Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – 20140907-Kruijswijk (cropped)

Casos positivos de covid-19 na Volta a Itália.A Mitchelton-Scott abandonou esta terça-feira a Volta a Itália, depois de quatro elementos do staff terem testado positivo ao novo coronavírus no dia de descanso, tal como os ciclistas Steven Kruijswijk e Michael Matthews .»Kruijswijk não comparecerá na partida para a 10.ª etapa do Giro. Kruijswijk testou positivo à covid-19 no dia de descanso. Como consequência, ele vai ter de deixar a corrida», lê-se no comunicado da Jumbo-Visma.Faz 1 ano, o holandês, terceiro ocupava o 11.º lugar na classificação geral, a 01.24 minutos do líder, o de Portugal João Almeida .Já a saída da Mitchelton-Scott acontece depois de o britânico Simon Yates, o seu chefe de fila, ter deixado a «corsa rosa» no sábado, também devido a covid-19, e de quatro elementos da sua estrutura terem testado positivo.»Após duas séries de resultados negativos à covid-19, na sexta-feira e no sábado, ase informou a equipa de os quatro resultados positivos de membros de o » staff «, em os testes realizados em a noite de domingo, refere a formação ade AustraliaTambém o sprinter Michael Matthews vai deixar a corrida, depois de ter sido diagnosticado com covid-19, confirmou a Sunweb, adicionando que o australiano está a assintomático e a satisfazer isolamento.Na segunda-feira, primeiro dia de descanso do Giro, foram feitos 571 testes à covid-19, tendo sido detetados casos de infeção também noutros dois elementos das estruturas das equipas, um da AG2R La Mondiale e outro na INEOS.O pelotão da corrida de Italiade Italia, que conclui no dia 25, em Milão, enfrenta hoje a 10.ª etapa, entre Lanciano e Tortoreto, após um dia de descanso que se seguiu aa vitória de Ruben Guerreiro , na etapa de domingo.Almeida dirige a geral, com 30 segundos de benefício sobre o holandês Wilco Kelderman e 39 sobre o sobre o espanhol Pello Bilbao , liderando, consequentemente, a classificação da juventude, enquanto Guerreiro é o detentor da camisola da montanha.

Líder da Volta a Itália vai fazer o possível para conservar a camisola rosa.O ciclista de Portugal João Almeida garantiu este sábado que vai «dar o melhor» na dura nona etapa de domingo para conservar a camisola rosa, emblema da liderança na Volta a Itália, que preserva desde a terceira tirada.»Será uma etapa importante para a classificação geral e tenho a certeza de que os ciclistas vão agredi para ganhar tempo, enquanto eu tentarei defender a minha maglia rosa. Juntamente com a equipa, trabalhámos bastante na última semana e darei o meu melhor para conservar a camisola», garantiu, ao site da sua equipa.O desportista das Caldas da Rainha continua líder no Giro, após a oitava etapa isolado, pelo britânico Alex Dowsett . A oitava etapa é vencida.»Hoje foi um dia tranquilo, durante o qual pudemos descansar as pernas para domingo, pois ninguém desejava ir atrás de quem agrediu», explicou, referindo-se a um sexteto que cedo progrediu na tirada e deixou o pelotão a quase 14 minutos do ganhador.João Almeida foi 17.º, integrando o pelotão liderado pelo australiano Michael Matthews , sétimo, a 13.56 minutos, e continua na frente do Giro, façanha que vai cimentando desde a terceira tirada.»Os últimos sete dias foram bastante difíceis e stressantes, por isso as equipas desejavam ter uma etapa mais fácil antes de domingo, que vai ser um dia muito difícil e com muita escalada», completou.O português tem 43 segundos de progressão sobre o espanhol Pello Bilbao e 48 sobre o holandês Wilco Kelderman , segundo e terceiro classificados, respetivamente.No domingo, véspera do primeiro dia de descanso, disputa-se a nona etapa, com 208 quilómetros a ligar San Salvo a Roccaraso, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de primeira categoria de 9,6 quilómetros e com subidas até 12% de declive.Ciclista de Portugal conserva-se na liderança da geral individual. Etapa foi vencida pelo britânico Alex