Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hélio Negão e Jair Bolsonaro

Faz 4 dias, em o primeiro acontecimento público após os atos antidemocráticos e o recuo em as críticas a o Supremo Tribunal Federal, o presidente Jair Bolsonaro, que pregou a pacificação e o diálogo, divergindo de o tom belicoso de os atos de 7 de Setembro, conservou o tom mais cuidadoso visto em a carta que escreveu com o ex-presidente Michel Temer.o O presidente alegou neste sábado que “não tem Poder vitorioso”, em breve discurso, de menos de oito minutos, na exibição agropecuária Expointer, em Esteio, no Rio Grande do Sul.

– Parte dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro presentes aos atos de 7 de setembro, em Brasília, está defendendo medidas antidemocráticas. Com faixas e cartazes, eles pedem intervenção militar no Legislativo e no Congresso. Um dos principais alvos dos protestos é o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, relator de investigações como o que apura a existência de uma milícia digital especializada em disseminação de notícias falsas, no qual Boslsonaro figura como investigado. Do alto de um carro de som, alguns manifestantes se revezavam em um microfone e pediam a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal . «O Supremo pertence ao povo! O povo que mencionou essas pessoas. E as pessoas não estão contentes», berrou um dos apoiaodres do presidente. Na Esplanada, ao lado do Ministério da Justiça, homens vestidos com roupa camuflada perfilavam para os aplausos de apoiadores de Bolsonaro. Eles cantavam passeatas e se declaravam da «brigada voluntária de Brasil». Com panfletos, incentivavam os passantes a formar uma força paramilitar.

Na quinta-feira 02 de setembro — A cinco dias dos atos programados para o 7 de Setembro, o presidente Jair Bolsonaro alegou que não era preciso se inquietar com as manifestações calculadas e que o desejo dele era buscar a paz. Mas voltou a ser provocativo e irônico com os ministros do Supremo Tribunal Federal e os convidou, junto com outros integrantes das cortes superiores, se quererem, a subir no caminhão de som na próxima terça-feira. — O Brasil estava em paz. faltava uma ou outra autoridade ter a humildade de reconhecer que extrapolou. E trazer a paz. Faz 4 dias, ninguém precisava temer. estaria aqui na Esplanada, utilizaria o vocábulo e utilizaria o carro de som na Paulista, que tinha que ter dois milhões de pessoas. Como declarou o ministro Fux hoje: ‘se não houver respeito à Constituição’, não podia haver democracia. Parabéns ministro Fux. era o que eu desejava também — alegou Bolsonaro, em discurso numa solenidade no Palácio do Planalto na tarde desta quinta-feira. Leia mais: Segunda mulher de Bolsonaro e ex-assessores de Carlos Bolsonaro também foram alvo de quebras de sigilo O presidente ainda que não estava coordenando nada para o dia 7, alegou e que só estava sendo convidado, e convidou as autoridades do Judiciário a acompanhá-lo no ato. — Quem desejar subir no carro de som, e ver um ou dois milhões de pessoas, e eu garantia esse vocábulo, se desejar fazer utilização do vocábulo. Não teríamos outro grito de independência. Já éramo independentes. Bolsonaro alegou que os atos serão demonstração da democracia, num «oceano verde e amarelo». — Uma boa imagem valia mais que um milhão de vocábulos. E mostrar para vocês o que essas pessoas estavam pedindo. estavam pedindo o óbvio, o que temos o dever de fazer. Por que um ou dois não desejavam fazer? Que poder eles têm? A caneta, como uma arma, podia ser utilizada para bem ou para o mal.

Jair Messias Bolsonaro é um capitão reformado, político e atual presidente brasileiro.

— Não é para declarar se este ou aquele Poder saiu vitorioso, o triunfo deve ser de vocês — declarou o presidente durante discurso.

— Não podemos fazer as coisas a velocidade que muitos desejam, a gente vai pouco a pouco redirecionando o futuro do nosso país. Temos Três Poderes que têm que ser respeitado e buscar sempre a melhor forma de nos compreendemo para que o produto de nosso trabalho seja estendido aos seus 210 milhões de moradores.

No acontecimento, declarou que, pouco a pouco, o país está mudando e o «verde e amarelo»está trocando outras cores. Bolsonaro estava vestindo uma jaqueta amarela com o emblema do Banco do Brasil.

Na sua vez, — Muitos de vocês sentiram o peso da ditadura. Alguns governadores e prefeitos simplesmente ignoraram preceitos constitucionais. Muitos se os obrigou a ficar em casa. Vocês perderam o direito de ir e vir, ao trabalho. Imagine um desses ocupando a minha cadeira o que imporia à população — ddeclarouBolsonaro.Brasília sitiada por apoiadores de Bolsonaro

— Faz 4 dias, eu fui somente um em a multidão, em o dia 7 de setembro. Tive a chance do vocábulo por duas vezes e senti o calor da nossa população, senti os reais motivos pelos quais esse povo foi as ruas. Foi em primeiro lugar foi para realmente declarar que não aceita retrocesso — alegou.

