Por: SentiLecto

A 19 de outubro de 2019, Luís Freitas Lobo realçou Alex Apolinário, que padeceu uma paragem cardiorrespiratória durante o jogo entre Alverca e União de Almeirim, a contar para a 10, no Planeta do FutebolAlex Apolinário, do Alverca, faleceu esta quinta-feira depois de ter padecido uma paragem cardiorrespiratória no domingo, no jogo do Alverca frente ao União de Almeirim, a contar para o Campeonato de Portugal. O clube do Ribatejo anunciou: «Com profunda afliçãozinha comunicamos, de acordo com as informações prestadas pelo corpo médico francês, o falecimento por morte cerebral do nosso desportista Alex Sandro dos Santos Apolinário, esta manhã».ª jornada da Série F do Campeonato de Portugal, que acabou por ser suspendido. O jogador de Brasil caiu inanimado, ao minuto 27 do jogo, quando se deslocava no campo do Complexo Desportivo do Futebol Clube de Alverca, sem que estivesse a disputar qualquer lance.A 22 de outubro de 2019, dias depois da admirável eliminação do Sporting na Taça de Portugal, aos pés do Alverca, Luís Freitas Lobo aproveitou o habitual Planeta do Futebol, nas páginas do jornal O JOGO e no site www.ojogo.pt, para falar de um jogador «a fixar e a rever!». Falava de Alex Apolinário, autor de um dos golos do Alverca ao Sporting.O comentador d’ O JOGO lembrou que Alex passar por clubes famosos no Brasil – Botafogo, Cruzeiro e Atl. Paranaense -, ainda que sem conseguir impor-se, chegando a Portugal com 23 anos com um objetivo que ficou claro após a exposição na Taça de Portugal. «Veio enigmaticamente para o Alverca, no III escalão de Portugal. Um passo atrás que a boa exposição ante o Sporting, com golo, pode declarar que foi para, a seguir, dar outros em direção à I Liga», escreveu Freitas Lobo.Sobre o que valia dentro do campo, a análise de um jogador «entre linhas, como segundo avançado lançador e rematador» que naquele famoso jogo da Taça de Portugal «virou o Sporting de pernas para o ar. Os últimos 30 metros foram todos dele. A fixar e rever!», deduziu.

O jogador de Brasil Alex Apolinário caiu inanimado, ao minuto 27 do jogo, quando se deslocava no campo do Complexo Desportivo do Futebol Clube de Alverca, sem que estivesse a disputar qualquer lance.O jogador do Alverca Alex Apolinário padeceu uma paragem cardiorrespiratória, sendo reanimado já dentro da ambulância, antes de ser transportado para o Hospital Distrital de Vila Franca de Xira. Estabilizou-se o médio brasileiro que caiu inanimado durante o jogo entre o Alverca e o União de Almeirim,, de o Campeonato de Portugal, e posteriormente transportado para a clínica, onde ainda se encontra.Entre as pessoas que estavam no estádio, estava o empresário do jogador, Bruno Bello Vicintin. Numa longa publicação na rede social Instagram o antigo vice-presidente do Cruzeiro contou na primeira pessoa o que viveu naquela manhã de domingo: «Estávamos assistindo a partida eu, meu filho Massimiliano de 11 anos, o Arthur e mais dois funcionários do clube. Por volta dos 27 minutos do primeiro tempo saindo do toalete ouvi uma gritaria. Parecia que alguém tinha machucado e o Juiz tinha mandado o jogo seguir. Houve um princípio de debate entre os jogadores que naqueles momentos iniciais não compreenderam o que estava ocorrendo», iniciou por lembrar.Vicintin contou depois os momentos seguintes: «O desfibrilador não é um equipamento compulsório aqui em Portugal na CNS, ele estava no banco de reservas com o André e as primeiras ajudinhas foram bastante rápidos. Alex teve duas paradas cardíacas no campo e o André reanimou ele e por o Renato com o equipamento», referiu.»Dentro