Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Bandeira de Tondela

O treinador do Tondela declara que a equipa é capaz de vencer o Gil Vicente na quarta jornada.O treinador Pako Ayestarán atestou hoje a habilidade do Tondela para vencer no terreno do Gil Vicente, no sábado, em jogo da quarta jornada da I Liga.Pako Ayestarán assumiu: «O importante é dar o rendimento adaptado no dia e esperamos provar amanhã [no sábado] o rendimento adaptado, porque estamos capacitados para o fazer, porque vejo os jogadores a evoluir de dia para dia, individualmente e em equipa».Na antevisão ao jogo da quarta ronda, marcado para o Estádio Cidade de Barcelos, às 15:30, o técnico ede Espanhaaalegouque as duas semanas de interrupção do campeonato, para jogos das seleções, «correram muito bem».»Tivemos alguns jogadores com compromissos com as suas seleções, mas isso não afetou o nosso plano de trabalho e fizemos um jogo frente ao Vitória de Guimarães porque sabemos da importância de manter o ritmo do jogo e foi uma boa oportunidade para alguns jogadores que tinham menos minutos», contou.Pako Ayestarán explicou que só o argelino Abdel Medioub retornou com queixas nas costas, «de todos os jogadores que voltaram das seleções.Faz 12 dias, apesar de terem menos um jogo, o técnico de Espanhade Espanha elogiou o próximo oponente, destacando que os minhotos ainda não padeceram qualquer golo em o campeonato, devido a o deferimento de a visita a o Sporting, de a primeira jornada.»Sabemos que jogamos com uma equipa que ainda não perdeu e que está num grande momento. Tem uma linha defensiva adaptada e em transição é bastante complicado, então nós temos de tentar impor o nosso jogo, sermos nós próprios», assumiu.Pako Ayestarán informou que «a competição não dá trégua» e, neste sentido, admitiu que o Tondela tem de «evoluir mais rápido e ser capaz de competir» para «conseguir um bom resultado» e a primeira triunfo nesta época.O Tondela, 17.º e penúltimo classificado, com um ponto, visita o Gil Vicente no sábado, a partir das 15:30, num encontro que vai ser arbitrado por Miguel Nogueira, da associação de Lisboa. O Gil Vicente é nono com quatro pontos.

Rui Almeida, treinador do Gil Vicente, fez a antevisão do duelo com o Tondela.Rui Almeida assumiu esta sexta-feira que o jogo com o Tondela, da quarta jornada da I Liga, no sábado, é daqueles em que a equipa deve «fazer tudo» para vencer. Rui Almeida é o treinador do Gil Vicente.Após uma vitória na receção Portimonense e um nulo no reduto do Santa Clara nos dois primeiros desafios oficiais da época, o técnico assumiu que a formação gilista tem a «responsabilidade de ganhar em casa» aos beirões, ainda que ciente dos «obstáculos» que encontrará.»Este jogo, como muitos que existirão em casa, é um daqueles em que desejamo fazer tudo para conservar os três pontos em Barcelos. Entraremos fortes, conscientes do obstáculo do jogo. É um oponente com objetivos bastante próximos dos nossos [continuidade na I Liga], mas chegaremos ao jogo sabendo o que devemo fazer ganhar os três pontos», alegou, na conferência de antevisão ao desafio que se realiza às 15h30 de sábado.Rui Almeida declarou ainda conhecer a «característica individual e coletiva» do Tondela, tendo-se mostrado convicto de que a equipa treinada por Pako Ayestarán aparecerá em Barcelos com «toda a pretensão» de, pelo menos, pontuar, mas advertiu que a sua maior preocupação é o Gil Vicente e a sua habilidade para «instituir problemas e mal-estar ao oponente».Os minhotos adicionaram até agora quatro pontos no campeonato, sem qualquer golo padecido, mas o treinador, de 51 anos, lembrou que os objetivos para cada jogo não são exclusivamente defensivos e prometeu um Gil Vicente a tentar marcar, no sábado.»O objetivo é tirar os três pontos do jogo. Não passa por nosso objetivo não padecer golos. A nossa marca será tentar marcar sempre, mas coordenados e disciplinados, com muito pretensão», destacou.Os homens de Barcelos vão retornar à competição após uma paragem de duas semanas que, para Rui Almeida, serviu para «consolidar processos» num plantel de «qcaracterística, que se deparou com «algumas interrupções» no trabalho frostitoaos casos de covid-19 – 18 elementos do clube infetados, em setembro – e precisa de competir mais.»Os jogos vão-nos trazendo obstáculos que estamos cá para resolver. Estamos num período de crescimento. Temos dois jogos oficiais, fizemos três de preparação e um ‘meio jogo’ de preparação [derrota por 1-0, com o Braga]. Temos bastante pouca competição. Desejamo consolidar [processos], competir e ganhar. Desejamo fazer o três em um, já amanhã [sábado]», observou.Questionado ainda sobre a integração dos 15 reforços para esta época, o timoneiro gilista destacou que se recebeu os novos jogadores foram bem recebidos em o plantel e têm assimilado «novas concepções e maneiras de estar em campo».O Gil Vicente, nono classificado da I Liga, com quatro pontos, recebe o Tondela, 17.º e penúltimo da tabela, com um, em jogo da terceira jornada, agendado para as 15h30, no Estádio Cidade de Barcelos, com arbitragem de Miguel Nogueira, da Associação de Futebol de Lisboa.

