Por: SentiLecto

Enquanto o de Australiade Australia Mathias Walkner, que foi o terceiro, a 6.47 minutos, concluiu na terceira posição, chileno Pablo Quintanilla foi segundo. O britânico Sam Sunderland conquistou o segundo triunfo na carreira no rali Dakar de todo-o-terreno ao vencer a 44.ª edição, cuja 12.ª e última etapa concluiu em Jeddah, na Arábia Saudita.Aos 32 anos, Sunderland deduziu as 14 tiradas com o tempo de 38:47.30 horas, deixando o segundo classificado, o chileno Pablo Quintanilla na segunda posição, a 3.27 minutos.Esta é o segundo triunfo do piloto que, em 2017, se tinha tornado no primeiro britânico a ganhar o Dakar.Quando estava à beira da falência., por sua vez, esta é o primeiro triunfo da Gas Gas, construtor originalmente de Espanhade Espanha, que foi adquirido pela KTM em 2019 desta forma, o construtor de Australia suspendeu a senda vitoriosa da Honda, que tinha conquistado a prova nos dois anos anteriores, sob o comando do português Ruben Faria.O Dakar teve começo a 1 de janeiro.

O de Portugal Rui Gonçalves foi esta quarta-feira oitavo classificado, a 6.49 minutos e a somente 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e Faz 8 meses, António foi 17.º, a 10.39.O australiano Toby Price venceu esta quarta-feira a 10.ª e antepenúltima etapa da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o francês Adrien van Beveren retornou ao comando da prova nas motas.Price gastou 3:05.32 horas para satisfazer os 375 quilómetros cronometrados entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.O argentino Luciano Benavides foi segundo, a 2.09 minutos de Price, com Adrien van Beveren a ser terceiro, a 3.35 minutos, resultado que lhe valeu o retorno ao comando da prova.O de Portugal Rui Gonçalves foi esta quarta-feira oitavo classificado, a 6.49 minutos e a somente 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e Faz 8 meses, António foi 17.º, a 10.39.O espanhol Joan Barreda tinha concluído, inicialmente, na terceira posição, mas uma punição de 4.00 minutos atirou-o para nono, atrás de Rui Gonçalves.Na geral, Adrien van Beveren recuperou a liderança que já tinha tido após a sétima etapa, agora com o tempo de 33:27.06 horas e com 5.59 minutos de progressão sobre o britânico Sam Sunderland , que hoje perdeu 11 minutos e não foi além da 19.ª posição na etapa.O chileno Pablo Quintanilla é terceiro, apesar de hoje ter sido penalizado em dois minutos, estando a 6.15 minutos do primeiro lugar.O anterior líder, o de Australia Mathias Walkner , perdeu mais de 15 minutos a abrir a pista e caiu para quarto da geral, a 8.24 minutos.Joaquim Rodrigues subiu mais um lugar e é, agora, 14.º, a 1:00.02 horas do líder, enquanto António Maio é 23.º e Rui Gonçalves 24.º.Argentino Kevin Benavides venceu a 11.ª e penúltima etapa das motas.O argentino Kevin Benavides venceu a 11.Enquanto o de Portugal Joaquim Rodrigues Jr. foi terceiro e o britânico Sam Sunderland, ª e penúltima etapa das motas do rali Dakar de todo-o-terreno voltou à liderança.Benavides, que tinha desistido na véspera com o motor da sua KTM partido, utilizou o joker disponível para retornar à competição, de forma a aauxiliara equipa, e foi o mais rápido nos 345 quilómetros esboçados em redor da localidade de Bisha, na Arábia Saudita.O argentino deduziu a penúltima etapa da 44.ª edição da prova com o tempo de 3:30.56 horas, deixando Sam Sunderland na segunda posição, a somente quatro segundos, com o de Portugal Joaquim Rodrigues Jr. em terceiro, a 2.26 minutos.Com estes resultados, Sam Sunderland recuperou a liderança da prova, com 6.52 minutos de benefício sobre o chileno Pablo Quintanilla e pode ter dado a machadada final na luta pelo triunfo.Enquanto o de Francia Adrien van Beveren caiu de primeiro para quarto, o de Australia Mathias Walkner é terceiro, a 7.15 minutos , depois de ter sido somente 15.º esta quinta-feira.O de Portugal Joaquim Rodrigues subiu, temporariamente, ao 14.º lugar.Dakar’2022: Portugueses ganham posições na geral após nona etapaVários dos portugueses presentes na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno subiram posições na geral após a disputa da nona etapa, em redor de Wadi Ad-Dawasir, na Arábia Saudita.Joaquim Rodrigues Jr. concluiu o dia na 11.ª posição na competição das motas, a 6.43 minutos do ganhador, o chileno José Ignacio Cornejo , e subiu a 15.º da geral, a 58.57 do novo líder, o de Australia Mathias Walkner .»Hoje foi uma especial com muitos desfiladeiros e rochas, mas, ainda assim, rápida. Não me senti bastante confortável e não rodei bastante rapidamente. Ainda assim consegui concluir a etapa e espero continuar com a boa performance até final», declarou o piloto natural de Barcelos.Walkner destronou o britânico Sam Sunderlad , que hoje devia abrir a pista e não foi além do 13.º melhor tempo do dia.O argentino Kevin Benavides foi segundo, a 1.26 de Cornejo, com o de Noruega Ricky Brabec em terceiro, a 1.47.Na geral, Sunderland caiu para segundo, a 2.12 de Walkner, com o francês Adrien van Beveren em terceiro, a 3.56.Rui Gonçalves fechou o dia na 15.ª posição, a 8.31 minutos do ganhador, e subiu ao 25.º lugar, a 2:29.31 horas do líder.»Senti-me bem durante todo o dia e também com o ritmo que adotei. Caminhei praticamente sozinho durante a especial. Foi igualmente um dia onde não fizemos quaisquer erros em termos de navegação, o que é muito positivo», comentou o piloto de Vidago, que está imediatamente atrás de António Maio , que hoje foi 21.º.O piloto da Yamaha subiu, assim, ao 24.º lugar.»Correu tudo bem hoje. Não tive problemas com a navegação e a mota está impecável. Estamos preparados para agredi esta reta final do Dakar que se calcula muito difícil. Estamos na entrada do top-20 e amanhã [quarta-feira] temos uma etapa mais comprida onde vou combater por um bom lugar na geral», prometeu o alentejano.Mário Patrão foi 36.º, Alexandre Azinhais foi 71.º, Arcélio Couto foi 94.º, Pedro Bianchi Prata 109.º e Paulo Oliveira 110.º.Na geral, Patrão é 47.º, Alexandre Azinhais subiu a 67.º, Arcélio Couto ganhou um lugar e é 80.º, Bianchi Prata ascendeu duas posições, para 98.º e Paulo Oliveira é 102.º.Quarta-feira disputa-se a 10.ª etapa, entre Wadi Ad-Dawasir e Bisha, com 374 quilómetros cronometrados.

