Por: SentiLecto

O Benfica empatou por 1 a 1 com o Nacional, nesta segunda-feira, pelo Campeonato Português. Com isso, a equipe pode perder o segundo lugar para o Porto e ver o Sporting abrir seis pontos de benefício na liderança. O técnico Jorge Jesus lamentou o resultado.

Jorge Fernando Pinheiro de Jesus, mais conhecido como Jorge Jesus é um técnico e ex-futebolista de Portugal que atuava como meio-campista.

— Perdemos dois pontos. Até entramos bem, fizemos dois gols, mas um não contou. Tivemos alguma característica, mas na segunda parte começamos a perder bolas com alguma facilidade, principalmente no ataque. O Nacional praticamente rematou uma vez à meta e conseguiu um gol. Estamos sendo penalizados. O futebol é cruel, não conseguimos matar o jogo — disse.

— Mas não podemos padecer gols assim, a inexperiência paga-se caro. Os jogadores tiveram compromisso, correram, estamos tristes, mas devemo continuar a trabalhar e a recuperar a equipe de forma a termos outras alternativas. Creio que jogamos o suficiente para ganhar — completou.

Declarações de Jorge Jesus, treinador do Benfica, após o empate 1-1 na receção ao Nacional.Benfica pediu um penálti que se o indicou não: «Já vi o lance e é nitidamente penálti. O jogador tira a bola com a mão. Não há nenhum penálti marcado em defesa do Benfica no campeonato. Não temos nenhum. Mas não me desejo desculpar com isso. Jogámos o suficiente para termos ganho, instituímo chances, e não podíamos ter padecido um golo como padecemo.»Equipa bastante afetada pela covid-19. Tem conseqüência no rendimento dos jogadores? «Temos jogadores com os problemas que todos sabemos. E a covid-19 não deixa somente o jogador dez dias em casa. Deixa-o parado e depois com obstáculo de voltar à fmaneira Mas os que jogaram hoje fizeram tudo para ganhar o jogo, tiveram momentos de muita característica. Mas é claro que a equipa não é bastante experiente, há alguma juventude e a nossa equipa treme em momentos decisivos. Temos sido penalizados nisso.»Análise ao jogo: «Perdemos dois pontos. Nos primeiros 30 minutos estivemos bem, marcámos dois golos, um deles não contou. A equipa teve alguma característica durante o jogo. O Nacional foi uma equipa que rematou uma vez à baliza e marcou, mas o futebol é isto. Estivemos perfeitos defensivamente, não deixámos o Nacional ter situações de golo, mas não matámos o jogo e o futebol é cruel. A inexperiência paga-se caro. No entanto, os jogadores tiveram compromisso, combateram, correram, e fizeram tudo para ganhar. Não conseguimos e estamos tristes. O Nacional defendeu-se bem e os nossos progredidos não conseguiram instituir muito espaço. O Darwin hoje não esteve cá, caminha com um problema e ressentiu-se durante a semana e hoje também. Fizemos o que podíamos, mexemos o que devíamo mexer, mas não deu para ganhar. E foi pena, depois de uma semana bastante complicada, não termos saído daqui com a vitória. Isso auxiliava ao que está a ocorrer.»Treinador do Benfica vinca confiança nos jogadores que tem disponíveis para o jogo de segunda-feira frente ao Nacional.10 baixas por covid-19: «Nós temos que, como é óbvio, trabalhar com os que temos, acreditamos em todas as chances e na característica dos jogadores. Dez jogadores são muitos jogadores, incluindo também a minha equipa técnica, que me suporta no trabalho que fazemos, mas estamos confiantes na mesma. Os jogadores que vão jogar têm que dar o melhor de si por eles e pelos colegas que estão em casa. Esperamos que o Benfica consiga, dentro do possível, conservar o ritmo alto, o ritmo competitivo para corresponder àosdobstáculosque o Nacional possa colocar. Temos que exibi soluções para instituir situações de golo, com característica coletiva e individual.»EM ATUALIZAÇÃOLuís Freire, treinador do Nacional, em antevisão ao embate contra as águias, agendado para as 17h00 de segunda-feira, no Estádio da Luz.Luís Freire assumiu este domingo, na antevisão da partida relativa na 15. Luís Freire é o técnico do Nacional. jornada da I Liga, que o «Benfica vai tentar impor o seu jogo», cabendo ao Nacional «tentar contrariar e instituir obstáculos».Apesar dos recentes resultados negativos, com quatro derrotas consecutivas , Luís Freire encara esta deslocação ao Estádio da Luz, para defrontar o Benfica, com otimismo.»Tivemos dois dias para preparar este jogo, também com cuidados físicos, e ainda teremos a viagem, mas encaramos com confiança, principalmente pelo que temos feito e pelo processo exibido, pois, principalmente nos últimos dois jogos , conseguimos instituir muitas situações de golo que poderiam ter levado a outros resultados. Acabámos por pagar caro os erros cometidos», iniciou por alegar.Para Luís Freire, um dos objetivos para este jogo com o Benfica, passa por a equipa se conservar fiel ao processo e ao jogo coletivo, advertindo que «muita da responsabilidade está do lado do oponente» e que a sua equipa pode ter «bastante a ganhar».Apesar de tudo, está consciente do valor do seu oponente. «Jogaremos contra um grande oponente e temos de nos estimular a nós próprios para conseguir fazer coisas boas no Estádio da Luz. Desejamo ao máximo debater o jogo», declarou.Analisando o oponente, Luís Freire alega que «o Benfica é uma equipa de ataque continuado», que no meio-campo ofensivo «tem uma dinâmica forte, com dois avançados» e «é sempre difícil de parar».Mas o agradecimento desse valor, não retira pretensão.:»Sabemos como a equipa adversária joga e preparamos o jogo na tentativa de bloquear ao máximo esse jogo ofensivo, bastante associativo, tentando também chegar à baliza do Benfica».Luís Freire desvaloriza as ausências no Benfica para esta partida, com muitos casos do novo coronavírus no oponente.»O estar mais fraco, quando falamos de um clube grande é bastante relativo, pois tem um plantel riquíssimo, com setenta profissionais e todos os jogadores desejam jogar e mostrar valor e vamos, com toda a certeza, encarar uma equipa forte e ambiciosa», defendeu.O Nacional pretende para este jogo «estar focado nas suas tarefas, tentando instituir obstáculos ao Benfica em todos os momentos».Luís Freire considera que o mau momento, em termos de resultados, pelo que passa o Nacional irá passar.»Ganhando é sempre tudo mais fácil, mas há a certeza que jogando da maneira como jogámos ao nível ofensivo, principalmente nos últimos dois jogos, a instituir as chances que instituímo, com um jogo com critério, que não vai ser só um triunfo, quando ganharmos», explicouLuís Freire declarou ainda que «todas as equipas passam por momentos menos bons», sendo agora o caso do Nacional, mas «somente em termos de resultados», recordando ainda que o Nacional «esteve bastante perto de suprimi o FC Porto» da Taça de Portugal.Embora o técnico tenha desvalorizado a questão, a questão de ausência de público foi também abordada.»Estamos habituados há algum tempo a jogar sem público, mas é normal que o público galvanize sempre mais e jogar com sessenta ou setenta mil espetadores atemoriza o oponente. Com o tempo, essa ausência tem-se diluído e o Benfica tem sido forte em casa e não se tem notado essa falta de público. Penso que esse fator não irá equilibrar o jogo», deduziu.O Nacional, 14.º com 13 pontos, desloca-se segunda-feira ao Estádio da Luz, onde a partir das 17:00, vai defrontar o Benfica, terceiro com 32, em partida da 15.ª jornada da I Liga de Portugalde Portugal de futebol, que será arbitrada por Rui Costa, da associação do Porto.