de campo o choque tomou conta de todos e muitas pessoas da cidade começaram a conduzi-se ao estádio. O bombeiro primeiro saiu da ambulância dando a notícia que não estavam conseguindo reanimar ele, para o desespero de todos. Porém alguns poucos minutos depois saiu novamente falando que tinham conseguido estabilizar o quadro», contou ainda.Publicação na íntegra»Vou tentar escrever um pouco do que se passou hoje aqui em Alverca. O jogo acontecia normal, de portões fechados. Estávamos assistindo a partida eu, meu filho Massimiliano de 11 anos, o Arthur e mais dois funcionários do clube. Por volta dos 27 minutos do primeiro tempo saindo do toalete ouvi uma gritaria. Parecia que alguém tinha machucado e o Juiz tinha mandado o jogo seguir. Houve um princípio de debate entre os jogadores que naqueles momentos iniciais não compreenderam o que estava ocorrendo.Estava caído no centro do campo e as equipes médicas dos clubes corriam para ajudar, quando vi o Alex. Neste momento o Arthur berrou ao Fernando Orge presidente do clube para ligar aos bombeiros e chamar uma ambulância. Da arquibancada vi nosso fisioterapeuta André fazer massagem cardíaca no Alex e vi que ele tinha tomado o primeiro choque do desfibrilador. Neste momento em choque todos começaram a compreender o que estava ocorrendo e o desespero tomou conta de desportistas e delegação das duas equipas. Jamais ninguém imaginou passar por isto.O desfibrilador não é um equipamento compulsório aqui em Portugal na CNS, ele estava no banco de reservas com o André e as primeiras ajudinhas foram bastante rápidos. Alex teve duas paradas cardíacas no campo e o André reanimou ele e por o Renato com o equipamento. Um bombeiro torcedor do clube que assistia o jogo em um bar também entrou correndo no estádio para auxiliar nas primeiras ajudinhas. A ambulância dos bombeiros de Alverca chegou em menos de 5 minutos e depois mais duas ambulâncias chegaram. Colocou-se O Alex dentro da mesma e no meio do campo foi reanimado mais duas vezes. Como pelo protocolo médico aqui de Portugal a ambulância só sai com o paciente estabilizado ninguém sabia o que estava acontecendo dentro da mesma. Dentro de campo o choque tomou conta de todos e muitas pessoas da cidade começaram a se conduzi ao estádio. O bombeiro primeiro saiu da ambulância dando a notícia que não estavam conseguindo reanimar ele para o desespero de todos porém alguns poucos minutos depois saiu novamente falando que tinham conseguido estabilizar o quadro.Foi um abalo geral aonde todos aplaudindo e chorando de afeição. Alex está sedado, entubado e estabilizado na clínica francês aonde passa a noite. Ele só não morreu no meio do campo graças ao André e sua equipa bem treinada e equipada, aos bombeiros e a equipa médica que chegaram bastante rápido. Eu já tinha lido sobre casos assim, de mal abrupto mas ver ao vivo com alguém tão próximo é incompreensível é aterrorizante. Chorei abraçado com meu filho na arquibancada achando que tínhamos perdido ele. Agora nos resta rezar, dar suporte a família e torcer para que ele se recupere o mais rápido possível. Continuo em corrente de oração já que as próximas horas são chaves»Treinador do Farense deixou mensagem de força a Casimiro – interrompeu a carreira devido a um problema oncológico – e Alex Apolinário – padeceu uma paragem cardiorrespiratória em campo – antes de analisar o desaire da sua equipa frente ao Portimonense .Diogo Casimiro e Alex Apolinário: «Em primeiro lugar, desejávamo deixar um vocábulo para o Diogo Casimiro e para o Alex Apolinário, que estão a passar por momentos bastante