Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cores do Time

Ugarte vai estrear-se no onze, na posição onde deu nas vistas no Uruguai, para dar descanso a Palhinha, que adicionou muitos minutos na Seleção portuguesa.O jogo contra o Belenenses, sexta-feira, para a Taça de Portugal, vai marcar a estreia de Manuel Ugarte como titular com a camisola do Sporting.E vai jogar na posição mais defensiva do meio-campo onde com frequência reina João Palhinha. O internacional de Portugal adicionou pela Seleção um total de 102″, contra Catar e Luxemburgo, e qual deu em as vistas em o Fénix antes de rumar a o Famalicão, onde foi mais vezes oito, se o vai poupar contra os azuis em o Restelo, abrindo espaço para que o médio uruguaio retorne a o ponto de partida de a sua carreira, como trinco, posição em a.

Belenenses e Sporting defrontam-se sexta-feira, às 20h45, no Estádio do Restelo, para a terceira eliminatória da Taça de Portugal.O Belenenses procura encarar «com a maior naturalidade possível» o dérbi lisboeta de futebol com o histórico adversário Sporting, da terceira ronda da Taça de Portugal, que o clube pretende disputar «alegremente e responsabilidade».»Estamos a tentar preparar com a maior naturalidade possível, como se fosse outro jogo qualquer. Um pouco mais ao pormenor, pois o oponente tem um pormenor mais elevado, mas a respeitar as nossas dinâmicas e sem modificar as coisas, para disputar o jogo alegremente e responsabilidade», frisou à agência Lusa o treinador Nuno Oliveira.Depois de um treino intenso do conjunto que milita no Campeonato de Portugal, que equivale ao quarto escalão, Nuno Oliveira, de 34 anos, alegou que «qualquer equipa pode ganhar a qualquer equipa», embora reconhecendo as distintas realidades entre as duas formações, o que não implica um Belenenses com mudanças no estilo de jogo.»Espero ver dentro de campo um Belenenses à Belenenses, ser aquilo que nós somos, divertirmo-nos e ter prazer a jogar à bola, com responsabilidade de saber que estamos num jogo grande, mas sermos nós próprios é uma coisa essencial», alertou o técnico.O Belenenses partirá para a partida consciente de que não vai a dominar, ao contrário do que tem sido habitual, se «zero por cento de possibilidades não existe para ninguém» nos últimos anos, mas Nuno Oliveira crê que pode haver ocasiões para assombrar.»Podemos ter bola e mostrar alguma característica no processo ofensivo, mas sabemos que devemo estar bastante bem defensivamente, pois o Sporting é bastante perspicaz e vertical na forma como trabalha o seu momento ofensivo. Temo que trabalhar bem a nível defensivo e também de contra-ataque, que poderá ser uma arma boa», analisou.Como «nenhuma equipa é perfeita», vão tentar buscar alguns pontos «menos fortes» dos «leões», pensamento que o médio Mauro Antunes também assume, porque «quem veste a Cruz de Cristo ao peito deve entrar com pretensão de vencer todos os jogos».Formado no Sporting durante nove anos, dos petizes aos juvenis, o jogador recordou a «grande formação, uma das melhores da Europa», onde teve «muitas aprendizagens como jogador e como homem», bem como uma amizade com o «leão» Ricardo Esgaio.»Convivemos ainda cinco ou seis anos no Sporting. Parabenizamo-nos um ao outro, quando o Ricardo vence ou tem êxito na carreira. É a relação normal de quem conviveu em alguma parte da vida», contou à Lusa, aadicionandoque não falaram ainda do jogo, embora o centrocampista tenha a camisola de Esgaio «debaixo de olho».Calhar o Sporting no sorteio foi um «sentimento agridoce» para Mauro Antunes, que é um dos «capitães» do Belenenses, enquanto o avançado Bruno Botas, um dos homens-golo da formação, relatou à Lusa que «a malta ficou toda eufórica», apesar dos treinos estarem a decorrer «com tranquilidade e normalidade», como faz parte do quotidiano.»Estamos a calcular que esteja uma boa casa aqui no Restelo. O jogo é numa sexta-feira à noite, ainda por cima. Haverá uma boa inundação neste estádio belíssimo. Devido à dimensão do clube, estamos habituados a jogar com muitos adeptos, em casa ou fora. Este jogo com o Sporting será diferente, terá bastante mais gente, mas o Belenenses traz muitos adeptos bons e fiéis, que vão a todo o lado», declarou o dianteiro, de 34 anos.É precisamente «uma excelente casa» que a direção do Belenenses espera, para além de «um dia de grande propaganda para o futebol de Portugal e para a Taça de Portugal», uma prova onde o clube do Restelo tem «grandes costumes», pois consta no palmarés com três troféus, conquistados nas temporadas de 1941/42, 1959/60 e 1988/89.Belenenses e Sporting defrontam-se sexta-feira, às 20h45, no Estádio do Restelo, para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, na reedição de um dérbi lde Lisboacentenário que já se disputou 248 vezes, mas jamais num panorama tão díspar entre os clubes.Na temporada anterior, por esta altura, com onze encontros realizados, somente quatro jogadores tinham alinhado na defesa, enquanto, em 2021/2022, já foram seis os elementos a rodar na linha recuadaÉ garantindo que o Sporting vai ter uma defesa inédita no jogo da próxima sexta-feira, frente ao Belenenses, do Campeonato de Portugal, a contar para Taça de Portugal, em função das ausências forçadas no plantel.Tal como já o fez no encontro frente ao Arouca, no qual apostou em Ricardo Esgaio, Sebastián Coates e Matheus Reis para formar a linha defensiva, não contando com Sebastián Coates, que se encontra ao serviço da seleção do Uruguai e não retorna a tempo, uma vez que Gonçalo Inácio ainda procura os melhores índices físicos depois de ter recuperado de lesão e partindo do princípio que Luís Neto irá continuar em administração de esforço, sendo, na partida, poupado para o jogo com o Besiktas, da Rúben Amorim improvisará. Rúben Amorim é treinador do Sporting. Rúben Amorim é treinador do Sporting. Rúben Amorim é treinador do Sporting.Ora, contra o Belenenses, a fórmula vai ser bastante parecida, trocando somente Feddal por Coates e voltando a apostar nos laterais Ricardo Esgaio e Matheus Reis para a já clássica defesa a três.Refira-se que, nesta temporada, têm sido constantes as mudanças na defesa leonina, ao contrário do que sucedeu no arranque de 2020/21, já que, decorridos os mesmos onze jogos jogos oficiais, Rúben Amorim tem feito uma administração mais diversificada nos três lugares mais recuados, usando Sebastián Coates , Feddal , Ricardo Esgaio , Neto , Gonçalo Inácio , Matheus Reis e Nuno Santos .Na época anterior, e sendo certo que teve menos impedimentos no plantel até esta fase, o técnico foi muito mais conservador, utilizando apenas quatro elementos nas três vagas da linha defensiva: Coates , Feddal , Neto e Gonçalo Inácio . Dentro da subjetividade destes dados, é garantido que Rúben Amorim tem muitas mais dores de cabeça para dirigi este setor.Rúben Amorim contou com 13 «reforços» no treino desta terça-feira.O Sporting treinou na manhã desta terça-feira e Rúben Amorim voltou a chamar vários jovens da formação aos trabalhos da equipa principal.Diego Calai, Bernardo Sousa, Vando Félix, Tiago Santos, Lucas Dias, Rodrigo Ribeiro, Etienne Catena, Edson Silva, Babacar Fati, Edu Pinheiro, Tiago Rodrigues, José Marsà e Hevertton Santos foram os 13 chamados pelo treinador, que assim fez rostito às ausências dos jogadores que estão ao serviço das seleções.Lembre-se que os leões estão a preparar o duelo com o Belenenses , da quarta divisão, a contar para a Taça de Portugal. Amanhã há novo treino, de manhã.

