Por: SentiLecto

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro vai realizar, a partir desta segunda-feira, o sequenciamento genômico de amostras de todas as pessoas vindas de outros países que exibirem sintomas de Covid-19. A medida visa a rastrear uma eventual chegada da variante Ômicron do coronavírus, que tem um número aumentado de mutações e, por isso, pode fugir à proteção cchecadapelas vacinas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde .

Quando você tem que tomar sua próxima dose no Rio, quiz da vacina: descubra

A utilização de outra vacina na reforço de quem tomou Janssen é um esquema reconhecido pelo próprio fabricante. No Rio, a dose heteróloga vai ser necessariamente de Pfizer. O esquema adotado pela prefeitura tem o objetivo de dar fim à incerteza dos milhares de pessoas que tomaram a vacina da Janssen e, duando tomariam o reforço., evido a uma discordância entre o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária sobre o ciclo vacinal do imunizante, não sabiam q em apsuporte Comissão Especial de Carnaval da Câmara dos Vereadores, Roberto Medronho, professor titular de Epidemiologia da UFRJ, e Hermano Castro emitiram um relatório que sugere cinco condições para o evento das celebrações. Hermano Castro é ex-diretor da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz . Na visão da Defensoria e do MP, elas ainda não foram completamente atendidas.

No domingo 21 de novembro pela primeira vez desde o começo da pandemia, há cerca de um ano e meio, a cidade do Rio de Janeiro não registrou nenhuma morte por covid-19 neste último sábado, dia 20. Neste mesmo dia, a pasta também não teve nenhuma internação pela enfermidade nas clínicas municipais. Se compartilhou a notícia em as redes sociais de a Secretaria municipal de Saúde do Rio de este domingo. Na postagem, o fato era creditado à adesão dos cariocas à vacinação. O texto realçava: » era real: vacinas resgatavam vidas!».

Faz 10 meses, identificou se nenhum caso suspeito de a nova cepa em o Rio de Janeiro. Segundo o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, todos os municípios do estado vão receber nesta segunda-feira a orientação de monitorar viajantes que venham a procurar atendimento na rede de saúde com sintomas de Covid-19. Ele vai ter sua amostra colhida, se algum paciente com esse perfil for identificado e mandada para a Rede Corona-Ômica, estudo responsável pela maior parte das análises de sequenciamento genético do SARS-Cov-2 no Rio.

«Com a proximidade das celebrações de fim de ano e do carnaval, é de extremo protagonismo e urgência que a política de fronteira seja revista, já que a velocidade da disseminação do SARS-CoV-2 depende de resoluções rápidas e da habilidade de escolha governamental sobre as medidas mais adaptadas de controle», completa o comunicado.

Chieppe informa que esse material terá prioridade na fila de análises da pesquisa, que paralelamente emite, a cada quinze dias, um relatório de sequenciamento genômico de todo o estado. Os resultados vão sair em até sete dias, de acordo com o secretário.

— A nossa busca ocorrerá pela rede de saúde. Se vai testar qualquer pessoa com sintomas vindo de fora que tenha qualquer pessoa com sintomas vindo de fora — declara Chieppe. — O Ministério da Saúde já definiu quais voos estão impossibilitados de vir para o Brasil. No Rio, vamo fazer o monitoramento genético.

O surgimento da cepa somou um novo elemento àoddebatesobre o réveillon e o carnaval de 2022, cujas comemorações ainda são incertas em várias partes do país. Nesta segunda-feira, o comitê científico da prefeitura do Rio se reúne para discuti a questão.

Carnaval 2022: após cancelamento de cidades em São Paulo e risco de suspensão da celebração em Salvador, a folia no Rio está ameaçada?

— É uma uma questão da radiografia do tempo. Hoje, a cidade está em bandeira verde. Se na primeira quinzena for ‘ok’, sem dúvida iremos liberar a celebração, que é importante para vários setores, para a nossa economia — alegou o governador.

Também está programado para as próximas semanas um encontro de representantes da Secretaria municipal de Saúde do Rio com o grupo de assessoramento técnico da SES, equivalente ao comitê científico da capital, e com o Conselho das Secretarias municipais de Saúde . Segundo Chieppe, a reunião deve ocorrer nesta sexta-feira ou no começo da semana que vem.

— Aguardaremos o parecer do comitê científico da cidade do Rio para marcar a data da reunião com todo o estado — informa Chieppe.

Ainda que aguarda mais dados sobre a Ômicron para traçar projeções para o seu possível efeito no panorama epidemiológico do Rio, o secretário declara. seu possível efeito no panorama epidemiológico do Rio.

