Por: SentiLecto

Vítor Murta foi eleito por mais três anos como presidente do Boavista. Candidato único às evotaçõesque decorreram no Estádio do Bessa, o líder axadrezado projetou o próximo mandato, sem deixar de analisar os últimos três anos de presidência do clube.Sobre a recandidatura: «Estamos a viver um momento bastante complicado e o meu trabalho ainda não está concluído, porque o tempo não permitiu, mas também porque vivemos uma época difícil e fomos agredidos pelo covid-19, o que trouxe um enorme perda ao futebol. Neste momento em que o Boavista vendeu as suas participações sociais da SAD ao Gerárd Lopez, é importante que o presidente do clube seja o mesmo da SAD. É importante afinar agulhas e projetar um futuro fantástico. Foi também isso que me levou a assumir mais três anos de mandato, mas também pela afeição que tenho pelo Boavista. Quando conclui, sou boavisteiro desde sempre e este meu caminho, espero olhar para trás e ver que a minha missão está deduzida, mas, para já, ainda não está»Obra feita: «Construímos um campo relvado, onde a equipa principal treina, na parte de trás do estádio, instituímo a casa do sócio,fizemos obras no lar dos nossos jovens, fizemos balneários para a formação e instituímo um restaurante para os nossos desportistas poderem tomarem o pequeno almoço, almoçar e jantar. Temos instituídos bases para mais anos de êxito»Candidato único: «Não sei, quando me candidatei se foi um ato de coragem ou de delírio, porque não havia Gérard Lopez, quando isso ocorreu. Não havia essa luz ao fundo do túnel e havia uma quantidade de dívidas brutal, como existe agora. A afeição ao Boavista falou mais alto. Além disso, tenho um pequenino em casa que ama o Boavista e senti que, se não tivesse pegado no clube naquele momento, porque eu já conhecia alguns daqueles dossiês, dificilmente alguém poderia resolver os problemas. Fiz parte da direção anterior, não consenti com todas as resoluções, mas achei que a minha permanência nesse projeto era bastante importante. Gostava que aparecessem muitos candidatos ao Boavista e que um deles declarasse que tem uma solução para resolver todos os problemas, porque também é aprazível ver os jogos na bancada e declarar o que pensamos dos Juízes sem apanhar 45 dias de multa como eu apanho… É difícil conservar esta embarcação à tona da água, porque temos de csatisfazercom todas as odeveres É fácil declarar que contratou-se o jogador a, b ou c, mas é bastante difícil declararem como vamos pagar 14 mil euros da conta da água. O Gérard Lopez não chegou aqui com um saco de dinheiro, despejou-o e declarou para gastarmos como desejarmo. Quem investe deseja ganhar dinheiro, independentemente dele gostar do Boavista. Isto é um projeto a longo prazo»

Vítor Murta foi esta sexta-feira eleito por mais três anos como presidente do Boavista. Candidato único às evotaçõesque decorreram no Estádio do Bessa, o líder axadrezado projetou o próximo mandato, sem deixar de analisar os últimos três anos de presidência do clube.Dívidas: «Ao contrário do que ocorreu no passado, não podemos dar um passo maior do que as pernas. Hoje em dia estamos a pagar essa fatura. Tínhamos uma dívida à Somague de 55 milhões de euros e um pedido de insolvência, quando cheguei.Conseguimos renegociar a dívida para 19 milhões de euros e, no meu mandato, já pagámos um milhão de euros. Temos ainda os nossos funcionários com os salários em dia e temos uma série de deveres que estamos a satisfazer. Seria bastante difícil termos a porta aberta, porque estaríamos a pagar dois verbas, se não tivéssemos o Gérard Lopez como investidor da Boavista SAD. Um deles de um passado em que as resoluções não foram as mais acertadas, mas também não vale a pena chorar sobre o leite derramado, há que encontrar soluções. Neste momento o Boavista ainda não encontrou soluções que lhe permitam ter mais 100 anos de existência. Temo que consolidar esta relação com o Gérard Lopez. Não temos receitas no clube e na SAD para sermos auto sustentáveis e a entrada do Gérard Lopez foi a solução para esse nosso problema»Sobre o investidor Gérard López: «Há uma relação de muita proximidade entre mim e o Gérard Lopez. O cuidado que ele teve de nos auxiliar apareceu antes de ele ser acionista do Boavista. A garantia que lhe íamos devolver o dinheiro ou satisfazer com os deveres era de minutas. Não tenho dúvida que ele gosta do Boavista e deseja que seja um grande clube, mas também é necessário que tenha aqui as pessoas da confiança dele. No entanto, também não pensaremos que, o Gérard Lopez deixaria de estar inquietado com o Boavista, se o Vítor Murta não existisse. Não sou peça única ou peça rara, mas é mais fácil estando eu aqui dentro, porque já conheço os problemas. As pessoas não devem gostar de mim como pessoa ou como presidente, têm é de gostar do Boavista. Como temos estado, teremos muito êxito»Projetos até 2025: «Já iniciaram os trabalhos do campo sintético para a nossa formação, que devem ser deduzidos nos próximo tempos, se estivermos juntados, e temos o sonho de ter um pavilhão, como já tivemos, e que era o melhor pavilhão do país. Temos pensado e projetado um espaço para o pavilhão, que seria junto ao nosso campo de treinos relvado. Não me parece que se seja possível nos próximos tempos, mas gostava de concluir este meu ciclo no Boavista com o lançamento da primeira rocha do pavilhão. É importante que os adeptos e os sócios do Boavista se concentrem no nosso estádio, como ocorria antigamente. Precisamos de trazer os jovens de volta ao Bessa, para começarem a ter afeição pelo Boavista, e isso também faz-se desde pequenino».

Ele e Eric Lux são sócios fundadores do The Genii Group.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Quando me candidatei, vítor Murta reeleito no Boavista: » não sei se foi um ato de coragem ou de delírio»
>>>>>»Se não tivéssemos o Gérard Lopez como investidor da Boavista SAD seria difícil termos a porta aberta» – January 14, 2022 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 100 70 NONE 30 (tacit) nós: 30
2 eu 24 5 NONE 22 me: 3, (tacit) eu: 17, eu: 1, mim: 1
3 Boavista 0 0 ORGANIZATION 7 o Boavista: 7
4 Gérard Lopez 0 76 ORGANIZATION 4 o Gérard_Lopez: 3, O Gérard_Lopez: 1
5 candidato único em as eleições 0 0 NONE 4 Candidato único em as eleições: 4
6 formação 0 0 NONE 3 a formação: 1, nossa formação: 2
7 mandato 0 0 NONE 3 o próximo mandato: 2, meu mandato: 1
8 soluções 0 0 NONE 3 soluções: 3
9 a garantia ou cumprir com as obrigações era de minutas 0 40 NONE 2 A garantia ou cumprir com as obrigações era de minutas: 2
10 uma série de obrigações 0 40 NONE 2 uma série de obrigações: 2