Dowsett.O ciclista de Portugal João Almeida conservou este sábadp a camisola rosa, emblema da liderança na volta a Itália, na oitava etapa ganha, em solitário, pelo britânico Alex Dowsett .Se satisfizeram os 200 quilómetros que ligaram Giovinazzo a Vieste, com duas contagens de montanha, em 4h50.09, tendo Dowsett batido por 1.15 minutos um trio comandado pelo italiano Salvatore Puccio .João Almeida chegou no pelotão, liderado pelo australiano Michael Andrews , sétimo, a 13.56 minutos, e continua na frente do Giro.Antes do começo da tirada, o ciclista britânico Simon Yates acusou positivo à covid-19 e retirou-se do Giro, tornando-se no primeiro caso de um corredor em grandes voltas.Portugueses assumem três camisolas de líder: da geral individual, de melhor jovem – ambas de João Almeida – e da montanha, agora de Rúben Guerreiro.Com o triunfo na nona etapa do Giro, Rúben Guerreiro assumiu a liderança na geral da montanha, adicionando 84 pontos, à frente do italiano Giovanni Visconti , que tem 76 pontos.Na tirada que ligou San Salvo a Roccaraso , a meta coincidia com uma contagem de montanha de primeira categoria de 9,6 quilómetros e com subidas até 12 por cento de declive, da qual o português da Education First tirou partido para brilhar.O trepador luso vai assim para o primeiro dia de descanso da Volta a Itália com a camisola da montanha vestida.

Na sexta-feira 02 de outubro Após o 17.º lugar final na Vuelta de 2019, então com a Katusha-Alpecin, na sua estreia em grandes Voltas, Guerreiro, de 26 anos, mudou-se para a Education First, que apostava em oito setas assinaladas a triunfos em etapas.O de Portugal Ruben Guerreiro assumiu o objetivo de «ganhar uma etapa» na 103.ª edição da Volta a Itália, que arrancava no sábado, na sua estreia no Giro.Depois do 17.º lugar final na Volta a Espanha de 2019, então com a Katusha-Alpecin, na sua estreia em grandes Voltas, Guerreiro, de 26 anos, mudou-se para a Education First, que apostava em oito setas assinaladas a triunfos em etapas.»As sensações eram boas e tenho alguma liberdade na equipa. Tentaria aproveitar um pouquinho na geral, se houver mais disponibilidade física, mas sem pensar bastante nisso», admite à Lusa.Faz 1 ano, ainda assim, este foi o plano, em o geral em a qual o de Madagascar, de 26 anos, ficou várias vezes próximo de vencer uma etapa e acabou por concluir nos 20 melhores.»Essa era a minha maneira de correr, e a equipa dava-me liberdade. A condição também era boa e vou tentar vencer uma etapa», reforçava.Além das boas pernas, há algumas chances, sobretudo com «subidas de cinco, 10 ou 15 quilómetros», durante as duas primeiras semanas, que admitia enquadrarem-se com as suas habilidades.» vou tentar aproveitar antes de chegar a última semana, que era realmente bastante difícil», confessava.Guerreiro esteve nos Mundiais de Imola por Portugal, mas abandonou, e tem como melhor resultado esta época, marcada pela pandemia de covid-19, um 17.º lugar na Volta à Lombardia, que chegou depois de correr o Tirreno-Adriático, conhecida «avestíbulo do Giro, no qual foi segundo na sétima etapa.»No Tirreno, estive a trabalhar para a equipa nos primeiros dias, mas no fim mostrei que estava bem, e corridas como a Lombardia foram um pouco de preparação», comenta.Pela frente, o grande objetivo para a época, e já o era quando estava inicialmente marcada para maio, num contexto pandémico em que «não será nada como antes», mas no qual esperava que as pessoas «respeitem na estrada» e possam «vibrar» pela TV, por prometer «um grande espetáculo, com muitos bons corredores, além do próprio caminho».A 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta arrancava no sábado, com um contrarrelógio em Palermo, concluindo em 25 de outubro em Milão, em novo «crono’, ao cabo de 21 etapas e um total de 3.497,9 quilómetros.Além de Ruben Guerreiro, também João Almeida marcará presença na prova, ao serviço da belga Deceuninck-Quick Step, compondo o duo de portugueses entre os inscritos.

