Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Afonso Costa – Março, 1921

Pedro Fraga e Afonso Costa, que os remadores Pedro Fraga e Afonso Costa, que garantiram esta quinta-feira o apuramento em double scull ligeiro, ampliaram para 56 o número de desportistas de Portugal assegurados nos Jogos Olímpicos Tóquio’2020, aumentaram para 56 os portugueses apurados. Depois de terem sido segundos na final da regata de qualificação, em Varese, Itália, os dois desportistas asseguraram o retorno do remo nacional aos Jogos, após a ausência no Rio’2016.O veterano Pedro Fraga, de 38 anos, da Académica, estará pela terceira vez em Jogos Olímpicos, agora com o jovem Afonso Costa, do Clube Naval Setubalense, de 25 anos, depois do quinto lugar em Londres’2012 e do oitavo em Pequim’2008, em ambos fazendo dupla com Nuno Mendes.A seleção portuguesa masculina de andebol tinha sido a última assegurar o apuramento para os Jogos Olímpicos, naquela que será a primeira presença de Portugal da modalidade e a estreia oficial das modalidades coletivas de pavilhão, depois da participação lusa no torneio de demonstração em Barcelona’1992.No torneio pré-olímpico, a equipa das quinas, comandada por Paulo Jorge Pereira, poucos dias depois da morte do guarda-redes Alfredo Quintana, assegurou a qualificação com uma vitória, nos últimos segundos, sobre a França por 29-28, com um golo do capitão Rui Silva, garantindo a presença de 14 andebolistas.Antes, os velejadores Diogo Costa e Pedro Costa tinham garantido a entrada na competição de 470, ao concluírem em segundo no Mundial da categoria, disputado em Vilamoura.Diogo Costa, de 24 anos, e Pedro Costa, de 26, naturais do Porto e formados em engenharia civil, uniram-se àoebarquinhode 49er, vaga garantida por Jorge Lima e José Costa, os primeiros a assegurar uma presença portuguesa nos Jogos, garantindo a quota .Com 10 desportistas qualificados, o atletismo é a modalidade não coletiva com mais vagas asseguradas para as competições que decorrerão na capital de Japon, entre 23 de julho a 08 de agosto de 2021.Pedro Pablo Pichardo e Patrícia Mamona, que se sagraram recentemente campeões europeus em pista coberta, têm presença assegurada no concurso do triplo salto, tal como Evelise Veiga, enquanto Auriol Dongmo, igualmente campeã continental em pista coberta, vai participar no lançamento do peso.Os também lançadores Francisco Belo, no peso, e Liliana Cá, no disco, vão estrear-se em Jogos, enquanto João Vieira, aos 43 anos, tem marca de qualificação nos 50 quilômetro passeata e terá que estar pela sexta vez em Jogos, tornando-se no segundo luso com mais presenças, a uma do velejador João Rodrigues.O séquito do atletismo já conta também com as maratonistas Carla Salomé Rocha e Sara Catarina Ribeiro e com a marchadora Ana Cabecinha.Maria Martins estreará o ciclismo de pista como disciplina olímpica para Portugal, depois de se ter qualificado através do ranking de omnium.No ciclismo de estrada, Portugal terá duas vagas em Tóquio, por via do 23.º lugar no ranking olímpico, que dá a Portugal o direito a ter dois ciclistas na prova de fundo, um dos quais com entrada para o contrarrelógio.O oitavo lugar de Nelson Oliveira no contrarrelógio dos Mundiais de 2019 permite a Portugal ter pela primeira vez dois ciclistas no crono em Jogos Olímpicos.Faz 2 anos, em a canoagem, seis desportistas garantiram a qualificação, entre os quais Fernando Pimenta, medalha de bronze em K1 1.000 metros em Szeged, em a Hungria.O K4 1.000 metros, composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela, e Teresa Portela também já têm presença em Tóquio, tal como Antoine Launay no slalom.Também a natação já tem cinco desportistas com mínimos, com Alexis Santos, semifinalista no Rio2016, e Gabriel Lopes nos 200 metros estilos, Tamila