Por: SentiLecto

Admite-se até 100 pessoas relacionadas com a organização. Adeptos tentaram furar confinamento.A única bancada do Complexo Desportivo de Paredes esteve quase repleta e não eram somente os jornalistas, que são sempre em maior número do que o costumeiro em jogos dos grandes, que preenchiam as cadeiras. Do outro lado, podia ver-se, à vontade, mais de 40 pessoas no espaço dnomeadoVIP, muitas afetas à estrutura do Benfica, outros com cachecóis do Paredes.Uma presença que assombrou numa altura que o recolher compulsório era às 13 horas e havia patrulhas da GNR a controlar a circulação de carros. A reportagem d» O JOGO, por exemplo, deveu parar em duas obstáculos de controlo e justificar as razões da mobilidade. Mais: O JOGO sabe que um grupo de adeptos furou o confinamento para aguardar a chegada do séquito do Benfica, junto de uma das rotundos à saída da autoestrada.Não havia público, é certo, mas era aumentado o número de espectadores na declarada na bancada. A perceção de muita gente era possível até pelas imagens televisivas do encontro entre Paredes e Benfica. Quem assistiu à transmissão ficou com a mesma sensação de quem esteve lá, a de estarem demasiados pessoas no recinto do clube do terceiro escalão pde Portugal O tema, como é natural, depressa chegou às redes sociais.

Ajustou-se o protocolo de a Liga em os encontros de a Taça de Portugal, entre clubes de os dois campeonatos profissionais e de o Campeonato de Portugal, como é o caso, que permite uma centena de pessoas em o encontro,, todas relacionadas com a organização e staff de os clubes.

União de Paredes deseja deixar boa imagem frente ao Benfica.O treinador da União de Paredes declara não acreditar num Benfica em crise e promete uma equipa com «identidade» e «organização» no jogo da Taça de Portugal, numa análise que envolveu até o Sporting de Braga.Eurico Couto deseja conservar a identidade da equipa do Campeonato de Portugal frente ao Benfica, independentemente de saber se terá tanta bola e instituir tantas situações de conclusão como gostaria, ou mesmo marcar golos.»Somos determinados e uma equipa altamente coordenada, que compreende os momentos de jogo e não vai desistir, mas procurar conquistar o jogo segundo a segundo. Seja contra quem for, tentamos ser mais competitivos do que o oponente, tentar vencer o jogo e não perder as nossas ideias», declarou Eurico Couto, em declarações à agência Lusa.O técnico paredense, de 34 anos, fala em «sonho» e considera um «privilégio» poder satisfazer o objetivo da Taça de Portugal de jogar com um grande, e até envolveu o Braga na equação desta terceira eliminatória.»Se olharmos para o contexto em que estamos, o Braga chegou ao jogo com o Benfica e chutou à baliza asomenteaos 40 minutos. Temos aí um primeiro objetivo, que é conseguir que isso ocorra bem antes dos 40 minutos. Se no final do jogo alguém tiver o interesse de saber o nome de algum jogador [do Paredes], parece-me altamente positivo», referiu.O registo recente do Benfica, com duas derrotas consecutivas no campeonato, intercaladas por um empate na Liga Europa, não persuade Eurico Couto, perentório a rejeitar a tese de crise no símbolo da Luz.»O Benfica é sempre grande, capaz de ganhar a qualquer equipa e a nós ainda bastante mais. Não acredito em crises. A característica é tanta que se trocarem quatro ou cinco, e até podem trocar todos, acho que não perderão característica. Vamo ter uns 5% de chances de vencer o jogo, agora seremos altamente determinados nesses 5% e dar certamente uma boa imagem», considerou.Os jogadores do atual segundo classificado da Série C do CP foram advertidos para o jogo interior do Benfica, a velocidade de realização e a maneira como os seus jogadores agridem a profundidade e, não menos importante, a quantidade de elementos que colocam na conclusão, mas ninguém atira a toalha ao chão.»O jogo está à porta e é uma excelente montra para todos. O grupo está confiante, é uma excelente chance e só devemo aproveitar», declarou à Lusa Diogo Pinheiro, lateral direito, de 28 anos.Já o médio Ema, diminutivo de Emanuel, de 21 anos, indicou que o clube trabalhou «bastante para isto»: «Sabemos que o favoritismo está do lado deles, mas nós, num dia bom, e o Benfica, num dia menos bom, pode ser que dê para nós», observou.O defesa está lesionado e vai falhar o confronto, ao contrário do colega e número 10 da equipa, que confidenciou a vontade de poder trocar a camisola com o 10 do Benfica, o alemão Luca Waldschmidt.O União de Paredes e o Benfica defrontam-se na Cidade Desportiva de Paredes, no sábado, a partir das 21h15, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal.Emblema do Campeonato de Portugal já vai ter abordado o Benfica. Relvado está em tratamentoLuís Cunha, 49 anos, vice-presidente e diretor-desportivo do Paredes é, por estes dias, um dirigente atarefado e inquietado em certificar-se de que nada vai falhar no jogo de sábado, com o Benfica, até porque o símbolo da Série C do Campeonato de Portugal fez um esforço apreciável para poder receber os encarnados no Estádio Cidade Desportiva de Paredes.»Tivemo que reforçar a iluminação, porque não era suficiente, modificar os bancos de um lado para o outro e estamos impossibilitados de usar o relvado desde terça-feira, pois está a ser alvo de tratamento», enumera, em declarações a O JOGO.A Câmara Municipal comparticipou grande parte das intervenções no recinto, mas mesmo assim Luís Cunha não conta com uma receita substancial, até porque não há público. Para que os valores sejam mais animadores, o Benfica precisa de ceder o orçamento televisivo e já vão ter havido abordagens nesse sentido. Se o falou, revelou: » e esperamos a resposta do Benfica».Por alto, e Luís Cunha calcula que o Paredes possa embolsar cerca de «20 mil euros de receita», caso a SAD encarnada renuncie da quantia televisiva. «Dão uma assistência, mas não são valores expressivos. Esta época devemo alargar a verba com a reformulação do Campeonato de Portugal. Há equipas que investiram para subirem à futura Liga 3 e outras que qdesejamchegar à II Liga», relembrainda assim, o Paredes continua a privilegiar uma matriz de clube formador e de verba controlada porque, se não for a assistência das companhias, enfatiza o dirigente… O diretor-desportivo deduz: «Temos o suporte da Câmara Municipal, dos patrocinadores e não passa bastante disto».»Temos cinco por cento de suposições»A vida do Paredes está a correr bem no Campeonato de Portugal , mas o cenário no sábado é completamente diferente. Luís Cunha está ciente da missão hercúlea dos paredenses, algo que não o impede de se agarrar às probabilidades. «Temos uns cinco por cento de suposições. Não é inimaginável fazermos uma surpresa», comenta.Faz 35 anos, Paredes e Benfica só se defrontaram por uma vez em a história : foi a, em Penafiel, casa emprestada de o Paredes, em os quartos de final de a prova-rainha e as águias venceram por 3-0, golos de Manniche, Wando e Nené, todos em a primeira parte. «Eu tinha 15 anos e estava lá. O Paredes jogava nas Laranjeiras, no centro da cidade, e mudou-se para Penafiel, para poder ter mais gente nas bancadas. Foi um dia de muita celebração», lembra.se inauguram os balneários de manhã e o sistema de iluminação estreado em a noiteSe fosse permitido público em as bancadas, certamente, haveria enchente, hoje, em o complexo esportivo de Paredes.Mesmo assim, vai haver celebração que vai ficar registada na história desta nova estrutura camarária. A receção ao Benfica fez agilizar a construção de balneários, do sistema de iluminação e aprimoramento do relvado.A finalização destas obras estava planeada para mais tarde, mas o sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal pôs o Benfica em direção a Paredes. E o único local certo para o receber é o complexo esportivo, cujas infraestruturas descritas serão inauguradas hoje de manhã, pelo presidente da autarquia Alexandre Almeida, na empresa do líder do clube, Pedro Silva.A chance de usufruir já deste conjunto de instalações constitui um «triunfo» para Eurico Couto, que, assim, vai ter melhores condições para preparar os desafios da Série C do Campeonato de Portugal.O Paredes está em terceiro lugar, com três triunfos, um empate e duas derrotas, e paira no ar o sonho da subida à II Liga. O que vai ser um grande feito para um plantel com 21 jogadores, e só o avançado Suleiman Yaro está impossibilitado de ser convidado, por estar lesionado.