difíceis na sua vida, que tenham uma energia bastante forte para que saiam dessas situações e ainda sejam bastante contentes no futebol e na vida.»Análise do dérbi: «O Portimonense foi um justo ganhador. Estes 12 jogos têm particularidades relacionadas com aquilo que ocorreu neste jogo, as nossas irritações no sector defensivo. Temos padecido com isso desde o primeiro jogo, com os erros que cometemos, o nível de pré-requisito da I Liga não é o que temos colocado em campo em alguns jogos. Está associado a isso. A nossa equipa, quando tem o Mancha, o César, e quando tem as alternativas que nos dão característica para esta divisão, o Cláudo Falcão bem consegue fazer jogos com a característica que se exige nesta divisão. Têm sido essas circunstâncias que definem o nossa performance.»Crença para superar mau momento: «Com muita resolução, como o Diogo e o Alex vão ter que ter. Temos de ser determinados, capazes de superar os momentos difíceis e juntados, mais do que jamais. O campeonato ainda nem chegou a meio, a pontuação está toda bastante próxima, o que mais queremo é ter as alternativas disponíveis. Fizemos isso com a contratação de um grande central, o André Pinto, estamos a tentar recuperar os outros jogadores e esperamos que nenhum ceda.»Lesão de Cláudio Falcão: «O Cláudio sentiu um mal-estar a nível muscular, ajustámo o Filipe Melo à posição. A performance coletiva é feito de trabalho coletivo e individual. Não fomos eficazes e acabámos por padecer.»Arsenalistas fazem rápida análise ao jogo do último sábado frente aos leões e deixam mensagem ao jovem Diogo Casimiro, jogador da equipa B que suspendeu a carreira devido a um linfoma.O Braga recorreu esta terça-feira à newsletter do clube para deixar uma mensagem de força a Diogo Casimiro, jogador da equipa B que isuspendeua carreira devido a um linfoma. O símbolo arsenalista também não esquece Bruno Viana, Tormena, David Carmo e Castro, infetados com covid-19, assim como Alex Apolinário, jogador do Alverca que padeceu uma paragem cardiorrespiratória durante o jogo do último fim de semana e se encontra internado em estado grave.»‘Nenhum Gverreiro frear combates sozinho’. Esta foi a frase que fechou o texto com o qual o Braga comunicou o problema oncológico que o nosso Diogo Casimiro, da equipa B, vai, com toda a certeza, ultrapassar. Esta frase assenta na perfeição neste caso, mas poderia transferir-se para todo e qualquer desafio que o clube, enquanto uma juntada família, deve enfrentar. Vai ser assim com o Diogo, que ultrapassará esta dificuldade e vai voltar rápida e indutivamente mais forte. No futebol e na vida!; vai ser assim com o Bruno Viana, o Tormena, o David Carmo e o Castro, que derrubarão a Covid-19 bastante em breve e vão estar depressa de volta ao balneário; e acreditamos que também vai ser assim com o Alex Apolinário, do Alverca, que está a enfrentar o maior desafio da sua vida. Associamo-nos à onda de solidariedade e dqueremoque o Alex rretorne o mais drapidamentepossível, aos braços da sua família», pode ler-se na publicação dos minhotos, que ainda traçam uma curta análise à derrota sopadecidam Alvalade , frente ao Sporting, no sábado:»Em Alvalade, não fomos fecontentesE, em abono da verdade, só nos podemos queixar de nós próprios. Fomos melhores em grande parte do jogo? Com certeza. Mas o nosso oponente foi cínico, cirúrgico e eficaz. Agora, já só pensamos no próximo desafio e na maneira como ultrapassaremos o Marítimo. Por ser o próximo, este vai ser o jogo mais importante das nossas vidas. 100 por cento de respeito; 0 por cento de receio. Sempre», remata o Braga.

