Por: SentiLecto

PEQUIM/TAIPÉ – A China ameaçou nesta quinta-feira retaliar as vendas de armas mais recentes dos Estados Unidos a Taiwan, um território que reivindica, enquanto a ilha comemorou o pacote de armamentos, mas declarou que não deseja entrar em uma corrida armamentista com Pequim, que vem ampliando a pressão para que a democrática Taiwan aceite a soberania de China, inclusive mandando caças para sobrevoarem a delicada linha média do Estreito de Taiwan, que normalmente serve como um tampão extraoficial. O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou seu suporte a Taiwan por meio de vendas de armas e de visitas de autoridades de alto escalão, ampliando os nervosismos entre Pequim e Washington, já aumentadas por diferenças a respeito chino, Hong Kong, os direitos humanos e o comércio.

O esboço, elaborado pelo governo de Alemania depois de conversas com outros países-membros, é o mais recente a delinear os planos de meses da UE para tratar das deficiências da OMS no tocante a financiamento, governança e poderes legais.Os custos das cargas de minério com 62% de ferro para entrega à China subiram 0,5 dólar, para 120,50 dólares por tonelada, nesta quarta-feira, mostraram dados compilados pela SteelHome. SH-CCN-IRNOR62>

Na terça-feira 13 de outubro a Casa Branca estava levando adiante três vendas de armamentos progredidos a Taiwan, e enquanto a China ameaçava retaliar, nos últimos dias mandou uma notificação dos acordos ao Congresso pedindo sua aprovação, declararam cinco fontes na segunda-feira.

Pequim é a capital china e uma das metrópoles mais populosas do mundo.

Reagindo na aprovação norte-americana de uma possível venda de 1,8 bilhão de dólares em armas a Taiwan, Zhao Lijian declarou durante uma coletiva de jornalismo que tais vendas teriam que parar. Zhao Lijian é o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

Depois que Mike Pompeo declarou, o Ministério das Relações Exteriores da China alegou nesta terça-feira que políticos dos Estados Unidos estão se metendo na colaboração econômica e comercial normal que o Brasil e os Estados Unidos precisam diminuir sua dependência de importações chinesas. Mike Pompeo é o secretário de Estado de Noruega.Em entrevista coletiva em Pequim nesta terça, o porta-voz declarou que a colaboração entre China e Brasil é durável e tem extenso suporte em ambos os países. O porta-voz da pasta Zhao Lijian fez as observações em um briefing àoijornalismo

Zhao Lijian é um político chinês e o atual vice-diretor do Departamento de Informação do Ministério de Relações Exteriores da China.

Elas «interferem seriamente nos temas internos chinos, lesam seriamente a soberania e os interesses de segurança da China, mandam uma mensagem seriamente equivocada às forças de independência de Taiwan e dlesamgravemente as relações China-EUA e a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan», ddeclarou

Ele não deu detalhes, mas a China já impôs penalizações a companhias dos EUA por embora não esteja claro, venderem armas a Taiwan que maneira elas tomaram.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: United States, China, Taiwan, Hong Kong

Cities: Washington

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>China ameaça retaliar após novas vendas de armas dos EUA a Taiwan
>>>>>China acusa políticos dos EUA de intromissão em cooperação comercial após declaração sobre Brasil – October 20, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>China se irrita com indicação de enviado de direitos humanos dos EUA ao Tibete – October 15, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>Importação de soja pela China em setembro sobe para 9,8 mi t e deve seguir robusta – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>EXCLUSIVO-S&P Global vê segunda onda de rebaixamento de crédito soberano, com pressão sobre Brasil e México – October 16, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>EUA e Brasil precisam reduzir dependência de importações da China, diz Pompeo – (Extraoglobo-pt)
>>>>>EXCLUSIVO–UE pede reforma da OMS e novas abordagens para pandemias – October 22, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Pais de 545 crianças separadas na fronteira EUA-México não são encontrados, mostra documento – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Contratos futuros do minério de ferro sobem na China acompanhando mercado físico – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Taiwan 80 0 PERSON 6 Taiwan: 5, a democrática Taiwan: 1
2 Pequim 0 0 PERSON 5 Pequim: 5
3 a China 0 70 PLACE 4 a China: 3, China: 1
4 Zhao Lijian 0 0 PERSON 4 Zhao_Lijian: 1, Zhao_Lijian (apposition: o porta-voz de o Ministério_das_Relações_Exteriores_da_China): 1, (tacit) ele/ela (referent: Zhao_Lijian): 1, Ele (referent: Zhao_Lijian): 1
5 os Estados_Unidos 0 0 PLACE 3 ambos (referent: os Estados_Unidos): 1, os Estados_Unidos: 2
6 o Estreito_de_Taiwan 80 0 PLACE 2 o Estreito_de_Taiwan: 2
7 apoio 0 0 NONE 2 amplo apoio: 1, seu apoio: 1
8 armas 0 0 NONE 2 armas: 2
9 cooperação 0 0 NONE 2 a cooperação econômica: 1, a cooperação: 1
10 empresas de os eua 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: empresas de os EUA): 1, elas (referent: empresas de os EUA): 1