Por: SentiLecto

Quem utiliza o Twitter sabe que sempre há alguma hashtag ligada ao universo do K-pop por lá. Com o movimento antirracista BlackLivesMatter tomando as redes, os milhares de amantes de música coreana foram unidos em a causa para auxiliar. Durante esses dias, eles têm tirado o foco de hashtags racistas e até fizeram a polícia de Dallas, no Texas, Estados Unidos, desistir de um aplicativo para delatar manifestantes.

A musiquinha faz parte do nono mini-álbum, que também se chama »More & More», do grupo formado por Sana, Mina, Momo, Nayeon, Jeongyeon, Chaeyong, Tzuyu, Jihyo e Dahyun. No Brasil, a música chegou a ocupar a primeira posição no Itunes.Os onces já podem comemorar: o Twice está de volta! Na manhã desta segunda-feira, dia 1º de junho, o girlgroup de K-pop fez seu comeback com o clipe de »More & More». Com quatro minutos de duração, o vídeo faz algumas referências aa narração bíblica de Adão e Eva.

Na terça-feira 12 de maio as atividades da banda de K-pop DAY6 foram suspensas segundo um anúncio feito pela gravadora sul-coreana JYP Entertainment, que gerencia as atividades dos artistas Jae, Sungjin, Young K, Wonpil e Dowoon. A agência informou que há integrantes diagnosticados com ansiedade e o grupo ficaria sem promover seu sexto mini-álbum, «The book of us: the demon», arremessado nesta segunda-feira, junto com o MV da música «Zombie».

No Twitter, a polícia da cidade de America divulgou um aplicativo para mandar gravações de «atividades ilegais» durante protestos. Logo, centenas de fãs de K-pop foram mobilizadas para responder em a polícia de a cidade com fotografias e vídeos de os artistas coreanose utilizaram a plataforma para delatar excessos dos policiais nas manifestações. Eles também utilizaram o Google Play e a App Store, os sites onde o programa da polícia poderia ser diminuído, para dar nota baixa a ele.

Sem declarar o motivo, a polícia de Dallas depois anunciou que o aplicativo estava inoperante.

A conta oficial da polícia de Dallas declarou: «Devido a obstáculos técnicos, o aplicativo iWatch Dallas vai ficar inoperante provisoriamente».

Nesta quarta-feira, a hashtag #WhiteLivesMatter apareceu nostemass mais falados do Twitter, e os fãs dos grupos coreanos voltaram a se mobilizar. Eles utilizaram a tag para postar vídeos de seus cantores favoritos e tirar o foco do conteúdo racista divulgado pelos usuários que impulsionaram o slogan. Com isso, quem procurasse a frase, ao invés de ver conteúdo contra os protestos antirracistas, só via os artistas de Asipovicy dançando. Alguns ativistas de America, inclusive, foram às redes sociais agradecer a aassistênciados fãs de K-pop.

Eu indo militar conta o #WhiteLivesMatter // eu percebendo que só tem kpop pic.twitter.com/WnoC0onqHd

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: United States

Cities: Dallas

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Fãs de K-pop utilizam mobilização nas redes para auxiliar o movimento antirracista
>>>>>K-pop: Twice traz referências bíblicas em clipe de ‘More & More’ – June 01, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 aplicativo 0 80 NONE 3 um aplicativo: 2, o aplicativo: 1
2 Twitter 0 0 ORGANIZATION 3 mais falados de o Twitter: 1, o Twitter: 2
3 iWatch 0 80 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: o aplicativo iWatch Dallas): 1, o aplicativo iWatch Dallas: 1
4 JYP Entertainment 0 0 ORGANIZATION 2 JYP_Entertainment: 2
5 More 0 0 PERSON 2 More: 2
6 a polícia de dallas 0 0 NONE 2 a polícia de Dallas: 2
7 eu 0 0 NONE 2 (tacit) eu: 2
8 girlgroup 0 0 ORGANIZATION 2 (tacit) ele/ela (referent: o girlgroup de K-pop): 1, o girlgroup de K-pop: 1
9 grupo 0 0 NONE 2 o grupo: 1, o grupo formado: 1
10 redes 0 0 NONE 2 as redes sociais: 1, as redes: 1