Bolsonaro, contudo, voltou a falar de um julgamento do Supremo Tribunal Federal : alegou que não se pode permitir que as demarcações indígenas continuem de áreas que não eram ocupadas por estas populações antes da Constituição de 1988, o chamado marco temporal, pois declarou que esse entendimento do ministros Edson Fachin «acabaria com a agronegócio».

Foi advogado, professor titular de direito civil da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná e desde 16 de junho de 2015 é ministro do Supremo Tribunal Federal .

Se aplaudiu o presidente foi mais aplaudido em o momento em que » reciclou » discurso antigo e alegou que jamais defendeu medidas como lockdown ou toque de recolher em a pandemia. Declarou mais uma vez que até a Organização Mundial de Saúde , «que errou bastante», aprovou sua proposta de conservar as atividades econômicas abertas. Essa contestou-se sua interpretação de os parâmetros de a OMS já inclusive por integrantes de o organismo internacional.

Na quinta-feira, na retratação feita após chamar o ministro Alexandre de Moraes de “canalha” e declarar que não satisfaria mais suas resoluções, o presidente alegou que as ameaças ao Supremo foram feitas no “calor do momento”, que jamais teve “intenção de atacar” outros Poderes e que Moraes tem características como “jurista e professor”. Em sua live semanal, conservou o tom ameno que desagradou parte de seus seguidores.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Rio Grande

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bolsonaro alega que não se pode falar em Poder vitorioso após atos de 7 Setembro
>>>>>Atos pró-Bolsonaro têm discursos antidemocráticos – September 07, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Investigado, Bolsonaro rebate Fux e diz que ‘ninguém precisa temer’ manifestações – September 02, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Delegado diz que inquérito iria apurar se Bolsonaro interferiu em investigações da PF contra Ricardo Salles – September 01, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Investigado, Bolsonaro afirma que Moraes aguarda momento para ‘aplicar uma sanção restritiva’ – August 30, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>STF julga em setembro ação de Bolsonaro contra bloqueio de perfis de apoiadores nas redes sociais – August 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Fachin arquiva pedido de Bolsonaro para proibir STF de abrir inquérito sem aval do MP – August 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Aliados dizem a Bolsonaro que argumentos para impeachment de Barroso são mais frágeis que os contra Moraes – August 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Defesa de Flávio Bolsonaro pede que STF adie julgamento sobre foro no caso das ‘rachadinhas’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>‘Temos um presidente que não deseja nem provoca ruptura. Mas tudo tem um limite’, diz Bolsonaro – August 28, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro ironiza acusações de conspiração: ‘Estou conspirando para que cumpram a Constituição’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Alvo de pedido de impeachment por Bolsonaro, Moraes diz que trabalho continuará ‘sempre como foi’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Pesquisadora vê Bolsonaro apostar ‘todas as fichas’ em atos e crê em relação ‘frágil’ com a direita – September 03, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Defesa recomenda que Bolsonaro vete projeto do Congresso e mantenha em vigor Lei de Segurança Nacional – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>PF intima Zambelli a depor em inquérito sobre atos antidemocráticos no 7 de setembro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Investigado, Bolsonaro volta a falar em ultimato para ‘Praça dos Três Poderes’ – September 07, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Bolsonaro defende ‘enquadrar’ ministros do STF e volta a falar em ‘ruptura’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Apoiadores de Bolsonaro furam bloqueio e invadem Esplanada dos Ministérios – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Em ameaça golpista, Bolsonaro ataca o STF e pressiona Fux: ‘Esse Poder pode sofrer aquilo que não queremos’ – September 07, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jair Bolsonaro 0 0 PERSON 16 (tacit) ele/ela (referent: o presidente Jair_Bolsonaro): 1, Bolsonaro: 5, o presidente Jair_Bolsonaro: 3, (tacit) ele/ela (referent: Bolsonaro): 7
2 eu 65 60 NONE 9 (tacit) eu: 6, eu: 3
3 nós 0 20 NONE 7 nos: 1, (tacit) nós: 6
4 vocês 80 0 NONE 6 vocês: 3, Vocês: 1, (tacit) vocês: 2
5 presidente 50 0 NONE 5 o presidente: 2, O presidente: 1, presidente: 2
6 o presidente 15 0 NONE 5 (tacit) ele/ela (referent: O presidente): 5
7 atos 0 0 NONE 5 os atos: 2, os atos programados: 1, os atos antidemocráticos: 1, os atos serão: 1
8 tom 185 15 NONE 4 o tom mais cauteloso visto: 1, o tom belicoso: 1, o tom ameno: 2
9 Supremo 0 0 ORGANIZATION 4 O Supremo: 1, (tacit) ele/ela (referent: O Supremo): 2, o Supremo: 1
10 discurso 0 0 NONE 4 discurso: 3, discurso antigo: 1