Por: SentiLecto

A equipa do português Renato Paiva passou a contar os mesmos quatro pontos do Defensa y Justicia, com o qual deverá debater o segundo lugar,O Independiente del Valle, comandado pelo português Renato Paiva, goleou na quarta-feira o Universitario por 4-0, em Quito, em encontro da terceira jornada do Grupo A da Taça Libertadores em futebol.Depois do empate 1-1 na receção aos argentinos do Defensa y Justicia e da goleada por 5-0 padecida do reduto dos brasileiros do Palmeiras, de Abel Ferreira, os equatorianos dominaram os peruanos, passando a adicionar quatro pontos. O jovem médio Jhon Sánchez, de 21 anos, que marcar dois golos: inaugurou o marcador nos descontos da primeira parte, aos 45+3, foi a grande figura do jogo, ao entrar aos 38 minutos, em substituição de Beder Caicedo , e, e «bisou» aos 73.Jacob Murillo de os anfitriões assinalou os outros golos , a os 61 minutos, e o argentino Christian Ortiz, que fechou a contagem, aos 85, depois de ser arremessado aos 66.A equipa do português Renato Paiva passou a contar os mesmos quatro pontos do Defensa y Justicia, com o qual deverá debater o segundo lugar, num grupo em que o Palmeiras adiciona o pleno de nove pontos e está quase nos «oitavos» e o Universitario continua a «zero».Na próxima ronda, o Independiente del Valle recebe os campeões em título, num embate marcado para terça-feira.

Vitória da equipa de Brasil frente ao Defensa y Justicia.O Palmeiras, de Abel Ferreira, conservou o pleno de vitórias na Taça Libertadores em futebol, ao vencer fora os argentinos do Defensa y Justicia por 2-1, na terceira jornada do Grupo A.Num local onde já tinham triunfado por 2-1 para a Supertaça sul-americana – perderiam o troféu em casa, nos penáltis -, os detentores do troféu só desbloquearam o encontro na segunda parte com um bis de Rony, assistido por Luiz Adriano.O Palmeiras foi melhor na primeira metade, mas, na melhor chance, já nos descontos, Rony, isolado, não foi capaz de bater Unsain.No começo da segunda parte, o avançado brasileiro vingou-se e marcou dois golos no espaço de 10 minutos, aos 47 e 56, não falhando, desta vez, na cara do guarda-redes argentino, em ambas após passes milimétricos de Luis Adriano.Aos 68 minutos, Nicolás Tripichio ainda diminuiu, com um desvio na pequena área, na sequência de um livre de Marcelo Benítez, mas, até final, o verdão, desta vez de branco, segurou o benefício e até teve as melhores chances para voltar a faturar.Com este resultado, o Palmeiras passou a adicionar nove pontos, aproximando-se dos oitavos de final, contra quatro dos argentinos.Faz 2 anos, que venceu por 3-2 em a casa de o Liga de Quito, onde chegou a desperdiçar uma desvantagem de dois golos, antes de decidir de penálti final., quase sobre o, em os outros embates destaque para o Flamengo campeão em 2019 com Jorge Jesus final.O ex-benfiquista Gabriel Barbosa abriu e fechou o marcador, aos 30 e 84 minutos, e Bruno Henrique assinalou o outro tento do mengão, aos 30, enquanto Cristian Martínez, aos 51, e Luis Amarilla, aos 61, faturaram para os equatorianos.O Flamengo também tem o pleno de três vitórias, liderando o Grupo G, com nove pontos, contra quatro da Liga de Quito, três do Velez Sarsfield e um do Unión La Calera.No Grupo C, os equatorianos do Barcelona também adicionam nove pontos, depois do 1-0 caseiro ao Boca Juniors, graças a um golo de Carlos Garcês, aos 62 minutos.