Steven Kruijswijk é um ciclista profissional neerlandés, membro da equipa Lotto NL-Jumbo, desde o ano 2010.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Mitchelton-Scott abandona o Giro e nome forte da geral também sai de cena
>>>>>Giro: João Almeida deixa uma certeza e uma garantia para a próxima etapa – October 10, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Giro: um francês que bisa e João Almeida firme na liderança – October 08, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Giro: «Ainda não consigo acreditar, estou superfeliz», diz João Almeida – October 05, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>João Almeida só perdeu para o campeão do mundo e foi segundo no crono que abriu o Giro – October 03, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>João Almeida estreia-se em grandes Voltas com o sonho da camisola branca – October 02, 2020 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>João Almeida: «Estou muito feliz. Esta camisola é fantástica para mim» – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Giro: João Almeida foi sexto na segunda etapa e continua a 22 segundos da camisola rosa – October 04, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Marcelo Rebelo de Sousa felicita Amaro Antunes e «feito» de João Almeida – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Um dos favoritos à vitória abandona Giro antes da quarta etapa – October 06, 2020 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>«Disse que se vencesse uma primeira etapa, venceria outras» – October 08, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Giro: João Almeida é 3.º na quinta etapa e reforça liderança da geral – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Susto para João Almeida no Giro: teve de parar e foi abalroado por outro ciclista – October 08, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>João Almeida continua a vestir rosa no Giro – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Giro: João Almeida fala em «dia muito especial» com a camisola rosa vestida – October 06, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Giro: João Almeida mantém a camisola rosa após a oitava etapa – October 10, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Giro: outra etapa ultrapassada e João Almeida ainda com a camisola rosa – October 09, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Simon Yates testou positivo à covid-19 e abandona o Giro – October 10, 2020 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>João Almeida e um sonho em Milão: «Quem sabe? Nada é impossível» – (ojogo-pt)
>>>>>Rúben Guerreiro passa a ser o líder da montanha no Giro – October 11, 2020 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 148 0 NONE 13 (tacit) eu: 11, eu: 1, me: 1
2 João Almeida 415 0 PERSON 11 João_Almeida: 7, (tacit) ele/ela (referent: João_Almeida): 2, Almeida: 1, º lugar em a classificação geral a 01.24 minutos de o líder o português João_Almeida: 1
3 etapa 70 100 NONE 7 a oitava etapa: 1, uma etapa mais fácil: 2, a nona etapa: 1, uma etapa importante: 1, uma etapa: 1, a sétima etapa: 1
4 Guerreiro de 26 anos 0 0 PERSON 6 Guerreiro de 26 anos: 2, Guerreiro: 2, (tacit) ele/ela (referent: Guerreiro): 2
5 ciclista 60 50 NONE 5 Ciclista português: 1, um ciclista profissional: 1, O ciclista português: 2, o ciclista britânico: 1
6 tirada 0 0 NONE 5 a tirada: 3, a terceira tirada: 2
7 Education First 0 0 ORGANIZATION 4 a Education_First: 4
8 Steven Kruijswijk 140 0 PERSON 3 Steven_Kruijswijk: 1, Kruijswijk: 2
9 pelotão 140 0 NONE 3 o pelotão: 2, o pelotão liderado: 1
10 Alex Dowsett 0 0 PERSON 3 Dowsett batido: 1, britânico Alex_Dowsett: 2