Por: SentiLecto

Jogador de Brasil morreu esta quinta-feira, depois de ter padecido uma paragem cardiorrespiratória em campo, no domingo.João Paulo Rebelo lamentou esta quinta-feira a morte do futebolista Alex Apolinário, do Alverca, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória padecida domingo, no jogo com a União de Almeirim. João Paulo Rebelo é o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.»Foi com sentimento de profunda afliçãozinha que tomei conhecimento do falecimento do jogador Alex Apolinário. À sua família, ao Alverca e a todos os seus amigos, envio as minhas condolências por esta perda irreparável», refere João Paulo Rebelo, na rede social Twitter.Alex Apolinário, de 24 anos, padeceu domingo uma paragem cardiorrespiratória durante o jogo entre o Alverca e a União de Almeirim, a contar para a 10.ª jornada da Série F do Campeonato de Portugal, que acabou por ser suspendido.O jogador de Brasil caiu inanimado, ao minuto 27 do encontro, quando se deslocava no campo do Complexo Desportivo do Futebol Clube de Alverca, sem que estivesse a disputar qualquer lance.Advertido para o sucedido por vários jogadores, o Juiz Gonçalo Carreira, de Leiria, suspendeu a partida e as equipas médicas e bombeiros entraram de imediato em campo, para começarem as manobras de reanimação ao jogador, que foi posteriormente transportado para o Hospital de Vila Franca de Xira.Faz 3 anos, Alex Apolinário chegou a o futebol de Portugal para alinhar por o Alverca, após ter encarnado o Cruzeiro e o Atlético Paranaense em o Brasil.

