Por: SentiLecto

O golfista de Portugal subiu ao 43.º lugar.Stephen Ferreira assinou este sábado, na terceira ronda, a sua melhor exposição no Royal Cape Golf Club e subiu ao 43.º lugar do Cape Town Open, torneio pontuável para o Challenge Tour.O profissional nascido no Zimbabué, mas descendente de um avô de Portugal, deduziu a penúltima volta do torneio com 70 pancadas, duas abaixo do Par, graças a birdie nos buracos 1, 9 e 18 e um bogey no segundo green.Depois de passar o cut no limite, deixando para trás Ricardo Melo Gouveia, Stephen Ferreira, de 29 anos contabiliza agora 214 pancadas , duas abaixo do Par. Stephen Ferreira, de 29 anos é o outro representante nacional que disputou o Cape Town Open.se lidera a liderança de o torneio dotado de cerca de 170 mil euros em prémios monetários por os sul-africanos Neil Schietekat e Jacques Blaauw e o espanhol Santiago Tarrio, todos com um agregado de 205 shots.

Ricardo Santos, Filipe Lima e Pedro Figueiredo deduziram a primeira volta do Open de Tenerife à porta do cut provisório.Ricardo Santos, Filipe Lima e Pedro Figueiredo, os golfistas de Portugal membros do European Tour, deduziram a primeira volta do Open de Tenerife, que se está a jogar no Golf Costa Adeje, à porta do cut provisório .Ricardo Santos é, ainda assim, dos três aquele que está mais próximo de alcançar uma vaga entre os 65 primeiros e empatados que disputarão as últimas duas rondas, depois de entregar um cartão com 70 pancadas, uma abaixo do Par 71.O golfista de Algeriade Algeria, que partiu para a ronda inaugural do «tee» do 10, chegou, inclusivamente, a contabilizar quatro abaixo do Par ao fim dos primeiros nove buracos, graças a «birdie» nos buracos 11 e 18 e um «eagle» no 13, mas assinou «double bogey» nos buracos 1 e 7, intervalados com um «birdie» no 3, e saiu do corte provisório, fixado nas duas pancadas abaixo do Par.»No buraco 1 a minha bola ficou em cima de um coqueiro e no «green» do 7 fiz quatro «putts», porque caminhei a fazer gravatas. De resto, joguei muito bem, só me faltou um pouco de sorte», explicou Santos, em declarações à Lusa.Enquanto o de Algeria figura no 83.º posto do «leaderboard», Filipe Lima ocupa um lugar entre os 104.ºs classificados, depois de satisfazer o Par do campo, com três «birdies» e outros tantos «bogeys» , estando assim a dois «shots» do limite do «cut».Já Pedro Figueiredo, que chegou ao sétimo buraco a comandar a prova do European Tour, com três pancadas abaixo do Par, após «birdie» no 3, 5 e 6, não conseguiu evitar um «double bogey» no 8 e dois «bogeys» e caiu para o 117.º posto, com 72 pancadas, uma acima do Par.O dinamarquês Thorbjorn Olesen lidera com 62 «shots» o Tenerife Open e o benefício mínimo sobre o sueco Alexander Björk, os sul-africanos Garrick Higgo, campeão no último domingo do Gran Canária Open, Dean Burmester e o norte-americano John Catlin. O dinamarquês Thorbjorn Olesen é detentor de cinco títulos do European Tour.

Na sexta-feira 23 de abril os dois representantes nacionais despediram-se do primeiro torneio da época do Challenge Tour na 97.ª posiçãoOs golfistas portugueses Ricardo Melo Gouveia e Stephen Ferreira falharam o apuramento para as últimas duas voltas do Limpopo Championhisp, torneio do Challenge Tour, que estava a decorrer no Euforia Golf Club, na África do Sul.Os dois representantes nacionais despediram-se do primeiro torneio da época do Challenge Tour na 97.ª posição do «leaderboard», que apurou os 65 melhores jogadores para os derradeiros 36 buracos, todos com 141 pancadas .Depois de quase seis meses sem competir e confessar ter sentido na estreia «alguma falta de ritmo», Melo Gouveia uniu ao «score» inicial de 73 pancadas uma segunda ronda de 74 «shots» , graças a um «double bogey» no buraco 3, «bogey» no 7 e no 11 e «birdie» no 9 e 12.»Hoje estive perto de uma boa volta, mas infelizmente fiz um mau «swing» no buraco 3, o meu 12, já que comecei a volta no «tee» do 10, e não conseguíei depois recuperar», explicou o jogador natural de Lisboa, em declarações à Lusa, fazendo «um balanço negativo do torneio, por ter falhado o «cut»».Assim como Melo Gouveia, que declarava agora «ter o fim de semana para treinar e preparar o torneio da próxima semana», também na África do Sul, Stephen Ferreira não foi igualmente bem sucedido e, com voltas de 73 e 74 pancadas , ficou a quatro «shots» de garantir a permanência em prova.O de Sullana Daniel van Tonder, por sua vez, conseguiu conservar a liderança da prova com um agregado de 134 pancadas , dez a abaixo, e duas de benefício sobre o segundo classificado, o norueguês Kristian Krogh Johannessen, que não fechou a segunda jornada por falta de luz natural.

Stephen Antunes Eustáquio é um futebolista de Canadade Canada de origem portuguesa que atua a médio-centro.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: NEGATIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Golfe: Stephen Ferreira em sentido ascendente no Cape Town Open
>>>>>Golfistas portugueses à porta do cut provisório no Tenerife Open – April 29, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 pancadas 0 300 NONE 5 214 pancadas: 1, as duas pancadas: 1, 73 pancadas: 1, 70 pancadas: 1, três pancadas: 1
2 eu 0 170 NONE 5 (tacit) eu: 5
3 bogey 0 15 PERSON 4 um bogey: 1, um double bogey: 2, bogey: 1
4 Par 0 0 PERSON 4 Par: 4
5 Stephen Ferreira 0 0 PERSON 4 Stephen_Ferreira de 29 anos (apposition: o outro representante nacional): 1, Stephen_Ferreira: 2, (tacit) ele/ela (referent: Stephen_Ferreira): 1
6 buraco 0 0 NONE 4 o buraco: 3, o sétimo buraco: 1
7 double bogey 0 20 OTHER 3 (tacit) ele/ela (referent: double bogey): 2, double bogey: 1
8 buracos 0 0 NONE 3 36 buracos: 1, os buracos: 2
9 golfista 0 0 NONE 3 O golfista algarvio: 2, O golfista português: 1
10 ª posição de o leaderboard todos com 141 pancadas 0 240 NONE 2 ª posição de o leaderboard todos com 141 pancadas: 2