Na sexta-feira 15 de janeiro o Benfica teve um jogador a mais durante parte do segundo tempo, mas não conseguiu vencer o clássico com o Porto. Nesta sexta-feira, no Estádio do Dragão, as equipes empataram em 1 a 1 pelo Campeonato Português. O resultado não favorecia nenhuma das equipes e ampliava a pressão sobre o técnico Jorge Jesus, que seguia pressionado pelos tropeçlos recentes.

— Vi nitidamente que o zagueiro do Nacional tira a bola com a mão. Mas não desejo desculpar-me com isso, jogamos o suficiente para ganhar. A ganhar por 1a 0, com chances para marcar e contra uma equipe que não agrediu, não podemos padecer um gol como padecemo — cogitou o Mister.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Porto

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Após novo tropeço com Benfica, Jorge Jesus declara que ‘futebol é cruel’
>>>>>Jorge Jesus: «Não há nenhum penálti marcado a favor do Benfica» – January 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Benfica empata com Nacional no Estádio da Luz – January 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>«Benfica? Estar mais fraco é relativo, são 70 profissionais e todos os jogadores querem jogar» – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Jesus garante: «Se passarmos esta tempestade vai ser difícil segurar o Benfica» – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Mourinho, Jesus e agora Itália: o «triângulo» que envolve Gedson – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Têm o final de percurso no Benfica à vista, mas negócios estão em suspenso – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Com Vlachodimos e Helton Leite infetados, baliza é dor de cabeça para Jorge Jesus – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Manuel Mota dirige o Farense-FC Porto, Rui Costa estará no Benfica-Nacional – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>A reviravolta do V. Guimarães frente ao Nacional contada em apenas 60 segundos – January 21, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Talho de Manuel Mota vandalizado após final da Taça da Liga, diz o Correio da Manhã – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Talho de Manuel Mota foi vandalizado e Conselho de Arbitragem reagiu – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>O comentário de Jorge Jesus às dez baixas por covid-19 no Benfica – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Jesus questionado sobre o trabalho feito com Darwin: «Ainda tem muito para aprender…» – January 24, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 571 413 NONE 56 Nós: 1, (tacit) nós: 55
2 eu 82 120 NONE 16 (tacit) eu: 13, me: 3
3 Benfica 3 4 ORGANIZATION 13 (tacit) ele (referent: Benfica): 1, o (referent: o Benfica): 1, o Benfica: 7, O Benfica: 1, Benfica: 3
4 Nacional 0 0 ORGANIZATION 13 o Nacional: 7, O Nacional: 4, (tacit) ele/ela (referent: O Nacional): 1, O Nacional 14: 1
5 equipa 60 40 NONE 11 sua equipa: 1, a equipa: 2, nossa equipa: 1, uma equipa: 2, Equipa: 1, A equipa: 1, minha equipa técnica: 2, a equipa adversária: 1
6 Luís Freire 0 280 PERSON 10 Luís_Freire: 5, (tacit) ele/ela (referent: Luís_Freire): 4, Luís_Freire (apposition: O técnico de o Nacional): 1
7 jogo 0 0 NONE 10 seu jogo: 1, o jogo coletivo: 1, o jogo: 6, este jogo: 2
8 jogadores 0 0 NONE 8 Os jogadores: 1, todos os jogadores: 1, jogadores: 1, os jogadores: 3, Dez jogadores: 1, muitos jogadores: 1
9 ganhar 400 0 NONE 5 ganhar: 5
10 resultados 0 70 NONE 4 resultados: 2, recentes resultados negativos: 1, outros resultados: 1