O jogador de Brasil Alex Apolinário caiu inanimado, ao minuto 27 do jogo, quando se deslocava no campo do Complexo Desportivo do Futebol Clube de Alverca, sem que estivesse a disputar qualquer lance.O jogador do Alverca Alex Apolinário padeceu uma paragem cardiorrespiratória, sendo reanimado já dentro da ambulância, antes de ser transportado para o Hospital Distrital de Vila Franca de Xira. Estabilizou-se o médio brasileiro que caiu inanimado durante o jogo entre o Alverca e o União de Almeirim,, de o Campeonato de Portugal, e posteriormente transportado para a clínica, onde ainda se encontra.Entre as pessoas que estavam no estádio, estava o empresário do jogador, Bruno Bello Vicintin. Numa longa publicação na rede social Instagram o antigo vice-presidente do Cruzeiro contou na primeira pessoa o que viveu naquela manhã de domingo: «Estávamos assistindo a partida eu, meu filho Massimiliano de 11 anos, o Arthur e mais dois funcionários do clube. Por volta dos 27 minutos do primeiro tempo saindo do toalete ouvi uma gritaria. Parecia que alguém tinha machucado e o Juiz tinha mandado o jogo seguir. Houve um princípio de debate entre os jogadores que naqueles momentos iniciais não compreenderam o que estava ocorrendo», iniciou por lembrar.Vicintin contou depois os momentos seguintes: «O desfibrilador não é um equipamento compulsório aqui em Portugal na CNS, ele estava no banco de reservas com o André e as primeiras ajudinhas foram bastante rápidos. Alex teve duas paradas cardíacas no campo e o André reanimou ele e por o Renato com o equipamento», referiu.»Dentro de campo o choque tomou conta de todos e muitas pessoas da cidade começaram a conduzi-se ao estádio. O bombeiro primeiro saiu da ambulância dando a notícia que não estavam conseguindo reanimar ele, para o desespero de todos. Porém alguns poucos minutos depois saiu novamente falando que tinham conseguido estabilizar o quadro», contou ainda.Publicação na íntegra»Vou tentar escrever um pouco do que se passou hoje aqui em Alverca. O jogo acontecia normal, de portões fechados. Estávamos assistindo a partida eu, meu filho Massimiliano de 11 anos, o Arthur e mais dois funcionários do clube. Por volta dos 27 minutos do primeiro tempo saindo do toalete ouvi uma gritaria. Parecia que alguém tinha machucado e o Juiz tinha mandado o jogo seguir. Houve um princípio de debate entre os jogadores que naqueles momentos iniciais não compreenderam o que estava ocorrendo.Estava caído no centro do campo e as equipes médicas dos clubes corriam para ajudar, quando vi o Alex. Neste momento o Arthur berrou ao Fernando Orge presidente do clube para ligar aos bombeiros e chamar uma ambulância. Da arquibancada vi nosso fisioterapeuta André fazer massagem cardíaca no Alex e vi que ele tinha tomado o primeiro choque do desfibrilador. Neste momento em choque todos começaram a compreender o que estava ocorrendo e o desespero tomou conta de desportistas e delegação das duas equipas. Jamais ninguém imaginou passar por isto.O desfibrilador não é um equipamento compulsório aqui em Portugal na CNS, ele estava no banco de reservas com o André e as primeiras ajudinhas foram bastante rápidos. Alex teve duas paradas cardíacas no campo e o André reanimou ele e por o Renato com o equipamento. Um bombeiro torcedor do clube que assistia o jogo em um bar também entrou correndo no estádio para auxiliar nas primeiras ajudinhas. A ambulância dos bombeiros de Alverca chegou em menos de 5 minutos e depois mais duas ambulâncias chegaram. Se colocou O Alex dentro da mesma e no meio do campo foi reanimado mais duas vezes. Como pelo protocolo médico aqui de Portugal a ambulância só sai com o paciente estabilizado ninguém sabia o que estava acontecendo dentro da mesma. Dentro de campo o choque tomou conta de todos e muitas pessoas da cidade começaram a se conduzi ao estádio. O bombeiro primeiro saiu da ambulância dando a notícia que não estavam conseguindo reanimar ele para o desespero de todos porém alguns poucos minutos depois saiu novamente falando que tinham conseguido estabilizar o quadro.Foi um abalo geral aonde todos aplaudindo e chorando de afeição. Alex está sedado, entubado e estabilizado na clínica francês aonde passa a noite. Ele só não morreu no meio do campo graças ao André e sua equipa bem treinada e equipada, aos bombeiros e a equipa médica que chegaram bastante rápido. Eu já tinha lido sobre casos assim, de mal abrupto mas ver ao vivo com alguém tão próximo é incompreensível é aterrorizante. Chorei abraçado com meu filho na arquibancada achando que tínhamos perdido ele. Agora nos resta rezar, dar suporte a família e torcer para que ele se recupere o mais rápido possível. Continuo em corrente de oração já que as próximas horas são chaves»Treinador do Farense deixou mensagem de força a Casimiro – interrompeu a carreira devido a um problema oncológico – e Alex Apolinário – padeceu uma paragem cardiorrespiratória em campo – antes de analisar o desaire da sua equipa frente ao Portimonense .Diogo Casimiro e Alex Apolinário: «Em primeiro lugar, desejávamo deixar um vocábulo para o Diogo Casimiro e para o Alex Apolinário, que estão a passar por momentos bastante difíceis na sua vida, que tenham uma energia bastante forte para que saiam dessas situações e ainda sejam bastante contentes no futebol e na vida.»Análise do dérbi: «O Portimonense foi um justo ganhador. Estes 12 jogos têm particularidades relacionadas com aquilo que ocorreu neste jogo, as nossas irritações no sector defensivo. Temos padecido com isso desde o primeiro jogo, com os erros que cometemos, o nível de pré-requisito da I Liga não é o que temos colocado em campo em alguns jogos. Está associado a isso. A nossa equipa, quando tem o Mancha, o César, e quando tem as alternativas que nos dão característica para esta divisão, o Cláudo Falcão bem consegue fazer jogos com a característica que se exige nesta divisão. Têm sido essas circunstâncias que definem o nossa performance.»Crença para superar mau momento: «Com muita resolução, como o Diogo e o Alex vão ter que ter. Temos de ser determinados, capazes de superar os momentos difíceis e juntados, mais do que jamais. O campeonato ainda nem chegou a meio, a pontuação está toda bastante próxima, o que mais queremo é ter as alternativas disponíveis. Fizemos isso com a contratação de um grande central, o André Pinto, estamos a tentar recuperar os outros jogadores e esperamos que nenhum ceda.»Lesão de Cláudio Falcão: «O Cláudio sentiu um mal-estar a nível muscular, ajustámo o Filipe Melo à posição. A performance coletiva é feito de trabalho coletivo e individual. Não fomos eficazes e acabámos por padecer.»Treinador do FC Porto soube da morte do jogador do Alverca durante a conferência de Imprensa de antevisão ao jogo com o Famalicão, reagindo imediatamente. Veja a reação.[Recebe informação de que Alex Apolinário morreu]: «O jogador do Alverca não resistiu, aproveito para da parte do FC Porto mandar um abraço de condolências na família e amigos. Alex Apolinário é jogador do Alverca que havia padecido uma paragem cardiorrespiratória.E o meu sentimento… O futebol e a vida têm destas coisas. Um jovem acabar desta forma não é fácil para ninguém e aqui fica o meu abraço para a família e amigos.»