Holub e Diana Durães nos 1.500 livres, e Ana Catarina Monteiro nos 200 mariposa.No equestre são já quatro as vagas asseguradas, com Luciana Diniz, nona no Rio2016, a garantir a presença na prova de dificuldades, ainda não sendo oficial que será a luso-brasileira a viajar para Tóquio.Antes, já estavam assegurados três desportistas na equipa de ensino, com a vaga conquistada por Maria Caetano, Rodrigo Torres, João Miguel Torrão e Duarte Nogueira no Europeu.Portugal estará também encarnado no ténis de mesa, através da equipa masculina, que venceu o seu grupo no torneio de qualificação olímpica.Em Gondomar, os já olímpicos Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro asseguraram nova presença na prova de equipas, na qual a Áustria em o Rio2016 suprimiu em a primeira ronda eles.A qualificação da equipa garante também a vaga para dois portugueses na prova individual. Em 2016, Marcos Freitas, que caiu nos quartos de final, e Tiago Apolónia, suprimido na terceira ronda, foram os representantes de Lusaka.Fu Yu já tinha assegurado a presença no torneio feminino de ténis de mesa, graças à presença na final dos Jogos Europeus.De retorno aos Jogos Olímpicos vai estar o tiro com armas de caça, com João Paulo Azevedo no fosso olímpico.Enquanto Filipa Martins repete a presença na ginástica artística, em estreia, vai estar o surf, com Frederico Morais, por ter sido o melhor desportista europeu nos Mundiais de 2019.Os Jogos Olímpicos Tóquio’2020 realizam-se de 23 de julho a 8 de agosto de 2021.Desportistas portugueses qualificadosAndebol – Masculinos:Seleção composta por 14 elementos .Atletismo – Masculinos:João Vieira: 50 quilômetro passeata .Pedro Pichardo: Triplo salto .Francisco Belo: Lançamento do peso .- Femininos:Carla Salomé Rocha: Maratona .Sara Catarina Ribeiro: Maratona .Evelise Veiga: Triplo salto .Patrícia Mamona: Triplo salto .Liliana Cá: Lançamento do disco Auriol Dongmo: Lançamento do peso .Ana Cabecinha: 20 quilómetros passeata .Canoagem – Masculinos:Fernando Pimenta .Emanuel Silva .João Ribeiro .Messias Baptista .David Varela .Antoine Launay .- Femininos:Teresa Portela .Natação – Masculinos:Gabriel Lopes: 200 m estilos .Alexis Santos: 200 m estilos .- Femininos:Tamila Holub: 1.500 m livres .Diana Durães: 1.500 m livres .Ana Catarina Monteiro: 200 m mariposa .Equestre – Ensino: Quota garantida por Maria Caetano, Rodrigo Torres, João Miguel Torrão e Duarte Nogueira, durante o Campeonato da Europa de Roterdão, na Holanda.- Dificuldades: Quota garantida por Luciana Diniz, através do ‘ranking’ de qualificaçãoTénis de mesa – Femininos:Torneio individual: Fu Yu – Masculinos:Torneio por equipas: três elementos Torneio individual: dois dos elementos da equipa.Vela – Masculinos:49er: Quota garantida por Jorge Lima e José Costa .470: Quota garantida por Diogo Costa e Pedro Costa Ciclismo – Masculinos:Prova de estrada: Portugal tem direito a dois desportistas Contrarrelógio: Os dois desportistas da prova de fundo participam no contrarrelógio – Femininos:Pista: Uma desportista em omnium Remo – Masculinos:Double Scull peso ligeiro: Pedro Fraga e Afonso Costa .Ginástica artística – Femininos:Filipa Martins .Surf – Masculinos:Frederico Morais Tiro com armas de caça – Masculinos:João Paulo Azevedo: fosso olímpico

