Por: SentiLecto

Juiz da AF Porto vai encarnar arbitragem de Portugal no campeonato da Europa. O Juiz de Portugal Artur Soares Dias, que fala também num «sentimento de responsabilidade», considera que a designação para marcar presença no Euro’2020 de futebol é o «agradecimento do trabalho e da performance desenvolvida pela arbitragem» lusa , masA percurso da sexta período final de grandes competições, o Juiz da associação do Porto, de 41 anos e internacional desde 2010, recusa que este seja o ponto alto da carreira, mas sim, mais um.»É, com certeza, um ponto alto de 25 anos de carreira, em conjunto com tantos outros momentos na representação do nosso país além-fronteiras. É o agradecimento do trabalho, da performance desenvolvida pela arbitragem de Portugal e, com certeza, um momento especial para mim e para a minha equipa», declarou à agência Lusa Soares Dias, que é um dos 18 áJuízesdnomeadospara dconduziencontros daofperíodofinal.Sem desejar traçar uma meta para o torneio, o Juiz de Lusaka frisa que a «pretensão é exclusivamente encarnar Portugal e a arbitragem da melhor maneira, com concentração, rigor e responsabilidade».O sentimento de responsabilidade é tão ou mais importante, tendo em conta o «retorno da arbitragem de Portugal às grandes competições internacionais, com desafios especiais e vontade de que tudo corra bem».», apesar de se demonstrar imensamente orgulhosoO orgulho é imenso, mas caminha de mãos dadas com o sentimento de responsabilidade, considerando o retorno da arbitragem de Portugal às grandes competições internacionais. Foco no trabalho, concentração e conservar os pés no chão são os cardeais que nos nortearão durante a presença no Campeonato da Europa», assinalou.Sendo o Europeu uma das provas mais importantes da modalidade, a «preparação é a mesma para todos os desafios», segundo Soares Dias, uma vez que «grandes palcos e grandes competições só se atingem depois de muitos jogos, onde todos contam para se conseguir atingir esta espécie de competições».Faz 6 anos, ao longo da carreira, Soares Dias participou em os Mundiais de sub-20 e sub-17 e 2017, respetivamente, em a Taça das Confederações e em o Mundial de Clubes, também em 2017, e Faz 3 anos, esteve presente em o qual desempenhou a função de videoárbitro,.Em o torneio em que a seleção de Portugal irá defender o título conquistado em 2016 e que se realiza , pela primeira vez , em 11 cidades de 11 países , após ser protelado para 2021 , devido em a pandemia de covid-19 , os assistentes vão acompanhar Soares Dias Rui Licínio e Paulo Soares. Juiz João Pinheiro também faz parte das escolhas da UEFA para esta competição, tendo sido designado para as funções de VAR.Faz 3 anos, o juiz de Portugal, ainda não apitou uma final de uma grande prova, deseja de clubes quer de seleções, promovido em a categoria de Elite em maio de 2018 e vai este ano, após deduzida a participação no Euro’2020, seguir para os Jogos Olímpicos Tóquio’2020, no qual vai ser um dos oito Juízes europeus designados pela FIFA para o torneio de futebol.

O avançado, de 36 anos, declarou ser óbvio que todos, na seleção, desejam estar no Estádio de Wembley, nessa final, com a noção de que o platô exigido hoje em dia à seleção é natural, pelos mais recentes resultados, mas que tem sido assim desde sempreO internacional de Portugal Cristiano Ronaldo considera que Portugal, campeão em título, está entre os candidatos ao título europeu, mas que não vale a pena fazer promessas.»Não vale a pena, nem adianta, estar a prometer títulos, nem a fazer prognósticos. Aquilo que posso prometer é que entraremos em todos os jogos para ganhar», declarou o capitão da seleção, em entrevista à revista 360, da Federação Portuguesa de Futebol.Cristiano Ronaldo respondia assim à questão de onde espera estar em 11 de julho, o dia agendado para a final do Euro’2020, que tem icomeçona sexta-feira e no qual Portugal integra o grupo F, com a campeã mglobalFrança, Alemanha e Hungria.O avançado, de 36 anos, declarou ser óbvio que todos, na seleção, desejam estar no Estádio de Wembley, nessa final, com a noção de que o platô exigido hoje em dia à seleção é natural, pelos mais recentes resultados, mas que tem sido assim desde sempre.»se aumentam as expectativas porque a seleção nacional tem feito por isso. Vencemos dois títulos bastante importantes nos últimos anos e isso traz responsabilidade. Jogamos sempre para ganhar. Não é só de agora, sempre foi