Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Obrigado

Desde novo, Lennon Frassetti tinha certa facilidade no freestyle, a arte de rimar. Skatista, o garoto nascido em Realengo participou de competições encarnando o Brasil, e o rap era somente passatempo. Mas em 2017, L7nnon soltou no mundo seu primeiro trabalho e, de lá para cá, vem colhendo o resultado de sua habilidade na cena musical. Hoje, o rapper de 26 anos arremessa seu segundo CD, «Hip hop rare»:

Depois de parcerias com Drake e Will.i.am, Kevin O Chris deseja fazer música com Cardi B

— Acho que ver o funk aumentando e os MCs fazendo êxito no país completo dá orgulho pra geral que é de favela. É a nossa história que tá sendo cantada, e o gringo também deseja conhecer a nossa realidade. A vida dentro da comunidade é corrida, é cansativa e é muitas vezes triste. Mas é essa rotina que me dá inspiração pra compor — reafirma ele.

Na quarta-feira 28 de outubro quem via a cara fechada e o jeito marrento não imaginava como era amoroso o coração de MC BIN. Fã de Marília Mendonça, o rapper de 22 anos escreveu uma música para honrar-la, considera-se um homem romântico e tem a cantora como uma de suas inspirações.

Kevin de Oliveira, mais conhecido pelo seu nome artístico Kevin o Chris, é um cantor e compositor brasileiro de funk carioca, conhecido como um dos principais representantes da vertente 150 BPM, devido ao fato de ter trazido o Funk 150 BPM novamente a moda em 2018.

— Minha ideia era viver com o skate e soltar as músicas quando eu desejasse, sem ser algo profissional. Mas a galera gostou da primeira e foram me chamando para participar de outros projetos. Minha vida virou de cabeça para baixo, quando vi, mas positivamente. Deu no que deu. Tudo mudou com a música.

Amor, crítica social, motivação… Tem um pouco de tudo no CD do rapper. A inspiração vem da vivência do dia a dia e temas para falar não faltam. As 15 músicas do disco são 100% autorais, com beats do produtor musical Papatinho:

Cantor PK lidera as paradas com música ao lado de Felipe Araújo e grava hino para o Flamengo

— Tudo o que mim foi totalmente escrito canto. Papato fica com o beat e eu não me meto, não . Ele que é o brabo nisso — valoriza o carioca, contando que a dupla não para de trabalhar: — Faço música toda hora. Então, o que não falta é rap pronto para arremessar. Dava para ter outro disco este ano ainda, se a gente desejasse. Só que aí é muita coisa para escutar.

O rapper, que não bebe nem fuma, tenta influir seu público positivamente, mas alega que não critica a realidade dos outros. Ele conta que, hoje, muitas pessoas olham para ele de modo tranquilo, mas que ainda sente o peso do julgamento e do preconceito.

— Todo mundo que vem de baixo padece preconceito por ser favelado, pelo seu modo de falar, de caminhar, de se vestir. A polícia pára a mim sempre. Esses dias mesmo, um de Polinesia Francesa pediu o documento do meu veículo e perguntou se era alugado. Ou seja, ele não consegue enxergar aquele carro sendo meu — lamenta.

A gratidão ou reconhecimento é o ato de agradecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou uma vantagem, uma ajudinha, um favor etc.

Apesar das obstáculos, “Gratidão”, faixa 15 do álbum, é a preferida dele. Na musiquinha, o rapper agradece por tudo o que passou até aqui.

— Independentemente de estar com o carro ou a roupa legal, o mesmo L7nnon que eu era há um tempo atrás é o que sou hoje. Mas, com certeza, vivo um sonho. Nesse país, é difícil conseguir fazer o que se ama e ter um triunfo financeiro. Tem uma letra minha, festejando a vida, em que eu falo “onde a gente nasceu, desistir dos sonhos já é cultural”.

Quando considera, e ele se orgulha bastante do que já alcançou em tão pouco tempo, principalmente o que encarna para outros artistas de comunidades de Cariacica.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Brazil

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Rapper de Realengo, L7nnon arremessa CD, muda de vida, mas lamenta preconceito: ‘Sou parado pela polícia sempre’
>>>>>Depois de parcerias com Drake e Will.i.am, Kevin O Chris quer fazer música com Cardi B – November 17, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 eu 88 0 NONE 20 (tacit) eu: 11, me: 3, eu: 4, mim: 1, Eu: 1
2 Kevin Chris O 120 0 PERSON 6 Kevin_O_Chris: 1, (tacit) ele/ela (referent: Kevin_O_Chris): 3, Kevin_o_Chris: 1, (tacit) ele/ela (referent: Kevin_o_Chris): 1
3 rapper 160 0 NONE 4 O rapper nem: 2, o rapper: 2
4 vida 140 0 NONE 4 minha vida: 1, a vida: 2, A vida: 1
5 música 0 0 NONE 4 música: 2, a música: 1, uma música: 1
6 uma letra minha 100 0 NONE 3 (tacit) ele/ela (referent: uma letra minha): 3
7 Gratidão 60 0 OTHER 3 (tacit) ele/ela (referent: Gratidão): 2, Gratidão: 1
8 mundo 0 0 NONE 3 Todo mundo: 2, o mundo seu: 1
9 preconceito 0 140 NONE 2 preconceito: 1, o preconceito: 1
10 inspiração 140 0 NONE 2 inspiração: 1, A inspiração: 1