Na quinta-feira 06 de janeiro trio de portugueses concluiu o dia no top-30, com Joaquim Rodrigues Jr em 20º e Rui Gonçalves em 28ºO australiano Toby Price venceu a quinta etapa das motas na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, que decorria até dia 14 na Arábia Saudita, batendo o de Italia Danilo Petrucci , antigo piloto de MotoGP.Price gastou 3:19.32 horas para completar os 346 quilómetros da tirada de hoje, em que as motas e os carros seguiram por pistas diferentes pela primeira vez na história da prova.Petrucci chegou em segundo, a 4.14 minutos do ganhador, com o piloto Ross Branch , do Botsuana, a chegar em terceiro, a 4.16 minutos de Price.Faz 8 meses, António foi o melhor português, em a 17.ª posição, a 13.48 minutos do ganhador.Joaquim Rodrigues Jr. foi 20.º, a 17.13 minutos, e ruía Gonçalves 28.º, a 21.24 minutos.Na geral, o britânico Sam Sunderland perdeu meio minuto, ao ser 13.º, mas conservava o comando, com 2.29 minutos de benefício sobre o de Australia Mathias Walkner e 5.59 sobre o francês Adrien van Beveren , que era terceiro.Joaquim Rodrigues perdeu duas posições, caindo para 21.º, enquanto António Maio era 25.º e Rui Gonçalves 37.º.

Sam Sunderland é um piloto britânico de rali baseado em Dubai, mais conhecido por sua participação no Rali Dakar, em que ele ganhou a edição de 2017 na categoria de motocicletas.

Honda Motor Company, Limited é um dos mais importantes fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Saudi Arabia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dakar’2022: Sam Sunderland vence prova pela segunda vez nas motas
>>>>>Dakar’2022: Price vence décima etapa nas motas, Van Beveren reassume liderança – (ojogo-pt)
>>>>>Dakar’2022: Joaquim Rodrigues Jr. terceiro na etapa e Sunderland novo líder – (ojogo-pt)
>>>>>»Foi uma especial com muitos desfiladeiros e pedras, mas, ainda assim, rápida» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 115 60 NONE 14 (tacit) eu: 12, me: 2
2 Sam Sunderland 135 0 PERSON 12 (tacit) ele/ela (referent: Sam_Sunderland): 1, Sam_Sunderland: 3, ele (referent: Sam_Sunderland): 1, Sunderland: 2, O britânico Sam_Sunderland: 1, o britânico Sam_Sunderland: 4
3 Mathias Walkner 0 0 PERSON 12 Walkner: 2, º de a geral a 58.57 de o novo líder o austríaco Mathias_Walkner: 1, (tacit) ele/ela (referent: o austríaco Mathias_Walkner): 3, o austríaco Mathias_Walkner: 3, O anterior líder o austríaco Mathias_Walkner e a 8.24 minutos: 1, (tacit) ele/ela (referent: Walkner): 1, O austríaco Mathias_Walkner: 1
4 º 0 0 NONE 10 º e: 1, º: 9
5 Rui Gonçalves 0 120 PERSON 9 O português Rui_Gonçalves: 2, Gonçalves: 2, Rui_Gonçalves: 4, (tacit) ele/ela (referent: Gonçalves): 1
6 Joaquim Rodrigues 0 0 PERSON 9 Joaquim_Rodrigues: 2, O português Joaquim_Rodrigues: 1, Joaquim_Rodrigues_Jr.: 4, Joaquim_Rodrigues_Jr: 1, o português Joaquim_Rodrigues_Jr.: 1
7 António 100 0 PERSON 7 António: 7
8 Adrien van Beveren 0 0 PERSON 7 o francês Adrien_van_Beveren: 4, (tacit) ele/ela (referent: Adrien_van_Beveren): 1, Adrien_van_Beveren: 2
9 geral 0 0 NONE 7 a geral: 7
10 Kevin Benavides 80 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: O argentino Kevin_Benavides): 1, O argentino Luciano_Benavides: 1, Benavides de: 2, O argentino Kevin_Benavides: 2