assim em todas as gerações», adiantou Cristiano Ronaldo.Em relação ao grupo de Portugal, que chegou a ser nomeado de grupo da «morte», por contar com a campeã global em título França e a quatro vezes campeã global Alemanha , e com a Hungria, a ter o fator casa, o avançado desvalorizou.»São estes oponentes que nos calharam e é contra estes que jogaremos. Respeitamos todas as seleções. Estamos num período final de um Europeu, não há jogos fáceis», adiantou.Cristiano Ronaldo justificou que o foco deve estar, acima de tudo, no próprio trabalho e numa equipa «ao melhor nível», que declara ter grande característica e com habilidade para ter uma boa resposta na competição.»Somos uma equipa com muita característica, atuais campeões da Europa e ganhadores da primeira edição da Liga das Nações, ninguém pode esquecer isso. Temos de estar ao nosso melhor nível em cada jogo», analisou.O futebolista reconheceu ainda que, apesar dos muitos títulos que conquistou na carreira, o Euro’2016 «foi o mais importante» que já ganhou, e que está neste Euro’2020 «como se fosse o primeiro.»Estou neste Euro’2020 como se fosse o primeiro. Sinto-me tão ou mais motivado do que em 2004, no meu primeiro Campeonato da Europa. Somos os campeões em título e fazemos novamente parte do lote de candidatos à conquista do troféu», ddeclarouNo grupo que vai estar no Europeu, em que se mescla experiência com juventude, o jogador recordou que muitos dos mais jovens já têm uma importante experiência internacional e que a grande virtude da seleção «é ganhar jogos».»Apesar de haver muitos jovens, nota-se que a grande maioria deles já tem uma experiência internacional importante, ao jogar nos melhores campeonatos da Europa», referiu.Portugal arranca já em setembro o período de qualificação para 2023 e ainda há nesta geração candidatos a nova final.Há nove jogadores de Portugal finalistas da atual edição do Europeu de sub-21 que não estão descartados de um retorno a nova final, em 2023, caso Portugal lá chegue.A qualificação inicia já no dia 6 de setembro, com a Bielorrússia, e seguindo o critério habitual da UEFA, pelo menos os jogadores nascidos a partir de 1 de janeiro de 2000 podem ainda vir a integrar o lote de selecionados em 2023.Selecionador relativiza o protagonismo dos resultados dos jogos de preparação e alerta para os perigos do jogo com a Hungria, na primeira jornada do período de grupos do Europeu.Resultado contra Israel pode mudar a maneira de pensar do treinador? «Aos portugueses pode colocar essa dúvida, a mim não coloca dúvida nenhuma. Claro que desejo ganhar, jamais desejou perder. Não cabe no nosso léxico a derrota. Ficaríamos chateados, se não ganhássemos, mas não nos ia modificar. Este é um jogo, o Europeu tem um período de grupos, depois o ‘mata-mata’… É tudo diferente, não me parece que possa ser semelhante. Antes do Euro’2016 perdemos com a Bulgária [1-0], toda a gente dizia que não íamos lá fazer nada. Depois, no Europeu, empatámos os primeiros três jogos e íamos falecer. Faz 1 dia, o Cancelo teve razão a o falar de a Hungria. Pensamos bastante na Alemanha e na França… Seria mais entre os três, se aquilo fossem os quatro finalistas, mas não é. Depois há os oitavos, os quartos, as meias, pode ocorrer duas equipas encontrarem-se novamente na final. Não podemos esquecer-nos da Hungria, os jogadores não dão o jogo por perdido, jamais saem do jogo, sabemos o que ocorreu no Europeu de 2016 [empate, 3-3], a Áustria estava no ‘top-10’, a Hungria estava mais para trás. Podíamos ter ficado de fora. Faz 3 anos, em a qualificação jogámos lá [ em a Hungria ] e vencemos, a expulsão do jogador húngaro auxiliou-nos lá, temos muitos jogadores que jogaram esse último jogo. Sabem e não estão esquecidos dos obstáculos que o jogo conclui.»Protagonismo do coletivo e do primeiro jogo nas provas: «É importante ter períodos de grupos curtos. Na Champions o primeiro jogo é difícil, conclui sempre um grau de obstáculo aumentado e são seis jogos. No Europeu são só três. Estes jogos são importantes. Eu e a minha equipa técnica trabalhamos para chegarmos lá e estarmos no topo. Frescos mentalmente e bastante bem em termos estratégicos e táticos. Não há dúvidas em relação aos jogadores [de Portugal], se formos falar em termos de característica individual. Mas a característica coletiva e técnica é que é importante perceber. Sem isso, a característica individual serve para pouco. É isso que procuramos fazer.»

