério da Economia, quando a fábrica de Ipumirim foi interditada, 86 casos da Covid-19 haviam sido. Afirmando «graves anormalidades», os auditores declararam ter encontrado evidências de que a JBS supostamente falhou ao não interromper trabalhadores que haviam sabidamente testado positivo para o novo coronavírus, de acordo com a documentos referente à inspeção. A JBS nega qualquer anormalidade, declarando estar satisfazendo as diretrizes das autoridades hábeis e aplicando protocolos rígidos de saúde para proteger a sua força de trabalho.

– A JBS, a Marfrig Global Foods e a Minerva Foods, os três maiores frigoríficos exportadores de carne bovina brasileiros, estão entre as cinco empresas que receberam aprovação tailandesa para embarcar a proteína ao país, declararam as companhias e uma fonte a par do tema. A Minerva confirmou a habilitação nesta terça-feira, evidenciando que sua unidade de Palmeiras de Goiás , com habilidade diária de abate de 2.000 cabeças por dia, recebeu a aprovação. A planta é a maior da companhia no Brasil. «Com uma população de aproximadamente 70 milhões de moradores, a Tailândia figura entre os principais mercados do sudeste de Asipovicy, e sua abertura para a carne bovina brasileira configura mais uma chance para o crescimento de nossas exportações», declarou o comunicado da Minerva. Já a Marfrig poderá exportar com uma unidade em Ji-Paraná , segundo a companhia. Se habilitou A JBS por meio de uma planta localizada em Campo Grande, de acordo com fonte que falou em a condição de anonimato. As duas outras empresas aprovadas para exportar carne bovina ao país asiático são a Frialto, com uma unidade habilitada em Matupá , e a Masterboi, com uma unidade aprovada em São Geraldo Araguaia , segundo documento com detalhes das companhias aprovadas visto pela Reuters. Anunciou-se a abertura de o mercado de Tailandia para receber carne bovina e miúdos de o Brasil em a noite de segunda-feira, pelo Ministério da Agricultura, em nota.

Na terça-feira 05 de maio – A JBS foi autorizada por um juiz do trabalho a reabrir um frigorífico na cidade de Passo Fundo que havia sido fechado por causa de um surto do novo coronavírus, de acordo com um comunicado da companhia divulgado de segunda-feira. A empresa declarou que a planta seria reaberta na quinta-feira, mencionando uma resolução do juiz Luciano Cembranel. Em um comunicado separado, o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul declarou que o juiz Cembranel determinou de segunda-feira que todos os trabalhadores da JBS na cidade de Passo Fundo fiquem afastados por 14 dias. Faz 1 mês, quando inspetores fecharam a fábrica de o trabalho vinculados a o Ministro da Economia, o prazo para o afastamento de as pessoas era declarou o comunicado de o Ministério Público do Trabalho. A procuradora Priscila Schvarcz declarou à Reuters por telefone que t tentaria recorrerda dresoluçãode reabrir a planta tão cedo, ddeclarandoque a mesma c colocariaem risco a saúde das pessoas. » manejaremos sim as impugnações judiciais possíveis para tentar reverter a resolução, mas a gente estava vendo um judiciário muito resistente», declarou Schvarcz. Fechou-se depois que os inspectores de o trabalho descobriram que 19 trabalhadores de a unidade haviam testado positivo para o Covid-19, a planta de a JBS em Passo Fundo declarou o comunicado de o Ministério Público do Trabalho. Atualmente, a companhia tem 66 casos confirmados entre funcionários, incluindo trabalhadores em permissão ou no chamado fase de incubação, observou o comunicado do Ministério Público do Trabalho. A planta empregava cerca de 2.600 pessoas.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Argentina

Cities: Concordia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>JBS tem aval da justiça do trabalho para reabrir planta de Ipumirim após surto de Covid-19
>>>>>JBS, Marfrig e Minerva são habilitadas a exportar carne bovina do Brasil à Tailândia – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 JBS 0 261 ORGANIZATION 11 (tacit) ele/ela (referent: A JBS): 1, (tacit) ele/ela (referent: a JBS): 1, a JBS: 3, a JBS ajuizada: 2, A JBS: 4
2 planta 0 0 NONE 7 A planta e: 2, uma planta localizada: 1, a planta: 1, A planta: 3
3 companhias 0 0 NONE 5 outras companhias aprovadas: 1, a empresa: 2, as cinco companhias: 2
4 decisão 0 25 NONE 4 Esta última decisão: 1, a decisão proferida: 1, uma decisão separada expedida: 1, recorrerda decisão: 1
5 eu 3 0 NONE 4 (tacit) eu: 4
6 fábrica 0 0 NONE 3 a fábrica: 2, fábrica: 1
7 o comunicado de o ministério_público_do_trabalho 0 0 NONE 3 o comunicado de o Ministério_Público_do_Trabalho: 3
8 pessoas 0 0 NONE 3 pessoas: 1, 1.500 pessoas: 1, 2.600 pessoas: 1
9 trabalhadores 100 0 NONE 2 trabalhadores: 2
10 Concórdia 0 0 PLACE 2 Concórdia: 2