Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro, que criticou o Ministério Público do Rio de Janeiro, que declarou ser “uma celebração”, alegou nesta quarta-feira que “não entrará no mérito” da prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella , e que não vê problema nenhum em tê-lo apoiado na últimavotaçãoo, na qual o aliado saiu derrotado., e acusou os membros da instituição de “jamais” terem apurado nada. Faz 1 mês, o MP-RJ delatou um de os filhos de o presidente, o senador Flávio Bolsonaro, por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro, em novembro.

Jair Messias Bolsonaro é um capitão reformado, político e atual presidente brasileiro.

Durante conversa com apoiadores em São Francisco do Sul, onde o presidente conclui hoje um curto fase de férias, Bolsonaro também voltou a agredi o jornalismo. Segundo ele, os meios de comunicação estão “o tempo todo perseguindo quem está ao seu lado”.

— Prenderam o Crivella no Rio, não entrarei no mérito, mas já vincularam a mim, porque eu apoiei o Crivella. Sim, apoiei. O MP do Rio é uma celebração lá, jamais apuraram nada, mas politicamente sempre apuram alguma coisa — disse Bolsonaro na conversa.

Depois, cogitou: «Penso que toda prisão tem que ser consequência do devido processo legal. Muita coisa nublada.»— Eu estou contente? Eu estou cumprido em ver mais um «mito» sendo desmoralizado? Ver mais um falso profeta ser desmoralizado? O que eu vou declarar para vocês? — comentou em conversa com seguidores.»Sou inocente e não sei o que está acontecendo. Isso é perseguição política», declarou ele a jornalistas, «Recordem que combati contra empreiteiras, contra pedágio ilegal e injusto, tirei recursos do Carnaval, negociei VLT. Fui o governo que mais combateu contra a corrupção no Rio de Janeiro. Desejo justiça!», adicionou.»Sou inocente e não sei o que está acontecendo. Isso é perseguição política», declarou ele a jornalistas, «Recordem que combati contra empreiteiras, contra pedágio ilegal e injusto, tirei recursos do Carnaval, negociei VLT. Fui o governo que mais combateu contra a corrupção no Rio de Janeiro. Desejo justiça!», adicionou.

Na terça-feira 15 de dezembro o prefeito eleito Eduardo Paes alegou que a conversa de cerca de uma hora com o presidente Jair Bolsonaro teve um tom amigável. Faz 8 dias, os dois foram reunidos pela primeira vez de esta terça-feira, dia 15, em Brasília, depois de a votação. Paes esperava conservar uma boa relação com o governo federal a fim de conquistar investimentos para a cidade, como o protagonismo de concluir a obra do BRT Transbrasil, já calculado para a conversa. O enfrentamento à Covid-19 no município também fez parte da agenda.

O presidente voltou a defender o voto impresso no Brasil ao comentar o suporte a Crivella, no Rio, e a Celso Russomano, em São Paulo.

— Eu apoiei o Crivella, não nego. Apoiei o Russomano em São Paulo. Não tenho problema nenhum, faz parte do jogo. Mas não desejamo perder em 22 sem o voto impresso – declarou.

Bolsonaro está desde o último sábado de férias no litoral catarinense, mas, como mostrou o GLOBO, ele também tem aproveitado para costurar coalizão no Estado pensando na sua reeleição. Após passeios para pescar, mergulhar, caminhar de moto e de jetski, o presidente regressa na tarde desta quarta a Brasília.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo, Brasilia

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Bolsonaro declara que não entrará no mérito de prisão de Crivella e critica MP do Rio
>>>>>Oposição vê prisão de Crivella como derrota de Bolsonaro; veja repercussão – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Crivella é preso no Rio acusado de corrupção – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Crivella é preso no Rio suspeito de corrupção – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 562 60 NONE 27 (tacit) eu: 21, eu: 2, mim: 1, Eu: 3
2 Jair Bolsonaro 0 0 PERSON 11 (tacit) ele/ela (referent: O presidente Jair_Bolsonaro): 1, O presidente Jair_Bolsonaro: 3, ele (referent: Bolsonaro): 1, (tacit) ele/ela (referent: Bolsonaro): 1, Bolsonaro: 3, o senador Flávio_Bolsonaro: 1, o presidente Jair_Bolsonaro: 1
3 conversa 70 0 NONE 5 a conversa: 3, conversa: 2
4 governo 0 0 NONE 4 o governo: 4
5 jornalistas 0 0 NONE 4 jornalistas: 4
6 Crivella 120 0 ORGANIZATION 3 o Crivella: 3
7 justiça 0 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: justiça): 3
8 o Rio 0 0 PLACE 3 o Rio: 3
9 presidente 0 0 NONE 3 o presidente: 2, O presidente: 1
10 pedágio 0 320 NONE 2 pedágio ilegal e injusto: 2