Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sepang Victory (2017) (cropped)

Mundial de MotoGP arranca no próximo fim de semana, no Catar.Miguel Oliveira, o primeiro e único português a disputar o Mundial de MotoGP, ambiciona o máximo em cada momento, na antevisão à temporada de 2021 do campeonato de motociclismo de velocidade.»Como se constrói um campeonato é corrida a corrida. É pontuarmos, vermos as circunstâncias em que nos encontramos em cada prova e em cada momento, e extrairmos o máximo daquele momento. Se isso for um triunfo, será triunfo, se for um quinto lugar, será o quinto lugar ou pior, o que é certo é que temos sempre de ajustar as nossas expectativas à realidade e às circunstâncias em que nos encontramos e nunca atirar a toalha ao chão. O campeonato é longo e vamo ter, com certeza alguma, muitas chances para capitalizar e mostrar o nosso potencial em muitas corridas», explicou o piloto de Portugal.Depois de duas temporadas na Tech3, com os 17.º e nonos lugares no Mundial, mas também com os duas primeiros triunfos na categoria rainha, Miguel Oliveira assumirá o comando de uma das motas da equipa oficial da KTM, no campeonato que arranca no domingo, no Catar.Em entrevista à agência Lusa, o português ddeclarouduvidar que o espanhol Joan Mir tenha apostado na regularidade em detrimento de alcançar vtriunfosnas etapas para chegar ao título mglobal atribuindo ainda a dispersão de triunfos por nove pilotos às condicionantes provocadas pela pandemia de covid-19 no calendário.»Não acredito que a ausência do [Marc] Márquez tenha provocado um grande efeito na variedade nos ganhadores»»Eu acredito que continuará a ser difícil antever um líder realçado em todas as corridas. Eu acho que isso virá com o tempo. Não acredito que a ausência do [Marc] Márquez tenha provocado um grande efeito na variedade nos ganhadores, mas talvez a falta de variedade nos circuitos e o facto de termos de repetir circuitos a cada mês levou a que as contas se alterassem um pouco», referiu.Mesmo assim, Oliveira não hesitou em mencionar o espanhol hexacampeão do mundo como um dos favoritos, apesar de estar a recuperar da fratura do úmero do braço direito, que o afastou de grande parte das corridas de 2020.»Sim, com certeza alguma. O Márquez é um claro candidato ao título este ano e vai ser sempre uma incógnita no começo, por não sabermos ao certo se alinhará já na primeira corrida ou na segunda, mas acredito que mesmo essa falta de pontuação, numa ou duas corridas, não o impedirão de obter bons resultados este ano», reconheceu.Escusando-se a indicar como destaques o regresso de Márquez ou a despromoção do italiano Valentino Rossi, sete vezes campeão da categoria rainha do motociclismo de velocidade, para a equipa satélite da Yamaha, o português disse-se focado em si e «nos outros 21 adversários da grelha», sem «perder tempo ou energia» com o que não controla.»A concorrência está bastante competitiva. Vivemos numa época de motas oficiais, todas na grelha são, à exceção de duas Ducati que eram as oficiais de 2020. Vemos campeões e vice-campeões do Mundo em Moto2 a ascenderem à categoria, outros com nível de pdesempenhomelhorado. Esse é o nível da competição e não era esperado chegar a uma nova época e termos os oponentes piores do que no ano passado», deduziu.A edição de 2021 do Mundial de MotoGP arranca no domingo, no Qatar, onde vai ser disputada a primeira das 19 corridas já marcadas, entre as quais o Grande Prémio de Portugal, em Portimão, em 18 de abril.

Por ainda estar a recuperar de uma lesão, o piloto de Espanha da Honda estará ausente das provas que se disputam no Catar.O piloto de Espanha Marc Márquez vai estar ausente das duas primeiras provas do Mundial de MotoGP, que se disputam no Catar, nos próximos dois fins de semana, devido à lesão spadecidano icomeçoda temporada passada, em Espanha.Em comunicado, a equipa do hexacampeão global explica que, apesar da «boa evolução» da recuperação, «considerando o atual processo de consolidação óssea», após a fratura do úmero do braço direito, «os médicos consideram prudente e necessário não agilizar o retorno às pistas depois de tanto tempo de inatividade, para evitar colocar em risco o úmero de Márquez em alta competição».O mesmo comunicado menciona que vai submeter-se o piloto a nova avaliação em 12 de abril, o que implica falhar não só a ronda de abertura do campeonato, no domingo, como a segunda corrida, calculada para a semana seguinte, no mesmo circuito de Losail, no Catar.O piloto de Espanha explicou: «Depois da última consulta com a equipa médica, os experts declararam que o mais prudente era não participar no Grande Prémio do Qatar e continuar com o plano de recuperação que fizemos nas últimas semanas».Ainda que teria ficado «encantado», márquez admitiu por «poder participar na corrida inaugural do campeonato do mundo», mas reconheceu que tem de «continuar a trabalhar para poder recuperar as condições ótimas» que lhe permitam retornar à competição.O Mundial de velocidade de motociclismo de 2021 arranca no domingo, com o Grande Prémio do Catar, primeira de 21 corridas calculadas para este ano.Portugal sedia a terceira ronda do calendário, no Autódromo Internacional do Algarve, de 16 a 18 de abril. O de Portugal Miguel Oliveira satisfaz a terceira época na categoria rainha, depois de ter sido 17.º e nono nas temporadas anteriores.