— Ainda existem muitas incertezas sobre essa nova variante. Se ela tem habilidade, não sabemos, por exemplo de se espalhar num país com a taxa de vacinação tão alta como a do Brasil. O que sabemos é que no estado ainda não vimos nada de diferente em relação à Covid-19. Os indicadores estão bastante tranquilos, a taxa de profissão está em 7% — declara.

Em meio ao estado de alerta de diversos países devido da variante da Covid-19 Ômicron, a cidade do Rio estuda aumentar o “passaporte da vacina” para a hospedagem na capital. Membros apoiam a proposta de o Comitê Científico para tentar evitar o turismo de não vacinados em o fim de o ano. Durante a reunião do grupo de experts nesta segunda-feira, a prefeitura mostrou números que provam que a pandemia do coronavírus está em uma situação controlada na cidade. Por isso, na avaliação do grupo, com o atual cenário epidemiológico a execução do réveillon está conservada.

— O ideal seria ter a pré-requisito para o comprovante vacinal no desembarque do país. Mas o governo federal não implementou essa medida ainda. Então seria uma maneira de tentar diminuir o risco de ter um turismo de não vacinados — conta infectologista Alberto Chebabo da Universidade Federal do Rio de Janeiro e membro do Comitê.

— O Rio tem uma das maiores redes de vigilância e sequenciamento do país em relação à Covid-19. Ainda não sabemos qual vai ser realmente o efeito da nova variante, ainda mais em uma população extremamente vacinada como a nossa. Orientamos conservar a vigilância e aguardaremos as evidências científicas sobre a nova cepa — declara Chebabo.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: Brazil

Cities: Sao Paulo, Salvador

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Covid-19: contra variante Ômicron, RJ vai fazer sequenciamento genômico de todos os viajantes estrangeiros que tiverem sintomas
>>>>>Castro diz que revéillon de 2022 será realizado, caso o quadro da Covid-19 na capital se mantenha – November 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Carnaval 2022: após cancelamento de cidades em São Paulo e risco de suspensão da festa em Salvador, a folia no Rio está ameaçada? – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Covid-19: Rio aplica a partir de hoje reforço em pessoas com menos de 60 anos que estão vacinadas há pelo menos 3 meses – November 29, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Surto de gripe: 96% dos internados por Influenza na cidade do Rio são crianças – November 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>’Internações de Covid-19 estão cada vez mais raras no Rio’, celebra secretário municipal – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Rio prevê encerrar aplicação do reforço na população adulta em julho de 2022 – November 22, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Cidades do Rio recebem vacina para a dose de reforço em todos os adultos; calendário da capital deve ser divulgado nesta quinta-feira – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Rio aguarda envio de doses da Janssen para definir datas do reforço de quem tomou dose única – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Tire suas dúvidas sobre a aplicação da dose de reforço na cidade do Rio – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>Com surto de gripe, Rio tem aumento de 37% em casos de síndrome gripal em uma semana – November 28, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>‘Gripe é uma doença que a gente pode evitar’, diz secretário de Saúde do Rio em dia de convocação para vacinação contra Influenza – November 24, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Covid-19: Rio privilegiará ‘mistura de vacinas’ na terceira dose; veja qual imunizante tomar – November 19, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Levantamento mostra queda na idade média dos internados no Rio por Covid-19 após doses de reforço em idosos – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Saiba quais são os sintomas de Influenza, que podem ser confundidos com a Covid-19 – November 23, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Secretários de Saúde do Rio enviam ofício ao governo federal pedindo ‘passaporte da vacina’ no carnaval de 2022 – November 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Carnaval 2022: Saúde do Rio diz ser ótimo cidade receber turistas de São Paulo e outros locais, mas pede responsabilidade com vacinação – November 25, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>Covid-19: MP e Defensoria fazem recomendação para que Rio reveja critérios sanitários para a realização do réveillon e do carnaval – (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 nós 0 0 NONE 9 (tacit) nós: 9
2 o Rio 0 0 PLACE 7 o Rio: 6, O Rio: 1
3 eu 0 0 NONE 5 (tacit) eu: 5
4 Alexandre Chieppe 0 0 PERSON 4 Alexandre_Chieppe: 1, Chieppe: 3
5 o uso de outra vacina em o reforço 200 0 NONE 2 O uso de outra vacina em o reforço: 2
6 festa 180 0 NONE 2 a festa: 2
7 a rede de saúde 160 0 NONE 2 a rede de saúde: 2
8 esquema 100 0 NONE 2 O esquema adotado: 1, um esquema reconhecido: 1
9 Hermano Castro 0 0 PERSON 2 Hermano_Castro (apposition: ex-diretor de a Escola_Nacional_de_Saúde_Pública_da_Fiocruz): 1, (tacit) ele/ela (referent: Hermano_Castro): 1
10 Ministério da Saúde 0 0 ORGANIZATION 2 o Ministério_da_Saúde: 1, O Ministério_da_Saúde: 1