Na quarta-feira 28 de abril vitória da equipa de Brasil por 5-0 frente ao Independiente del Valle.O Palmeiras, de Abel Ferreira, adicionou a segunda vitória em dois jogos no Grupo A da Taça Libertadores em futebol, ao golear em casa o Independiente del Valle, de Renato Paiva, por 5-0.No duelo entre treinadores de Portugal, Rony, aos 11 e 74 minutos, Luiz Adriano, aos 20, Patrick de Paula, aos 65, e Danilo Barbosa, aos 81, assinalaram os tentos dos detentores do título, que se tinham estreando com uma vitória por 3-2 no reduto dos peruanos do Universitario, graças a um golo na última jogada.Por seu lado, o conjunto equatoriano manteve-se com um ponto – conseguido na receção aos argentinos do Defensa Y Justicia -, após um embate em que errou bastante, pois os três primeiros golos nasceram de saídas falhadas para o ataque.Os forasteiros, personalizados e sem medo de ter a bola, iniciaram bem, mas, na primeira jogada de perigo, depois de uma saída falhada para o ataque do Independiente del Valle, os brasileiros adiantaram-se no marcador.Aos 10 minutos, Raphael Veiga aproveitou um mau passe dos forasteiros e arremessou Rony, que, beneficiando da tentativa falhada de corte de Pellarano, entrou na área a «fuzilou» Moisés Ramírez.Em benefício, o Palmeiras ficou mais tranquilo e, aos 20 minutos, ampliou o benefício, desta vez por intermédio de Luiz Adriano, que faturou após um passe de Patrick de Paula que Schunke não logrou intercetar.Até aa pausa, o conjunto do Equador teve mais tempo a bola, perante um conjunto de Brasil mais em contra-ataque, mas jamais conseguiu ameaçar Weverton.No começo da segunda parte, o onze de Renato Paiva tentou reentrar no debate do resultado e ameaçou em dois «tiros» de fora da área, de Faravelli e Murillo .As saídas a jogar voltaram, porém, a trair o Independiente, com Patrick de Paula a conseguir a interceção, aos 65 minutos, e a assinalar o terceiro golo dos locais, na recarga a um primeiro remate detido pelo guarda-redes dos visitantes.Os forasteiros estiveram duas vezes perto do golo aos 73 minutos, por Montenegro e Segóvia, mas não marcaram e, aos 74, o Palmeiras chegou ao quarto em contra-ataque, por Rony, que «bisou», após escapada e centro da esquerda de Victor Luis.Somente sete minutos depois, o Palmeiras chegou na «manita», agora com um golo de cabeça de Danilo Barbosa que correspondeu da melhor maneira a um canto marcado na direita por Wesley. Um golo de cabeça de Danilo Barbosa é ex-jogador do Sporting de Braga e do Benfica.sta quarta-feira, a partir das 23:00 , os argentinos do Defensa y Justicia recebiam os peruanos do Universitario, no fecho da segunda jornada do período de grupos.Na terceira ronda, o conjunto de Abel Ferreira deslocava-se ao reduto do Defensa y Justicia, na terça-feira, enquanto o «onze» de Renato Paiva era anfitrião do Universitario, na quarta-feira.

Renato Manuel Alves Paiva é um técnico de futebol de Portugalde Portugal que atualmente conduz o Independiente del Valle na Série A do Equador.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Ecuador

Cities: Quito

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Independiente del Valle reage com goleada na Taça Libertadores:
>>>>>Abel comanda o Palmeiras a nova vitória e mantém o pleno na Libertadores – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Palmeiras 245 30 ORGANIZATION 10 O Palmeiras: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Palmeiras): 2, o Palmeiras: 5, O Palmeiras de Abel_Ferreira: 2
2 Justicia 70 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: y Justicia): 3, y Justicia: 4
3 Rony 0 0 PERSON 4 Rony: 4
4 forasteiros 35 45 NONE 3 os forasteiros: 1, Os forasteiros: 2
5 Weverton 15 30 PERSON 3 (tacit) ele/ela (referent: Weverton): 2, Weverton: 1
6 vantagem 225 0 NONE 3 a vantagem: 2, vantagem: 1
7 Independiente del Valle 0 0 ORGANIZATION 3 o Independiente_del_Valle: 3
8 Luiz Adriano 0 0 PERSON 3 Luiz_Adriano: 3
9 Renato Paiva 0 0 PERSON 3 o português Renato_Paiva: 1, Renato_Paiva: 2
10 embate 0 0 NONE 3 um embate marcado: 1, um embate: 2