O «double-scull» dos remadores satisfez os dois mil metros da série 1 com o tempo de 6.30,39 minutos, à frente daosebarquinhosda Áustria, que tconcluiucom 6.33,11, e da Estónia, que na linha de chegada registou 6.36,88Os remadores portugueses Pedro Fraga e Afonso Costa apuraram-se esta segunda-feira para a final de «double-scull» ligeiro da prova de qualificação europeia para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, a decorrer em Varese, Itália.O «double-scull» de Pedro Fraga e Afonso Costa satisfez os dois mil metros da série 1 com o tempo de 6.30,39 minutos, à frente daosebarquinhosda Áustria, que tconcluiucom 6.33,11, e da Estónia, que na linha de chegada registou 6.36,88.Pedro Fraga e Afonso Costa qualificaram-se diretamente para a final de quarta-feira, que apura os dois primeiros classificados para os Jogos Tóquio2020, protelados para 2021 devido à pandemia de covid-19, evitando o esforço sadicionalde ter de disputar uma prova de repescagem.Federação Portuguesa de Atletismo divulgou à Lusa mais quatro vagas no atletismoPortugal assegurou mais quatro vagas no atletismo nos Jogos Paralímpicos Tóquio’2020, aampliandopara 27 o número de lugares garantidos na competição, aproteladapara o verão de 2021, ddeclarouhoje à Lusa a Federação Portuguesa de Atletismo .Os desportistas Segundo Luís Figueiredo as quatro vagas , não nominais , asseguraram em o começo de abril elas Ana Filipe , Hélder Mestre , João Correia e Miguel Monteiro e unem se em as cinco que já estavam garantidas , ampliando para nove a quota de Lusaka em as provas de atletismo. Luís Figueiredo é vice-presidente da FPA.Em 2 meses, e acordo com o vice-presidente de a FPA, o apuramento paralímpico para a modalidade terá que fechar em meados, sendo posteriormente divulgada a lista nominal de os desportistas que marcarão presença em Tóquio.A pouco mais de quatro meses, e ainda com alguns apuramentos por disputar, Portugal tem garantida a presença de 27 desportistas em Tóquio, em seis modalidades: 10 vagas no boccia, nove no atletismo, cinco na natação, uma na canoagem, uma no ciclismo e uma na equitação.Em 5 meses, os Jogos Paralímpicos Tóquio ‘ 2020 terão que disputar entre 24 de agosto e 05 de setembro.ortugal, que adicionará em Tóquio a 10.Faz 3 meses, ª participação consecutiva em Jogos Paralímpicos, esteve encarnado por 37 desportistas, em sete modalidades, em os últimos Jogos, em 2016.Federação Internacional de Natação confirmou a escolha esta quarta-feira.a Federação Internacional de Natação de Setúbal selecionou a cidade para sediar a prova de apuramento olímpico de águas abertas que estava inicialmente agendada para Fukuoka , a federação portuguesa de a modalidade . , em o Japão , anunciou esta quarta-feira a federação de Portugal da modalidade.Em comunicado, o organismo que tutela a natação de Portugal refere que a data da prova «ainda não está totalmente fechada, mas tudo assinala para o fim de semana de 19 e 20 de junho».Esta vai ser a terceira vez que o Sado recebe uma prova de apuramento olímpico, que vai contar com a presença dos nadadores de Lusaka Tiago Campos, Angélica André e Mafalda Rosa, depois de ter sido palco da qualificação para os Jogos Londres2012 e Rio2016.Em declarações divulgadas pela Federação Portuguesa de Natação , Rui Sardinha refere que «Conhece-se Setúbal como o epicentro de as águas abertas a nível global em termos organizativos Rui Sardinha é vice-presidente do organismo., e no desafio sempre presente e diferente que a sua prova empresta aos nadadores presentes».O culpado realça o suporte do Governo à prova que, considera, «larremessaPortugal uma vez mais na cena internacional dos grandes eacontecimentosdesportivos.Na segunda-feira, a FINA anunciou o cancelamento das provas de qualificação olímpica de águas abertas, saltos para água e natação artística, calculadas para abril e maio, em Tóquio e Fukuoka.A competição de águas abertas teria que decorrer em Fukuoka, nos dias 29 e 30 de maio. Para a cidade de Tóquio estavam agendadas a competição de natação artística, na qual tem que participar o dueto de Portugal composto por Beatriz Gonçalves e Sheila Vieira, e a de saltos para a água.Os Jogos Tóquio2020, que foram protelados para 2021 devido à pandemia de covid-19, dterão que decorrerentre 23 de julho e 8 de agosto.