Na terça-feira 05 de outubro depois dos compromissos das seleções, os leões realizarão sete partidas em três semanas, mas quatro eram em Alvalade e uma no Restelo.Após os compromissos das seleções, o Sporting irá entrar num novo ciclo bastante exigente a nível físico, o segundo da época, com a execução de sete partidas em três semanas – as equipas portuguesas envolvidas nas competições europeias terão todas um calendário sobrecarregado.Esta paragem irá servir também para recuperar jogadores como Gonçalo Inácio e Pedro Gonçalves. Rúben Amorim não escondia o desejo de voltar a contar com ambos para os desafios que se avizinhavam

João Maria Lobo Alves Palhares Costa Palhinha Gonçalves é um futebolista de Portugalde Portugal que atua como volante. Conhece-se João Maria Lobo Alves Palhares Costa Palhinha Gonçalves é mais conhecido como João Palhinha.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Luxembourg

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Exclusivo Estreia à vista como titular no Sporting: «Rouba bolas, recupera e não é de dar porrada»
>>>>>»Sporting? Zero por cento de chances não existe para ninguém» – (ojogo-pt)
>>>>>Sporting prepara defesa inédita para a Taça de Portugal – (ojogo-pt)
>>>>>Sem lesionados, mas com 13 jovens: assim foi o treino do Sporting – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 70 0 NONE 13 nos: 2, nós: 1, (tacit) nós: 10
2 Belenenses 80 0 ORGANIZATION 10 um Belenenses: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Belenenses): 3, o Belenenses: 4, o Belenenses de o Campeonato_de_Portugal: 1, O Belenenses: 1
3 Sporting 200 80 ORGANIZATION 9 o Sporting: 5, (tacit) ele/ela (referent: o Sporting): 2, (tacit) ele/ela (referent: O Sporting): 1, O Sporting: 1
4 Rúben Amorim 90 0 PERSON 7 Rúben_Amorim (apposition: treinador de o Sporting): 1, Rúben_Amorim: 4, (tacit) ele/ela (referent: Rúben_Amorim): 2
5 jogo 50 0 NONE 6 O jogo: 1, um jogo grande: 1, o jogo: 2, Este jogo: 1, outro jogo: 1
6 defesa 50 0 NONE 5 a defesa leonina: 2, clássica defesa: 1, a defesa: 1, uma defesa inédita: 1
7 Nuno Oliveira 15 0 PERSON 5 o treinador Nuno_Oliveira: 1, Nuno_Oliveira de 34 anos: 1, Nuno_Oliveira: 1, (tacit) ele/ela (referent: o treinador Nuno_Oliveira): 2
8 partida 240 0 NONE 4 a partida consciente: 3, a partida: 1
9 Ricardo 80 0 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: o Ricardo): 3, o Ricardo: 1
10 Ricardo Esgaio 0 0 PERSON 4 Ricardo_Esgaio: 2, os laterais Ricardo_Esgaio: 1, (tacit) eles/elas (referent: os laterais Ricardo_Esgaio): 1