Por: SentiLecto

Declarações de Pepa após o empate a um golo na receção ao Marítimo, jogo da ronda 32 da Liga NOS.No dia em que o Paços de Ferreira confirmou a saída de Pepa no final da temporada, o treinador viu a equipa adicionar mais um ponto numa temporada de êxito, na receção ao Marítimo.»O empate sabe a pouco por tudo o que fizemos. A segunda parte foi boa, mas a primeira roçou a excelência. Tivemos volume ofensivo, chances de golo, mas faltou efetividade. Nesta espécie de jogos, uma pequena distração pode ser letal. Padecemo o empate, com mérito do Marítimo», alegou o técnico. «Na segunda parte, o Marítimo, que com o empate diminuiu as linhas e foi arriscado no contra-ataque, esteve mais confortável. Tiveram uma chance e nós duas. Procurámos ganhar, não conseguimos, mas o que fica é mais um grande jogo do Paços, a roçar a excelência», completou Pepa.

Grato a Pepa, o líder do Paços declara que «nenhum clube acaba pela saída de um treinador».A saída de Pepa do comando técnico do Paços de Ferreira no fim da época deverá ser anunciada logo após a receção ao Marítimo bastando um empate para assegurar, pelo menos, o sexto lugar. O Marítimo é jogo em que a equipa poderá carimbar o retorno a uma prova da UEFA.Mal ecoou a notícia de que Pepa já tem um pré-acordo com o Vitória de Guimarães, Paulo Meneses interpelou o treinador na quarta-feira, horas antes do jogo com o Braga, e este prometeu declarar-lhe «alguma coisa» no domingo, estando o presidente do clube «pronto para tudo».»Estamos bastante gratos ao Pepa, foi-lhe exibida uma proposta para renovar e, por isso, ainda não penso sequer num substituto. Mas nenhum clube acaba pela saída de um treinador», comentou, garantindo que todo o grupo está empenhado em «atingir o quinto lugar».No rescaldo da deslocação à Pedreira, o médio Abbas Ibrahim foi entregue aos cuidados do dsetormédico por causa de um traumatismo num joelho.Treinador do Mouscron está perto de voltar ao clube que orientou em 2015/16.Jorge Simão está em negociações progredidas para suceder a Pepa, que deverá mudar-se para o V. Guimarães, no comando do Paços de Ferreira.O treinador, 44 anos, voltará ao clube que orientou em 2015/16 e pelo qual conseguiu um sétimo lugar nessa temporada, na Liga NOS.O acordo está praticamente deduzido e vai significar o retorno de Jorge Simão ao futebol de Portugal, depois de duas épocas no estrangeiro, uma no Al-Fayha e outra no Mouscron , onde estava atualmente.Do currículo de Jorge Simão fazem também parte passagens por Belenenses, Atlético, Mafra, Chaves, Braga e Boavista.Pepa declara que os pacenses «não celebram as derrotas de ninguém», mas fala em «sonho alcançado» com a qualificação europeia.O treinador Pepa indicou este sábado que o Paços de Ferreira deseja garantir o quinto lugar na Liga NOS após assegurar a qualificação para as competições europeias, e que isso passa por vencer o Marítimo na 32.ª jornada.»Esta qualificação é um feito histórico e o que foi conseguido aqui é fantástico, mas isto para nós não acabou. Desejamo a cereja no topo do bolo, que é garantir o quinto lugar, e isso consegue-se ganhando amanhã [domingo] ao Marítimo», declarou Pepa, na conferência de antevisão do jogo de abertura da antepenúltima jornada do campeonato.O técnico de Pacific Ocean reconheceu ter ficado «bastante emocionado» com uma nova presença da equipa nas competições europeias, «um feito histórico» alcançado após a derrota do Santa Clara na visita a Famalicão , na sexta-feira, mas recordou que «não há tempo para celebrar», até porque «há mais coisas a conquistar».»Não celebramo derrotas de ninguém, mas [esta qualificação] foi um sonho alcançado e a satisfação é grande. É tão forte entrar em campo a três jornadas do fim e ter as competições europeias garantidas. Ficará na história, mas não há tempo para festejos. Desejamo a cereja no topo do bolo», insistiu Pepa.O Paços persegue a 15.ª triunfo na Liga NOS, que vai ser um novo máximo da equipa no principal escalão, e conserva ainda a esperança de superar os 54 pontos, lembre estabelecido em 2012/13.Faz 4 meses, para Pepa, a qualificação para as competições europeias começou a ganhar maneira em janeiro em a época 2019-20, o orgulho e privilégio » «, lembrando » » de os » passos seguros » que foram dados » em um de os melhores grupos de trabalho de que já dispôs. » de que já dispôs.A ausência de público nas bancadas é a maior lamentação do técnico, que não abre o jogo sobre o seu futuro: «O mais importante é o que se fala olhos nos olhos, mas o foco principal é o jogo de amanhã [domingo], A seu tempo, no local certo e na hora certa, iremos falar sobre isso», enfatizou.Em relação ao Marítimo, ainda a combater pela continuidade, o técnico dos castores declarou ser necessário ao Paços estar no melhor registo para conseguir vencer «uma equipa forte e competitiva».»[O Marítimo] Tem vindo numa recuperação tremenda, tem boas individualidades e é uma equipa difícil de «atacar’ no seu processo defensivo. Vamos ter de estar no nosso melhor, mas também desejamo bastante colocar um carimbo final no quinto lugar», deduziu.Diaby e os reforços de janeiro David Suahele e Parano são os únicos indisponíveis para Pepa, todos por lesão, e ficarão de fora do jogo de abertura da 32.ª jornada.