Faz 1 mês, o apuramento garantia ainda a presença em uma modalidade coletiva em Tóquio ‘ 2020, a única que ainda podia conseguir esta qualificaçãoA seleção de Portugal masculina de andebol assegurou a presença de Portugal em a competição de a modalidade de os Jogos Olímpicos Tóquio ‘ 2020, protelados para este verão, em o torneio de qualificação concluído em Montpellier, França, em o domingo 14 de março.Depois de vencer, nos últimos segundos, a França por 29-28, a armada de Portugalde Portugal carimbou o passaporte para a capital japonesa, aumentando para 54 o número de desportistas apurados, uma vez que serão convidados 14 andebolistas para encarnar Portugal na prova.O apuramento garantia ainda a presença numa modalidade coletiva em Tóquio’2020, a única que ainda podia conseguir esta qualificação, lograda após vencer a Tunísia no primeiro jogo e perder ante a Croácia no sábado.Antes, na sexta-feira, os velejadores Diogo Costa e Pedro Costa tinham garantido a entrada na competição de 470.Diogo Costa, de 24 anos, e pedrava Costa, de 26, naturais do Porto e formados em engenharia civil, uniram-se àoebarquinhode 49er, vaga garantida por Jorge Lima e José Costa, os primeiros a assegurar uma presença portuguesa nos Jogos, garantindo a quota .Com 10 desportistas qualificados, o atletismo era a modalidade não coletiva com mais vagas asseguradas para as competições que decorrerão na capital de Japon, entre 23 de julho a 08 de agosto de 2021. pedrava Pablo Pichardo e Patrícia Mamona, que se sagraram recentemente campeões europeus em pista coberta, têm presença assegurada no concurso do triplo salto, tal como Evelise Veiga, enquanto Auriol Dongmo, igualmente campeã continental em pista coberta, vai participar no lançamento do peso.Os também lançadores Francisco Belo, no peso, e Liliana Cá, no disco, vão estrear-se em Jogos, enquanto João Vieira, aos 43 anos, tem marca de qualificação nos 50 quilômetro passeata e teria que estar pela sexta vez em Jogos, tornando-se no segundo luso com mais presenças, a uma do velejador João Rodrigues.O séquito do atletismo já contava também com as maratonistas Carla Salomé Rocha e Sara Catarina Ribeiro e com a marchadora Ana Cabecinha.Maria Martins estreará o ciclismo de pista como disciplina olímpica para Portugal, depois de se ter qualificado através do ‘ranking’ de omnium.No ciclismo de estrada, Portugal terá duas vagas em Tóquio, por via do 23.º lugar no ‘ranking’ olímpico, que dava a Portugal o direito a ter dois ciclistas na prova de fundo, um dos quais com entrada para o contrarrelógio.Faz 2 anos, o oitavo lugar de Nelson Oliveira permitia a Portugal ter dois ciclistas em o ‘ crono ‘ em Jogos Olímpicos pela primeira vez.Faz 2 anos, em a canoagem, seis desportistas garantiram a qualificação, entre os quais Fernando Pimenta, medalha de bronze em K1 1.000 metros em Szeged, em a Hungria.O K4 1.000 metros, composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela, e Teresa Portela também já têm presença em Tóquio, tal como Antoine Launay no slalom.Também a natação já tem cinco desportistas com mínimos, com Alexis Santos, semifinalista no Rio2016, e Gabriel Lopes nos 200 metros estilos, Tamila Holub e Diana Durães nos 1.500 livres, e Ana Catarina Monteiro nos 200 mariposa.No equestre são já