Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – double-dagger

De acordo com o despacho governamental publicado em Diário da República.O Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, que vai ser disputado entre sexta-feira e domingo, terá uma lotação máxima de 27.500 espectadores, de acordo com o despacho governamental publicado esta quarta-feira em Diário da República.»Sendo a habilidade total do Autódromo Internacional do Algarve de cerca de 90 mil lugares, e atendendo à situação epidemiológica atual, a lotação autorizada para esta prova específica é de 27.500 lugares ssentar-se distribuídos por bancadas independentes, com uma lotação de oprofissãovmutávele divididas por setores de cerca de 800 pessoas», lê-se no documento.Este tinha sido o número adiantado pelPaulo Pinheiro no domingo, em declarações na agência Lusa, depois de terem sido colocados na venda cerca de 46 mil bilhetes. Paulo Pinheiro é o gerente do AIA.despacho datado de segunda-feira e assinado pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e pela ministra da Saúde, Marta Temido, autoriza a execução do Grande Prémio e define as normas para a presença de público, tendo em vista a contenção das infeções pelo novo coronavírus.No âmbito das medidas publicadas, rostito à situação de ctragédiado país, decretada entre 15 e 31 de outubro, o Governo determinou que «asomentesão permitidos lugares ssentar-se, sendo «proibida a circulação entre bancadas, bem como entre setores da mesma bancada» e o consumo de bebidas alcoólicas, tanto no recinto como nos acessos – estão excecionados os estabelecimentos de restauração.»A entrada e a saída do público de cada bancada é efetuada por acessos distintos, evitando o cruzamento de fluxos de pessoas e garantindo o distanciamento mínimo de dois metros entre espetadores», refere o despacho, delimitando o estacionamento aos locais assinalados.Além destes espaços no recinto e na zona envolvente, o Governo restringiu o transporte coletivo a 50 pessoas por autocarro, a partir de quatro parques de estacionamento: dois em Portimão-Praia da Rocha , junto ao antigo «retail park» e junto ao BurroVille .»O presente despacho produz conseqüência na data da sua assinatura, podendo o mesmo ser revisto até à data da rexecuçãoda prova em função da evolução da situação epidemiológica», rematou o Governo.Na terça-feira, em comunicado, o AIA confirmou a supressão dos lugares de peão, admitindo várias soluções para os detentores destes bilhetes.O Mundial de Fórmula 1 retorna a Portugal 24 anos depois, desta vez ao circuito de Algeria, que vai sediar o Grande Prémio de Portugal entre sexta-feira e domingo, dia da 12.ª corrida da temporada.