Na sábado 03 de outubro Reação do treinador do Braga após a goleada em Tondela, por 4-0.Duas derrotas depois, o Braga celebrou, com «muito mérito», um triunfo farto na I Liga, em Tondela. «A grande diferença esteve na efetividade», analisou Carlos Carvalhal, e recordou que «o jogo não foi bastante diferente» do da ronda anterior, com o Santa Clara, em que teve um golo «mal invalidado».Este sábado, foi quase tudo perfeito, um «jogo bem conseguido, com golos» e a baliza a zero. O treinador, porque «isso significava que há equilíbrio»: «O Braga era uma equipa ofensiva, jogava praticamente com quatro avançados no onze inicial admitiu: «Era bastante importante para não padecermo golos», mas era equilibrada. Os meus jogadores foram inexcedíveis, estavam determinados a ganhar», rendeu-se, preparado para os últimos dias do mercado de verão, que concluía e prometia saídas.

Tondela é uma cidade de Portugal do distrito de Viseu, situada na província da Beira Alta, região do Centro e sub-região Viseu Dão-Lafões, com cerca de 4 500 moradores É a quarta maior cidade do distrito de Viseu, atrás de Viseu, Lamego e Mangualde.

Considera-se Gil Vicente o primeiro grande dramaturgo de Portugal, além de poeta de prestígio.

Fonte: ojogo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Lisbon

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>»Vejo os jogadores a evoluir de dia para dia, individualmente e em equipa»
>>>>>Treinador do Gil Vicente frisa: «Vamos enfrentar um adversário com objetivos semelhantes» – (ojogo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 197 0 NONE 18 nos: 1, (tacit) nós: 17
2 Tondela 0 0 ORGANIZATION 10 O Tondela 17: 1, o Tondela: 5, Tondela: 3, o Tondela de a quarta jornada de a I_Liga: 1
3 equipa 270 80 NONE 7 uma equipa: 2, equipa: 1, uma equipa ofensiva: 1, a equipa treinada: 1, a equipa: 2
4 Pako Ayestarán 0 36 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Pako_Ayestarán): 2, Pako_Ayestarán: 4, O treinador Pako_Ayestarán: 1
5 jogadores 80 0 NONE 6 meus jogadores: 1, todos os jogadores: 2, alguns jogadores: 1, os jogadores: 1, os novos jogadores: 1
6 jogo 0 0 NONE 6 o jogo: 3, Este jogo: 1, um jogo: 1, jogo: 1
7 Rui Almeida 0 120 PERSON 5 Almeida: 2, (tacit) ele/ela (referent: Almeida): 2, Rui_Almeida (apposition: O treinador de o Gil_Vicente): 1
8 dificuldades 30 160 NONE 4 dificuldades: 2, as dificuldades: 2
9 Gil Vicente 0 0 ORGANIZATION 4 o Gil_Vicente (apposition: nono): 1, o Gil_Vicente: 1, (tacit) ele/ela (referent: o Gil_Vicente): 1, O Gil_Vicente nono classificado de a I_Liga: 1
10 golo 0 75 NONE 3 um golo: 1, qualquer golo sofrido: 1, qualquer golo: 1