Na terça-feira 15 de dezembro recordista do mundo em resistência sobre bicicleta morreu, esta terça-feira, no clínica de Leiria, vítima de covid-19O Sporting demonstrou, esta terça-feira, afliçãozinha pela morte de Carlos Vieira com a apresentação de condolências à família e amigos do antigo ciclista do clube lisboeta que mfaleceuaos 68 anos, vítima de covid-19.»O Sporting Clube de Portugal demonstrava o sua afliçãozinha pela morte de Carlos Vieira, antigo ciclista leonino que morreu aos 68 anos. Aos familiares e amigos, o clube endereçava as mais sentidas condolências», lia-se no «site’ do símbolo liderado por Frederico Varandas.Carlos Vieira, recordista do mundo em resistência sobre bicicleta, faleceu, na clínica de Leiria, onde foi hospitalizado há dias após um diagnóstico positivo para a covid-19.O «bombeiro-ciclista», como era conhecido devido à sua atividade profissional e desportiva e estavadebilitado devido a complicações de saúde que o fragilizaram nos últimos anos, e não resistiu ao contágio com o novo coronavírus, morrendo esta terça-feira.Enquanto ciclista de estrada, competiu por vários clubes, tendo encarnado ao longo da carreira o Alverca, Sporting Clube de Portugal, Flores do Lis, Cela, Bairro dos Anjos, Núcleo Sportinguista de Leiria, Casa do Benfica de Leiria e União de Ciclismo de Leiria.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: NEUTRAL

Countries: Portugal, Brazil

Cities: Alverca, Leiria, Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Secretário de Estado da Juventude e do Desporto lamenta morte de Alex Apolinário
>>>>>O emocionado relato do empresário de Alex Apolinário: «Chorei abraçado ao meu filho» – January 04, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Alex Apolinário, jogador do Alverca, foi reanimado e seguiu estável para o hospital – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Jogador do Alverca perde os sentidos em campo e jogo não é retomado – January 03, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Alex Apolinário: Alverca faz ponto da situação e deixa agradecimentos – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Jogador do Alverca que sofreu paragem cardíaca já foi tomba-gigantes contra o Sporting – (ojogo-pt)
>>>>>>>>>Novo ponto de situação sobre Alex Apolinário e uma imensa onda solidária – January 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Sérgio Vieira não esquece Diogo Casimiro e Alex Apolinário: «Que tenham uma energia muito forte» – (ojogo-pt)
>>>>>Conceição soube da morte de Alex Apolinário durante conferência: a mensagem do treinador – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 35 0 NONE 23 (tacit) eu: 22, Eu: 1
2 nós 110 315 NONE 19 nos: 2, (tacit) nós: 17
3 Alex Apolinário 185 260 PERSON 17 Alex_Apolinário (apposition: jogador de o Alverca): 1, Alex: 3, Alex_Apolinário: 3, Ele (referent: Alex): 1, (tacit) ele/ela (referent: Alex_Apolinário): 3, (tacit) ele (referent: Alex): 2, Alex_Apolinário de 24 anos: 1, (tacit) ele/ela (referent: Alex): 3
4 jogo 80 0 NONE 11 O jogo: 1, o primeiro jogo: 1, o jogo: 8, este jogo: 1
5 campo 80 0 NONE 9 campo graças: 1, o campo: 2, campo: 6
6 jogador 0 185 NONE 5 Jogador brasileiro: 1, O jogador brasileiro: 2, o jogador: 2
7 André 80 0 ORGANIZATION 5 o André: 5
8 jogadores 0 0 NONE 5 os jogadores: 4, vários jogadores: 1
9 equipamento 0 100 NONE 4 um equipamento obrigatório: 2, o equipamento: 2
10 notícia 120 0 NONE 4 a notícia: 4