Na sexta-feira 06 de novembro partida da terceira eliminatória seria realizada no Jamor.O jogo entre Sacavenense e Sporting, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, vai ser disputado no Estádio Nacional, em Oeiras, no dia 23 de novembro.Numa mensagem divulgada na rede social Facebook referia que o jogo com o Sporting vai ser disputado no estádio Nacional, sem a presença de público Facebook é o Sacavenense, que militava no Campeonato de Portugal., e que teria transmissão televisiva.Nesta terceira ronda da Taça de Portugal, a primeira em que participavam as equipas da I Liga, o FC Porto, detentor do troféu, jogará em casa do Fabril do Barreiro, no dia 22 de novembro.Faz 1 dia, já o Benfica deslocava se a o recinto de o Paredes de o Campeonato de Portugal,, em partida antecipada em as 21:15. O Benfica é finalista da última edição.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bancada repleta provocou surpresa no jogo entre Paredes e Benfica
>>>>>»Benfica? Se no final alguém tiver o interesse de saber o nome de um jogador do Paredes…» – (ojogo-pt)
>>>>>Paredes conta com cedência da receita: «Esperamos a resposta do Benfica» – (ojogo-pt)
>>>>>Benfica antecipou obras no Paredes: balneários, sistema de iluminação e relvado – November 21, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Presidente do Paredes sobre receção ao Benfica: «Não faz sentido ser noutro sítio» – November 19, 2020 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 240 70 NONE 18 nós em um dia bom: 1, nós: 2, (tacit) nós: 15
2 eu 80 70 NONE 15 (tacit) eu: 13, me: 1, Eu: 1
3 Benfica 270 0 ORGANIZATION 15 (tacit) ele/ela (referent: o Benfica em um dia menos bom): 2, o Benfica em um dia menos bom: 1, o Benfica (apposition: finalista de a última edição): 1, (tacit) ele/ela (referent: o Benfica): 1, O Benfica: 1, o Benfica: 9
4 Paredes 155 0 ORGANIZATION 14 Paredes: 1, O Paredes: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Paredes): 2, o Paredes: 4, (tacit) ele/ela (referent: Paredes): 2, (tacit) ele/ela (referent: O Paredes): 3
5 Eurico Couto 8 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Eurico_Couto): 1, Eurico_Couto: 4
6 Luís Cunha 120 0 PERSON 4 o (referent: Luís_Cunha): 1, Luís_Cunha: 3
7 festa 270 0 NONE 3 festa: 2, muita festa: 1
8 jogadores 40 0 NONE 3 seus jogadores: 1, Os jogadores: 1, 21 jogadores: 1
9 a Taça_de_Portugal 0 0 OTHER 3 a Taça_de_Portugal: 3
10 equipa 0 0 NONE 3 uma equipa: 2, a equipa: 1