Na quinta-feira 03 de junho juiz de Lusaka vai estrear-se como Juiz num campeonato da Europa.O de Portugalde Portugal Artur Soares Dias era um dos 18 Juízes nomeados para marcar presença no Euro’2020 de futebol, naquela que seria a sexta participação em períodos finais de grandes competições e a primeira num Europeu de seleções principais.O Juiz da associação do Porto, de 41 anos e internacional desde 2010, participou nos Mundiais de sub-20 e sub-17, em 2015 e 2017, respetivamente, na Taça das Confederações e no Mundial de Clubes, também em 2017, e Faz 3 anos, esteve presente em o qual desempenhou a função de videoárbitro,.No torneio em que a seleção de Portugal irá defender o título conquistado em 2016 e que se realizava, pela primeira vez, em 11 cidades de 11 países, após ser protelado para 2021, devido à pandemia de covid-19, Soares Dias s seriaacompanhado pelos assistentes Rui Licínio e Paulo Soares.O Juiz João Pinheiro também fazia parte das escolhas da UEFA para esta competição, tendo sido designado para as funções de VAR.Faz 3 anos, o juiz de Portugal, ainda não apitou uma final de uma grande prova que queriade clubes deseja de seleções,, promovido em a categoria de Elite em maio de 2018q queriade clubes deseja de seleções, e vai este ano, após deduzida a participação no Euro2020, seguir para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, no qual seria um dos oito Juízes europeus designados pela FIFA para o torneio de futebol.Até ao momento, conduziu 15 encontros na Liga dos Campeões, sempre do período de grupos, com exceção do último, acontecido já na presente temporada, que opôs os alemães do Borussia Mönchengladbach aos ingleses do Manchester City, na primeira mão dos oitavos de final, com 2-0 em defesa dos britânicos.Na época 2019/20, conduziu uns dos maiores encontros de todinho período de grupos, a receção dos espanhóis do Real Madrid aos franceses do Paris Saint-Germain , que concluiu empatada a dois golos.No que diz respeito à Liga Europa, c contabilizava23 embates, e, a par da Champions, também foi na temporada 2020/21 que arbitrou um encontro numa dos períodos mais progredidas da segunda prova mais importantes da UEFA, a primeira mão das meias-finais entre o consagrado campeão Villarreal e o Arsenal. Os espanhóis venceram por 2-1.Nas competições internas, Soares Dias já conduziu um total 457 partidas, divididas em quarto provas: adicionava 251 na I Liga, 151 na II Liga, 28 na Taça de Portugal e 27 na Taça da Liga.Relativamente a jogos arbitrados entre os grandes Benfica, FC Porto e Sporting, eram 20, sendo que, seis eram dérbis entre leões e águias, e 14 clássicos.Faz 5 anos, Artur Soares Dias contava em o currículo com duas finais de a Taça de Portugal e 2020, a primeira, o Sporting de Braga venceu o FC Porto, por 4-2, em o desempate por grandes penalidades, após um empate 2-2, e a segunda, os dragões venceram o Benfica por 2-1.A nível nacional, também apitou duas Supertaças, conquistadas por FC Porto e Benfica, em 2013 e 2017, ambas contra o Vitória de Guimarães, e ainda uma final Taça da Liga, vencida pelo Moreirense, rostito ao Sporting de Braga .

Paulo Soares, mais conhecido como Amigão é, apresentador de TV e locutor desportivo brasileiro.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Soares Dias: designação para o Euro é «agradecimento da arbitragem de Portugal»
>>>>>Cristiano Ronaldo: «Sinto-me tão ou mais motivado do que no Euro’2004» – (ojogo-pt)
>>>>>Exclusivo O futuro da seleção portuguesa sub-21: sobram nove para o próximo Europeu – (ojogo-pt)
>>>>>Fernando Santos: «Em 2016 perdemos com a Bulgária e diziam que não íamos fazer nada ao Euro» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 370 77 NONE 30 (tacit) nós: 25, nos: 5
2 eu 90 0 NONE 15 (tacit) eu: 10, me: 2, mim: 2, Eu e a: 1
3 Paulo Soares 110 0 PERSON 13 Paulo_Soares: 1, (tacit) ele/ela (referent: O português Artur_Soares_Dias era um de os 18 árbitros designados para marcar presença em o Euro 2020 de futebol em aquela): 1, (tacit) ele/ela (referent: Soares_Dias): 2, Soares_Dias: 5, O português Artur_Soares_Dias era um de os 18 árbitros designados para marcar presença em o Euro 2020 de futebol em aquela: 2, Artur_Soares_Dias: 2
4 jogo 0 50 NONE 7 esse último jogo: 1, o jogo: 3, o primeiro jogo: 2, um jogo: 1
5 seleção 0 0 NONE 7 a seleção portuguesa: 2, a seleção nacional: 1, a seleção: 4
6 jogadores 0 60 NONE 6 nove jogadores portugueses: 1, os jogadores nascidos: 1, muitos jogadores: 2, os jogadores: 2
7 o Europeu 50 0 OTHER 6 o Europeu: 5, um Europeu de seleções principais: 1
8 jogos 35 0 NONE 6 três jogos: 1, todos os jogos: 1, jogos fáceis: 1, Estes jogos: 1, jogos arbitrados: 1, seis jogos: 1
9 a Hungria 0 0 PLACE 6 a Hungria: 5, (tacit) ele/ela (referent: a Hungria): 1
10 título 120 0 NONE 5 o título conquistado: 2, título: 2, o título europeu: 1