Por: SentiLecto

Recentemente, a Globo, que é bom que fique claro que não houve demissão nem rescisão de contrato, não renovou contrato fixo com diversas habilidades do seu casting como Stenio Garcia, Zeca Camargo, José de Abreu, Aguinaldo Silva e Renato Aragão. No fim do compromisso, a emissora optou por não renovar o vínculo com essas pessoas nos moldes do antigo formato, em que quando não estavam trabalhando, autores e atores ganhavam salário mesmo. Isso não significa que as portas estejam fechadas para futuros projetos nas múltiplas plataformas da companhia, garante a Globo. Como todos sabem, nos últimos anos, não só a emissora, mas várias empresas no mundo completo têm tomado uma série de iniciativas para se prepararem para os desafios do futuro. Com isso, a companhia acredita estar evoluindo nos seus modelos de administração, de criação, produção, desenvolvimento de negócios e também administração de habilidades. Assim, em sintonia com as mudanças pelas quais passa nosso mercado, a Globo vem adotando novas dinâmicas de parceria com seus habilidades como o contrato por obra: só ganha quem estiver na ativa.

«São 44 anos de estrada e me vejo em frente a uma mudança! São novos tempos, novos parceiros, novos projetos e novos desafios. Minha grande parceira durante esses anos foi a Rede Globo, que me acostumei a chamar de minha casa. Mas diante desses novos tempos e políticas internas de contratação, vamos começar um novo período e trabalhos pontuais», declarou o humorista, de 85 anos, em seu Instagram.

Só para ilustrar, Aguinaldo Silva, por exemplo, ficou cerca de um ano e meio sem trabalhar entre a produção de “Império” e a de “O sétimo guardião” , já que a produção de uma novela leva mais tempo do que o fase de sua exposição. Durante esse fase, embolsou seu pagamento todo mês. O autor recebeu para ser exclusivo e não escrever para as concorrentes. Agora, a Globo vê a necessidade de abrir mão desse esquema e priorizar a economiza dessa quantia. O contrato por obra é a realidade da grande maioria dos atores da emissora, mas ainda assim muitos ficaram chocados com a dispensa de medalhões da história da TV, como foi o caso de Renato Aragão na última semana. O eterno Didi Mocó, de 85 anos, não atuava desde 2017. Não deixa de ser um jogo justo e limpo.

Há 20 anos, estreava primeiro reality

Há 20 anos, Zeca Camargo comandou o programa “No limite”, o primeiro reality show de Brasil produzido e apresentado pela Globo. A cabeleireira Elaine foi a ganhadora da edição de estreia. Numa praia do Ceará, os participantes passavam por testes de resistência e provas. A atração teve três temporadas, até ser cancelada em 2002. Faz 11 anos, a quarta edição estreou em julho de 2009, novamente sob o comando de Zeca Camargo, após oito anos de hiato. Sem o mesmo Sucesso do primeiro período, “No limite” foi cancelado meses depois.

Na sua vez, o último trabalho do ator na Rede Globo foi em uma nova edição de «Os trapalhões», em que Didi, ao lado de Dede, apareceu ao lado de novos humoristas. Faz 3 anos, se apresentou o especial que o especial, que também em o Canal Viva, teve somente uma temporada

Ator pode mostrar habilidade e charme

Sem muito espaço na TV aberta, Gustavo Machado pode mostrar todo o sua habilidade — e charme! — no papel de Roberto, na série “Coisa mais linda”. Para sorte do público, nesta segunda temporada, o personagem aumentou ainda mais virando par romântico de Malu .

Em nome do boa imprensa

O documentário “Em nome de Deus”, do Globoplay, retrata os inquéritos sobre os abusos sexuais cometidos pelo médium João de Deus de maneira impactante, sensível, com ótimos testemunhos das vítimas e com uma narrativa inacreditável. Além de ser uma grande aula de imprensa e apuração.

Xuxa se posiciona e dá sua cara a tapa

Siga-me no Twitter @carla_bit e no Instagram @carlabittencourt

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>De frente para a TV: Muitos ficaram chocados com a dispensa de medalhões da Globo, mas não é justo só receber se trabalhar?
>>>>>Renato Aragão deixa a Rede Globo após 44 anos: ‘Novos tempos, novos desafios’ – July 01, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Globo 770 0 ORGANIZATION 9 (tacit) ele/ela (referent: a Globo): 1, a Globo: 8
2 eu 0 0 NONE 6 me: 3, (tacit) eu: 3
3 contrato 50 30 NONE 3 o contrato: 1, contrato fixo: 1, O contrato: 1
4 Rede Globo 0 0 ORGANIZATION 3 a Rede_Globo: 3
5 obra 0 0 NONE 3 obra: 3
6 reality 40 0 PERSON 2 o primeiro reality: 1, reality: 1
7 Xuxa 0 0 PERSON 2 Xuxa: 1, (tacit) ele/ela (referent: Xuxa): 1
8 companhias 0 0 NONE 2 várias companhias: 1, a empresa: 1
9 emissora 0 0 NONE 2 a emissora: 2
10 limite 0 0 NONE 2 o limite: 2