Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Lewis Hamilton celebrating victory 2010 Canada 2

Piloto britânico como que foi ilibado por um culpado da equipa pela qual corre do incidente com o adversário dos Países BaixosMomento mais polêmico desta época de F1, acontecido em o GP da Grã-Bretanha , o diretor de engenharia de a Mercedes considerou como » inevitável » o acidente que envolveu Lewis Hamilton e Max Verstappen , dada a condução de o piloto de Holguín , discordando de a punição de dez segundos aplicada a o britânico.»O Max governa agressivamente e era inevitável que, um dia, tivéssemos um acidente. Lewis estava constantemente a recuar para evitar uma colisão. Ficámos cumpridos com o trabalho feito e ligeiramente decepcionados por padecer a punição, mas somente acalmados por ainda podermos ganhar a corrida», alegou Andrew Shovilin.Como consequência direta , os comissários de bordo de a prova penalizaram , Hamilton , em dez segundos , castigo que foi satisfeito em as ‘ pugilismos ‘ , não sendo impeditivo, no entanto, para o piloto obter o 99.º vitória da carreira e encurtar para oito pontos a desvantagem para Verstappen.O piloto originário dos Países Baixos ficou arredado ao padecer um forte efeito quando agilizava em primeiro lugar em solo britânico, de 51 G O piloto originário dos Países Baixos é atual líder do Campeonato do Mundo de Fórmula 1. , e necessitou de, imediatamente, ir para a clínica.

Progenitor do piloto da Red Bull pedia mais do que a punição a Hamilton.Continua a polémica relativa ao incidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton no Grande Prémio da Grã-Bretanha de Fórmula 1.Desta feita foi o pai do piloto da Red Bull a defendê-lo e a pedir mais do que umapuniçãoo a Hamilton.»»Não é admissível aquilo que [Hamilton] fez. Acredito que uma punição de dez segundos é, realmente, grotesca. Na minha opinião, teria que ter sido desqualificado. O Max deu-lhe espaço e estava à frente dele. Não pode tentar ultrapassar pelo interior», alegou Jos Verstappen em declarações ao jornal de Holguín «De Telegraaf».

Faz 18 dias, segundo triunfo consecutivo de Verstappen valia 32 pontos de progressão para Hamilton em o Mundial de Fórmula 1, em o domingo 04 de julho.O de Holguín Max Verstappen venceu o Grande Prémio da Áustria, nona prova do Mundial de Fórmula 1, e ampliou para 32 pontos a benefício sobre o britânico Lewis Hamilton , quarto classificado.Verstappen, que já tinha vencido no mesmo circuito o Grande Prémio da Estíria, no passado domingo, tardou 1:23.54,543 horas a satisfazer as 71 voltas ao Red Bull Ring, em Spielberg.O finlandês Valtteri Bottas ficou na segunda posição, a 17,973 segundos, com o britânico Lando Norris a ser terceiro, a 20,019 do ganhador.Lewis Hamilton, que chegou a esta corrida na segunda posição do campeonato, a 18 pontos de Verstappen, não conseguiu ir além do quarto lugar, a 46,452 segundos do ganhador.O piloto dos Países Baixos dominou em toda a linha, unindo àovtriunfoa pole position conseguida e a volta mais rápida em corrida.Vertappen pôde, mesmo, parar a uma dúzia de voltas do final para montar pneus duros novos e perguntar à equipa qual o mapa de motor a uusarpara ir atrás da volta mais rápida, que já era sua.O piloto da Red Bull arrancou bem e conseguiu tapar o percurso de Lando Norris, que, partindo da segunda posição da grelha, largou ainda melhor.Mas um incidente entre o finlandês Kimi Raikkonen e o de Francia Esteban Ocon concluiu com o piloto gaulês na escapatória, com a roda direita do seu carro partida e com o safety car em pista.No reatamento, Vertappen voltou a ser mais ágil do que a concorrência e jamais mais viu a sua liderança molestada. «Todos nos veem como favoritos, mas não era fácil satisfazer as expectativas. Tive que estar concentrado no arranque», frisou Verstappen, confessando que «ter os adeptos era uma grande motivação».Hamilton ainda chegou à segunda posição, mas sem ritmo que ameaçasse o líder do campeonato.Contudo, o piloto britânico foi perdendo gás devido a prejuízos padecidos no fundo plano do seu carro e acabou na quarta posição, a mesma de onde partiu. «As últimas quatro ou cinco corridas têm sido difíceis, bastante dolorosas. Perdi o segundo lugar devido a alguns prejuízos no fundo plano do carro. Não havia nada que pudesse fazer. Ainda faltava bastante campeonato. daremos o nosso melhor», prometeu Hamilton.Vertappen adicionou, assim, a 15.ª triunfo do seu carreira, quinta desta temporada, segundo consecutiva.O piloto da Red Bull adicionava 182 pontos, pois enquanto Hamilton, sete vezes campeão do mundo, tem 150, ainda contou um ponto extra pela volta mais rápida em corrida.A próxima prova era o GP de Inglaterra, onde entraria em ação a sprint race, que daria pontos aos três primeiros e definiria a grelha de partida para a corrida principal, de 16 a 18 de julho.

Sir Lewis Carl Davidson Hamilton MBE HonFREng é um automobilista britânico.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Choque entre o Hamilton e o Verstappen era inevitável»
>>>>>Pai de Verstappen sobre penalização a Hamilton: «É ridícula» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Hamilton 70 40 ORGANIZATION 8 (tacit) ele/ela (referent: Hamilton): 1, Hamilton: 7
2 Max Verstappen 240 60 PERSON 6 Verstappen: 3, Max_Verstappen: 1, (tacit) ele/ela (referent: O holandês Max_Verstappen): 1, O holandês Max_Verstappen: 1
3 Vertappen 260 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Vertappen): 3, Vertappen: 3
4 nós 235 60 NONE 5 nos: 1, (tacit) nós: 4
5 Lewis 80 30 PERSON 5 Lewis: 1, o britânico Lewis_Hamilton: 1, Lewis_Hamilton: 3
6 corrida 50 0 NONE 5 a corrida principal: 1, esta corrida: 1, corrida: 2, a corrida: 1
7 eu 80 80 NONE 4 (tacit) eu: 4
8 Max 0 40 ORGANIZATION 4 O Max: 2, (tacit) ele/ela (referent: O Max): 2
9 piloto 0 0 NONE 4 o piloto: 1, o piloto britânico: 1, Piloto britânico como_que: 1, o piloto gaulês: 1
10 posição 0 0 NONE 4 a segunda posição: 3, a quarta posição: 1