quatro as vagas asseguradas, com Luciana Diniz, nona no Rio2016, a garantir a presença na prova de dificuldades, ainda não sendo oficial que será a luso-brasileira a viajar para Tóquio.Antes, já estavam assegurados três desportistas na equipa de ensino, com a vaga conquistada por Maria Caetano, Rodrigo Torres, João Miguel Torrão e Duarte Nogueira no Europeu.Portugal estará também encarnado no ténis de mesa, através da equipa masculina, que venceu o seu grupo no torneio de qualificação olímpica.Em Gondomar, os já olímpicos Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Monteiro asseguraram nova presença na prova de equipas, na qual a Áustria em o Rio2016 suprimiu em a primeira ronda eles.A qualificação da equipa garantia também a vaga para dois portugueses na prova individual. Em 2016, Marcos Freitas, que caiu nos quartos de final, e Tiago Apolónia, suprimido na terceira ronda, foram os representantes de Lusaka.Fu Yu já tinha assegurado a presença no torneio feminino de ténis de mesa, graças à presença na final dos Jogos Europeus.De retorno aos Jogos Olímpicos estaria o tiro com armas de caça, com João Paulo Azevedo no fosso olímpico.Enquanto Filipa Martins repetia a presença na ginástica artística, em estreia, estaria o surf, com Frederico Morais, por ter sido o melhor desportista europeu nos Mundiais de 2019.Faz 8 meses, os Jogos Olímpicos Tóquio2020 realizavam se a 08 de agosto de 2021.

Afonso Augusto da Costa GCTE • GCL, conhecido somente por Afonso Costa, foi um advogado, professor universitário, político republicano e estadista português.

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país soberano unitário localizado no sudoeste da Europa, cujo território se situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal, Italy, Hungary, United Kingdom, Brazil, Austria

Cities: Varese, Szeged, Porto, London, Gondomar, Franca

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Sobe para 56 o número de portugueses apurados para Tóquio’2020
>>>>>Pedro Fraga e Afonso Costa na final da prova de qualificação – April 05, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Portugal com 27 vagas asseguradas nos Jogos Paralímpicos Tóquio’2020 – April 06, 2021 (ojogo-pt)
>>>>>Setúbal recebe prova de qualificação de águas abertas para Tóquio’2020 – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Portugal 0 0 PLACE 14 a Portugal: 4, Portugal: 10
2 presença 0 0 NONE 14 a presença portuguesa: 1, nova presença: 2, a presença: 8, presença: 3
3 eu 485 0 NONE 10 (tacit) eu: 10
4 Pedro Costa 40 0 PERSON 10 Afonso_Costa: 3, José_Costa: 2, Diogo_Costa de 24 anos: 2, o jovem Afonso_Costa de o Clube_Naval_Setubalense de 25 anos: 1, Costa: 2
5 atletas 720 0 NONE 9 10 atletas qualificados: 2, seis atletas: 2, cinco atletas: 2, 37 atletas: 1, três atletas: 2
6 Jogos 0 0 ORGANIZATION 9 (tacit) eles (referent: Os Jogos): 1, Os Jogos: 1, os Jogos: 3, Jogos: 4
7 Tóquio 0 0 PLACE 9 Tóquio: 9
8 vagas 0 0 NONE 9 vagas: 2, as quatro vagas: 1, as vagas asseguradas: 2, duas vagas: 2, mais vagas asseguradas: 2
9 Fraga e Afonso_Costa 0 0 PERSON 7 Fraga e Afonso_Costa: 2, (tacit) eles/elas (referent: Fraga e Afonso_Costa): 4, ambos (referent: Fraga e Afonso_Costa): 1
10 vaga 190 0 NONE 6 vaga garantida: 2, a vaga conquistada: 2, a vaga: 2