Na terça-feira 15 de dezembro recordista do mundo em resistência sobre bicicleta morreu, esta terça-feira, na clínica de Leiria, vítima de covid-19O Sporting demonstrou, esta terça-feira, afliçãozinha pela morte de Carlos Vieira com a apresentação de condolências à família e amigos do antigo ciclista do clube lisboeta que mfaleceuaos 68 anos, vítima de covid-19.»O Sporting Clube de Portugal demonstrava o sua afliçãozinha pela morte de Carlos Vieira, antigo ciclista leonino que morreu aos 68 anos. Aos familiares e amigos, o clube endereçava as mais sentidas condolências», lia-se no «site’ do símbolo liderado por Frederico Varandas.Carlos Vieira, recordista do mundo em resistência sobre bicicleta, faleceu, na clínica de Leiria, onde foi hospitalizado há dias após um diagnóstico positivo para a covid-19.O «bombeiro-ciclista», como era conhecido devido à sua atividade profissional e desportiva e estavadebilitado devido a complicações de saúde que o fragilizaram nos últimos anos, e não resistiu ao contágio com o novo coronavírus, morrendo esta terça-feira.Enquanto ciclista de estrada, competiu por vários clubes, tendo encarnado ao longo da carreira o Alverca, Sporting Clube de Portugal, Flores do Lis, Cela, Bairro dos Anjos, Núcleo Sportinguista de Leiria, Casa do Benfica de Leiria e União de Ciclismo de Leiria.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal, Brazil

Cities: Alverca, Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Realçou-se Alex Apolinário em o Planeta do Futebol : » Virou o Sporting de pernas para o ar «
>>>>>O emocionado relato do empresário de Alex Apolinário: «Chorei abraçado ao meu filho» – January 04, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Alex Apolinário, jogador do Alverca, foi reanimado e seguiu estável para o hospital – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Jogador do Alverca perde os sentidos em campo e jogo não é retomado – January 03, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Alex Apolinário: Alverca faz ponto da situação e deixa agradecimentos – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Jogador do Alverca que sofreu paragem cardíaca já foi tomba-gigantes contra o Sporting – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Novo ponto de situação sobre Alex Apolinário e uma imensa onda solidária – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Sérgio Vieira não esquece Diogo Casimiro e Alex Apolinário: «Que tenham uma energia muito forte» – (ojogo-pt)
>>>>>Braga fala em Sporting «cínico, cirúrgico e eficaz»: «Só nos podemos queixar de nós próprios» – January 05, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Jogador do Braga B interrompe carreira devido a um linfoma – January 03, 2021 (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 230 424 NONE 31 nos: 4, nós: 1, (tacit) nós: 26
2 Alex Sandro dos Santos Apolinário 365 265 PERSON 21 Alex: 4, Alex_Apolinário: 6, Ele (referent: Alex): 1, (tacit) ele/ela (referent: Alex_Apolinário): 3, nosso atleta Alex_Sandro_dos_Santos_Apolinário: 1, (tacit) ele (referent: Alex): 2, (tacit) ele/ela (referent: Alex): 3, (tacit) ele/ela (referent: nosso atleta Alex_Sandro_dos_Santos_Apolinário): 1
3 eu 20 0 NONE 20 (tacit) eu: 19, Eu: 1
4 Alverca 0 75 PLACE 10 o Alverca: 5, Alverca: 2, (tacit) ele/ela (referent: o Alverca): 3
5 campo 80 0 NONE 9 campo graças: 1, o campo: 2, campo: 6
6 o jogo 0 0 ORGANIZATION 7 o jogo: 7
7 André 80 0 ORGANIZATION 5 o André: 5
8 Alex 40 0 ORGANIZATION 5 O Alex: 1, o Alex: 3, (tacit) ele (referent: O Alex): 1
9 Sporting 0 0 ORGANIZATION 5 o Sporting: 4, o Sporting de pernas: 1
10 Carlos Vieira 0 140 PERSON 4 (tacit) ele (referent: Carlos_Vieira): 1, Carlos_Vieira: 1, (tacit) ele/ela (referent: Carlos_Vieira): 2