Faz 17 dias, os testes de pré-temporada de o Mundial de MotoGP decorriam em o Catar, em o domingo 07 de março.Miguel Oliveira concluiu na 11.ª posição o segundo de dois dias de testes de pré-temporada do Mundial de MotoGP, que decorreram no circuito de Losail, no Catar.O piloto da equipa oficial da KTM rodou 47 voltas, tendo conseguido o melhor registo na 35.ª, com o tempo de 1.54,666 minutos, mais 726 milésimos do que o mais rápido, o francês Fabio Quartararo e a somente 15 milésimos do nono posto, do de Italia Francesco Bagnaia .O australiano Jack Miller foi o segundo mais rápido, a 77 milésimas de Quartararo, mas com a melhor volta a surgir só ao cair do pano.O espanhol Aleix Espargaró , que tinha sido o mais rápido no sábado, foi terceiro na tabela de tempos, a 212 milésimas de Quartararo, que foi o único a chegar ao segundo 53.Esta cúpula holeshot, que permitia diminuir a frente da mota no momento da partida, de maneira mecânica para evitar «cavalinhos’ . O holeshot, que permitia diminuir a frente da mota no momento da partida, de maneira mecânica é um novo sistema de arranque. O holeshot, que permitia diminuir a frente da mota no momento da partida, de maneira mecânica é um novo sistema de arranque.Os pilotos têm, agora, dois dias de folga, retornando ao trabalho na quarta-feira, para uma bateria de três dias de testes, no mesmo circuito que sediava a ronda de abertura do campeonato, em 28 de março.Faz 11 meses, o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, sediava a terceira ronda de o campeonato.

Miguel Ângelo Falcão de Oliveira é um piloto de motociclismo de Portugalde Portugal que participa na categoria de MotoGP com a equipa Red Bull KTM Tech 3.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Qatar, Portugal

Cities: Portimao

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Miguel Oliveira aborda a nova época de MotoGP e assinala um «claro candidato ao título»
>>>>>MotoGP: Marc Márquez vai falhar as primeiras duas provas do Mundial – March 22, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Marc Márquez prepara em Portimão o regresso ao MotoGP já no dia 26: veja o vídeo – (ojogo-pt)
>>>>>Miguel Oliveira viaja no tempo e avisa: «Preparem os corações» – (ojogo-pt)
>>>>>Anunciado o substituto de Marc Márquez nas duas primeiras corridas de MotoGP – March 23, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 0 70 NONE 11 (tacit) eu: 9, Eu: 2
2 Marc Márquez 8 111 PERSON 9 (tacit) ele/ela (referent: Márquez): 3, Marc_Márquez: 1, Márquez: 3, Marc: 2
3 nós 100 0 NONE 6 (tacit) nós: 6
4 o Catar 0 0 PLACE 6 o Catar: 6
5 Miguel Oliveira 75 0 PERSON 5 O português Miguel_Oliveira: 1, Oliveira: 1, o (referent: Oliveira): 1, Miguel_Oliveira: 2
6 piloto 0 40 NONE 4 O piloto espanhol: 1, o piloto espanhol: 1, o piloto português: 1, o piloto: 1
7 campeonato 0 0 NONE 4 um campeonato: 1, o campeonato: 2, O campeonato: 1
8 corrida 0 0 NONE 4 a segunda corrida: 1, a primeira corrida: 1, corrida: 2
9 categoria 100 0 NONE 3 a categoria rainha: 2, a categoria: 1
10 Mundial de MotoGP 0 0 ORGANIZATION 3 o Mundial_de_MotoGP: 2, Mundial_de_MotoGP: 1