Na sexta-feira 30 de abril Paços de Ferreira retornou aas vitórias na ronda 30 da Liga NOS.O Paços de Ferreira retornou àosvtriunfosno campeonato, depois de vencer em casa o Belenenses, por 1-0, na ronda 30 da Liga NOS. «Era um jogo para ter muita bola e paciência, mas era bastante arriscado com o Belenenses a ter oito jogadores de frente para a bola, o que se tornou difícil», iniciou por declarar Pepa, treinador dos castores.»A nossa segunda parte foi mais incisiva no último terço, com a colocação de mais homens junto do Tanque, tentámos e conseguíamo. O triunfo assentava bastante bem, com uma boa exposição, nem sempre com nota artística», declarou ainda Pepa.

Paços de Ferreira é uma cidade de Portugal no distrito do Porto, região estatística do Norte e sub-região do Tâmega e Sousa, com 7 491 moradores .

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»O empate sabe a pouco por tudo o que fizemos», lamenta Pepa
>>>>>Presidente do Paços e a possível saída de Pepa: «Nenhum clube acaba…» – May 07, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Princípio de acordo alcançado entre V. Guimarães e Pepa – (ojogo-pt)
>>>>>Jorge Simão em negociações avançadas para suceder a Pepa no Paços de Ferreira – May 08, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Pepa: «É tão forte entrar em campo a três jornadas do fim e ter a Europa garantida…» – May 08, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>»Acho injusto estarem a bater na mesma tecla: Europa, Europa, Europa…» – May 05, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 300 170 NONE 15 nós: 1, (tacit) nós: 14
2 Pepa 0 0 PERSON 13 Pepa: 8, (tacit) ele/ela (referent: o Pepa): 1, (tacit) ele/ela (referent: Pepa): 2, O treinador Pepa: 1, o Pepa: 1
3 Marítimo 0 0 ORGANIZATION 6 o Marítimo (apposition: jogo): 1, o Marítimo: 4, O Marítimo: 1
4 Paços de Ferreira 0 0 ORGANIZATION 6 o Paços_de_Ferreira: 3, Paços_de_Ferreira: 2, O Paços_de_Ferreira: 1
5 clube 0 0 NONE 5 clube: 1, o clube: 3, nenhum clube: 1
6 parte 80 0 NONE 4 nossa segunda parte: 1, A segunda parte: 1, parte passagens: 1, a segunda parte: 1
7 empate 0 0 NONE 4 um empate: 1, O empate: 1, o empate: 2
8 qualificação 0 0 NONE 4 Esta qualificação: 1, esta qualificação: 1, a qualificação: 1, a qualificação europeia: 1
9 equipa 0 50 NONE 3 uma equipa difícil: 1, a equipa: 2
10 triunfos 365 0 NONE 3 as vitórias: 1, A vitória: 1, os triunfos: 1