Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Vista aérea da favela do Vidigal.

Lito Vidigal fez a antevisão do duelo entre Marítimo e Portimonense.O treinador do Marítimo, Lito Vidigal, alegou esta sexta-feira na conferência de antevisão ao encontro com o Portimonense, que a sua equipa precisa de ser ainda mais «humilde», no embate da quarta jornada da I Liga.»Nós devemo encarar este jogo com ainda mais humildade, porque foi o que nos fez obter um triunfo histórico no Dragão. Apesar de serem jogos diferentes, se respeitarmos o Portimonense como respeitámos o FC Porto podemos ganhar», sublinhou o técnico, referindo-se ao encontro da jornada transata, em que os «verde rubros» venceram o FC Porto, por 3-2.O timoneiro dos madeirenses desvaloriza o facto de o encontro ser dentro de portas, defendendo que a «vontade de vencer» deve prevalecer em qualquer ocasião.»Nós devemo jogar em casa e fora da mesma maneira, com intenção de vencer, independentemente do oponente e dos campos onde nós jogaremos. O nosso objetivo é vencer, sempre», destacou.Lito Vidigal defende que a equipa cruza um bom momento, após os duas triunfos consecutivos para o campeonato, em casa frente ao Tondela e na última jornada na deslocação ao Dragão , mas enaltece que «não há jogos fáceis».»É importante trabalhar sobre triunfos, porque isso dá-nos mais confiança e motivação para continuar aquilo que iniciámo. Não há jogos fáceis na I Liga, as equipas são bastante parecidas e a sua característica é idêntica, à exceção de três ou quatro clubes, que são os possíveis campeões, com overbasdiferentes dos nossos», aalegouo técnico de 52 anos.Espera um «oponente difícil» na receção à formação de Portimão, que na sua opinião, em termos de qcaracterística «é mbastantesemelhante» ao Marítimo.»A característica do Marítimo e do Portimonense é semelhante, dependerá da maneira como nós vamos encarar o jogo. Temo que ser mentalmente fortes, ter a solidariedade que tivemos no último jogo, e, acima de tudo, ser inteligentes na administração do jogo. Se tivermos isto tudo a chance de vencermos é maior.»O técnico dos «leões do Almirante Reis» despediu-se se vendeu Nanu de duas peças fundamentais de a equipa, , a o FC Porto, após o triunfo sobre os azuis e brancos, enquanto Getterson rumou à Arábia Saudita para rencarnaro Al Ain, recém-promovido ao principal escalão do futebol saudita.»Foram jogadores importantes para o Marítimo. É claro que a equipa ao perder dois elementos fica mais limitada, mas a saída desses jogadores também alimenta o projeto, e o Marítimo é um projeto. Cabe-nos a nós, dentro daquilo que é o projeto sub-23 e equipa B encontrar soluções para colmatar essas saídas, sei que vai ser difícil, mas não posso deixar de estar contente por estes jogadores», referiu.No papel de anfitrião, o Marítimo recebe o Portimonense, para a quarta jornada da I Liga de Portugal, sábado, às 15h30, no Estádio do Marítimo.

Pinto da Costa falou sobre a sua sucessão em entrevista à TVI, garantindo que não qdesejanem vai interferir na dresoluçãodos sócios.Gostava de ver Rui Moreira como presidente do FC Porto? «Gostava que o presidente do FC Porto fosse alguém que sentisse o FC Porto, vivesse o FC Porto e trabalhasse para o FC Porto. Rui Moreira é um dos muitos que reúne essas qualidades».Villas-Boas também? «Não desejo interferir com vida dos outros clubes e ele é treinador do Marselha, que será oponente do FC Porto».Baía? «Vou declarar o seguinte: o FC Porto não é uma monarquia. Eu devia preparar o meu filho, que era o meu sucessor, se fosse. Mas não é e quem manda são os sócios».Teme que seja um aventureiro? «O problema é dos sócios, se os sócios selecionarem. Isto não é meu. É dos sócios».Não deseja controlar? «Não é não desejar. Jamais irei fazê-lo. Não darei opinião jamais. Quem vier tem de ser escolha dos sócios e, depois, ter o seu percurso. O pior que podia ocorrer a quem me suceder era eu estar a dar conselhos. O que desejo é que coloque o FC Porto acima de tudo e todos e conduza pela sua cabeça e das suas pessoas. A partir daí desejo é vir ao futebol em paz e não ter posição nenhum».

Faz 12 dias, Benavente sagrou se campeão de o mundo de Fórmula 2 » Não me assombrou o Lito Vidigal declarar a os jogadores para se atirarem para o chão » litava Vidigal explicava expulsão frente a o FC Porto : » podiam declarar o que desejarem, em o domingo 04 de outubro…»O público estava de volta aos estádios da I Liga: veja as imagensLiga Portugal era embaixadora da aplicação «Stayaway Covid»Tyrell Malacia, lateral-esquerdo do Feyenoord, voltou a ser associado ao FC Porto, que teria que perder Alex Telles para o Manchester United. Veja-o em ação.[Vídeo via Youtube]

Vidigal é um bairro da Zona Sul do município do Rio de Janeiro, no Brasil.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal, Saudi Arabia

Cities: Porto, Portimao

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Triunfo no Dragão? Temo que encarar este jogo com ainda mais humildade»
>>>>>Pinto da Costa fala sobre a sucessão: Rui Moreira, Villas-Boas e ainda Baía – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 17 45 NONE 16 (tacit) eu: 14, eu: 1, me: 1
2 nós 130 0 NONE 11 (tacit) nós: 5, nos: 2, nós: 2, Nós: 2
3 o FC_Porto 0 0 PLACE 8 o (referent: o FC_Porto): 1, o FC_Porto: 7
4 Vidigal 40 0 PERSON 6 Vidigal: 4, (tacit) ele/ela (referent: Vidigal): 2
5 da Pinto Costa 160 0 PERSON 5 (tacit) ele/ela (referent: Pinto_da_Costa): 4, Pinto_da_Costa: 1
6 Marítimo 0 0 ORGANIZATION 5 Marítimo: 1, o Marítimo: 4
7 sócios 0 0 NONE 4 os sócios: 4
8 Rui Moreira 0 60 PERSON 3 Moreira: 1, (tacit) ele/ela (referent: Moreira): 2
9 vencer 240 0 NONE 3 vencer: 3
10 características 120 0 NONE 3 qualidade: 1, essas características: 1, sua qualidade: 1