A lotação do autódromo vai ser diminuída devido às rlimitaçõesimpostas frostitoà pandemia. Os lugares de peão também vão ser eliminados.O Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 terá a lotação diminuída, devido às rlimitaçõesimpostas pelo Governo frostitoà pandemia de covid-19, sendo abolido o peão no recinto, confirmou esta terça-feira o Autódromo Internacional do Algarve .»Como consequência dessas novas medidas, as autoridades sanitárias e administrativas determinaram também novas restrições e interdições relativamente à presença de público no Grande Prémio de Portugal, nomeadamente uma dreduçãoacomplementardo número total de espetadores ppermitidas e também a interdição total de espetadores na zona de peão», lê-se no comunicado do AIA.No domingo, em declarações à agência Lusa, o agerentedo AIA admitiu a rdiminuiçãodo número de espetadores para 27 500, calculando que fossem seliminadosos lugares de peão, depois de terem sido colocados à venda cerca de 46 mil bilhetes.»Perante este cenário, ao qual caso assim o queira, somos alheios , vamo fazer a devolução na íntegra do valor do bilhete e do preço dos portes. Em opção, trabalhámos em diversas soluções para que os possuidores de bilhetes de peão consigam, ainda assim, assistir à corrida, pelo que cinstituímoum conjunto de pchances, prossegue o AIA, sdestacandoque ocontactou-se os detentores de estes ingressos já . promotor do Grande Prémio de Portugal, 12.ª prova do Mundial de Fórmula 1, que vai ser disputado entre sexta-feira e domingo, em Portimão, remata o comunicado pedindo desculpa pelo transtorno provocado e agradecendo o suporte recebido.»Gostaríamos bastante que o momento atual fosse outro, para que tudo pudesse decorrer de uma maneira diferente, mas temos de nos e nos deparam, ajustar às situações, conforme elas s e resolver as mesmas dentro das pchancesao nosso aescopo, cdeduziuSiga as principais incidências de mais um grande prémio de MotoGP.Declarações do líder da maior associação hoteleira da região.O principal efeito económico do Grande Prémio de Portugal em Fórmula 1 no Algarve vai redundar da cobertura mediática e da permanência da prova na região, defendeu o líder da maior associação hoteleira da região.O Autódromo Internacional do Algarve , em Portimão, vai sediar no domingo a 12.ª prova do Mundial de Fórmula 1, mas o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve considera necessário «garantir, em termos de futuro a permanência do acontecimento», já que, além dos fluxos turísticos que gera, tem «um peso mediático enorme».»O principal efeito [económico] tem a ver com a cobertura mediática internacional e o seu contributo para a promoção e divulgação do Algarve internacionalmente, o que é um efeito francamente positivo», considerou Elidérico Viegas, em declarações à agência Lusa.O culpado reconheceu que o efeito direto, calculado através da profissão das unidades hoteleiras nas imediações no circuito, casos da Praia da Rocha e do Alvor, está «bastante aquém do que seria normal»»Há hotéis [nessa zona] com boas expectativas de profissão. Não são bastante elevadas, já não eram, e ainda menos agora com o agravamento da pandemia», referiu Elidérico Viegas, enfatizando que o acontecimento atrairá, sobretudo, espectadores nacionais, devido às rlimitaçõesnos países de origem de potenciais espetadores e à lotação do autódromo estar «mubastanteeduzida».Apesar de curtas, elidérico Viegas reconheceu que os hotéis beneficiarão das estadas dos portugueses, » «, e das «pessoas que gravitam à volta do eacontecimento, que envolve «bmuitogente», havendo hotéis «que vão econcluirimediatamente a seguir» à prova.No domingo, o gerente do AIA admitiu que o limite máximo para a corrida tem que rondar os 27.500 espetadores, cerca de um terço da habilidade do recinto.Faz 1 mês, em meados Paulo Pinheiro estimava que a vinda de a Fórmula 1 a Portugal poderia encarnar um efeito direto em a economia de a região de Algeria superior a 100 milhões de euros.em a venda cerca de 46.000 bilhetes mas as limitações poderão impossibilitar a existência de lugares de peão, se os colocaram inicialmente, e eventual distribuição pelas bancadas.Paulo Pinheiro admitiu ainda a existência de «várias desistências» de estrangeiros, «que, ou não conseguiram viagem, ou estão com receio» de assistir à corrida.O Mundial de Fórmula 1 retorna a Portugal 24 anos depois, desta vez ao circuito de Algeria, que vai sediar o Grande Prémio de Portugal entre sexta-feira e domingo, dia da 12.ª corrida da temporada.

O Grande Prémio de Portugal é um grande prémio da Fórmula 1 realizado entre 1958 e 1996 e que volta a realizar-se em 2020.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Portimao

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Fórmula 1: Governo confirma lotação máximo para GP de Portugal
>>>>>Autódromo Internacional do Algarve confirma redução de espectadores na F1 – October 20, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Fórmula 1 no Algarve: saiba de onde vem o principal impacto económico – October 20, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Fórmula 1: Grande Prémio de Portugal reduz lotação – October 17, 2020 (ojogo-pt)
>>>>>DIRETO | Acompanhe a corrida de Miguel Oliveira no GP de Aragão – October 18, 2020 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 8 80 NONE 8 (tacit) nós: 6, nos: 2
2 eu 8 0 NONE 5 (tacit) eu: 5
3 circuito 0 0 NONE 5 o circuito: 1, o circuito algarvio: 4
4 restrições 0 327 NONE 4 as restrições: 2, as restrições impostas: 2
5 Elidérico Viegas 0 50 PERSON 4 Elidérico_Viegas: 3, (tacit) ele/ela (referent: Elidérico_Viegas): 1
6 o Governo 0 50 PERSON 4 o Governo: 4
7 impacto 370 0 NONE 4 um impacto direto: 1, um impacto francamente positivo: 1, o impacto direto calculado: 1, O principal impacto: 1
8 Grande Prémio de Portugal 50 0 ORGANIZATION 4 O Grande_Prémio_de_Portugal: 1, o Grande_Prémio_de_Portugal: 3
9 o Mundial_de_Fórmula 0 0 OTHER 4 (tacit) ele/ela (referent: O Mundial_de_Fórmula): 2, O Mundial_de_Fórmula: 2
10 pessoas 0 0 NONE 4 pessoas: 2, 800 pessoas: 1, 50 pessoas: 1