Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hélio Negão e Jair Bolsonaro

– Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral tomou duas medidas contra o presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira. Abriu uma investigação administrativa para apurar os ataques sem provas que ele vem fazendo ao sistema eletrônico de eleição, e pediu que ele seja investigado também em uma investigação já aberto no Supremo Tribunal Federal . Na avaliação do TSE, na «live» realizada na última quinta-feira em que prometeu exibi provas de fraudes nas votações, mas não fez, Bolsonaro teve «possível comportamento criminoso». O presidente também vem ameaçando a execução das votações caso o voto impresso não seja implementado. No STF, o inquérito acontecerá no âmbito na investigação das «fake news», governado pelo ministro Alexandre de Moraes no STF. Moraes também é integrante do TSE e declarou na sessão desta segunda-feira, a primeira do semestre após o recesso de julho, que esperará a representação chegar ao STF. O presidente exibiu a proposta de o TSE que também faz parte de o STF. O TSE é o ministro Luís Roberto Barroso. A investigação administrativa foi aberto por sugestão do corregedor do TSE, o ministro Luis Felipe Salomão. Faz 2 meses, ele já havia determinado que Bolsonaro explicasse as denúncias que fez contra as urnas eletrônicas, em junho. O prazo para resposta vence nesta segunda-feira, mas, até agora, Bolsonaro não se demonstrou. Veja também: Em meio a denúncias de Bolsonaro, presidente do STF declara que Corte está atenciosa a ‘ataques de inverdades’ o plenário de o TSE Por a proposta aprovada ela , mandará uma notícia-crime a Moraes, com o link da transmissão ao vivo de Bolsonaro, acontecida na última quinta-feira, «para fins de apuração de possível comportamento criminoso relacionada ao objeto do Inquérito nº 4.781/DF». Esse é o número da investigação as «fake news» no STF.

– O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou nesta sexta-feira que a Polícia Federal recomece os inquéritos da investigação que apura se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na autonomia da Polícia Federal. «Considerada a prorrogação de prazo para o término de a presente investigação, por mais 90 dias, contados a partir do dia 27-7-2021 e a necessidade de execução de diligências pendentes para o prosseguimento de os inquéritos, não a manutenção de a suspensão de a tramitação determinada não é justificada pelo então relator em exercício, Min. MARCO AURÉLIO, em 17/9/2020», declarou o ministro no despacho. Leia mais: Bolsonaro admite não ter provas de fraudes em votações e utiliza vídeos antigos para agredi sistema eleitoral Por isso, Moraes determinou a imediata recomeçada da regular tramitação da investigação, independentemente do julgamento do recurso de Bolsonaro sobre o formato do testemunho que vai prestar à PF — se por escrito ou presencialmente. O julgamento do recurso exibido pela Advocacia-Geral da União, está marcado para o próximo dia 29 de setembro. A AGU defende que o presidente tem a prerrogativa de prestar testemunho por escrito. O antigo relator do caso, ministro Celso de Mello, porém, já havia votado em defesa do testemunho presencial de Bolsonaro. Bolsonaro tem direito a não prestar testemunho, mas resoluções anteriores dos ministros Celso de Mello e Alexandre de Moraes determinaram que, a oitiva deve ser presencial, caso aconteça. Faz 9 meses, caso ele não ocorra por escrito, o presidente alegou a o STF abrir mão de o seu testemunho, em novembro. Moraes assumiu a relatoria do caso após a aposentadoria de Celso de Mello. Faz 1 ano, quando deixou a posição, o ex-ministro de a Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, declarou que Bolsonaro interferiu em a PF a o demitir diretor-geral de a corporação, Mauricio Valeixo, o então mencionado por o ex-ministro, em abril de 2020. O presidente nega ter interferido na Polícia Federal. Reação no Supremo: ‘Pararemos de conversa fiada’, declara Gilmar Mendes sobre proposta de voto impresso O ex-ministro chegou a relatar a conversa que teve com Bolsonaro sobre a demissão do diretor, e declarou que o presidente deixou claro que gostaria de fazer uma interferência política no órgão. — O presidente desejava uma pessoa que ele pudesse ligar, que ele pudesse colher informações de inteligência, e realmente não é o papel da Polícia Federal prestar essas informações — declarou Moro. — O presidente também informou que tinha preocupação com investigações em curso no Supremo Tribunal Federal e que a troca seria oportuna nesse sentido. Também não é uma razão que justifique, pelo contrário até gera preocupação — evidenciou, à época. Em atualizaçãoAs críticas de Bolsonaro às urnas oacontecemem um momento em que ele é alvo da CPI da Covid, está com a popularidade em baixa e atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas. Ele deseja o voto impresso, e ameaça não reconhecer o resultado se perder em 2022 com o sistema atual.— Não é voto impresso pelo voto impresso. É uma maneira de se ter certeza que não haverá manejo. Ou só o Barroso está certo? Alguém acredita no ministro Barroso? — declarou Bolsonaro, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. — Estamos combatendo e temos um limite, é fazer com que as votações sejam limpas e democráticas. Quem deseja votação suja e não democrática é o ministro Barroso. E ele se intitula como não pode ser criticado.

Na segunda-feira 26 de julho — Sem provas, o processo eleitoral no Brasil, o Tribunal Superior Eleitoral planeja progredir em ações envolvendo a chapa do presidente em 2018, enquanto Jair Bolsonaro questionava. A partir da volta do recesso, em agosto, o TSE analisaria as provas compartilhadas pelo Supremo Tribunal Federal oriundas da investigação das fake news. O objetivo era atravessar as informações com as apurações da suposta utilização indevida de meios de comunicação e do suposto abuso de poder econômico em razão de disparos de mensagem em massa. Atualmente, tramitavam no TSE quatro ações eleitorais, conhecidas como Aije , envolvendo a chapa Bolsonaro-Mourão ganhadora em 2018. Elas apuravam desde a suposta utilização fraudulenta de nomes e CPFs de idosos para registrar microchip de celular e garantir disparos em massa aos eleitores à suposta existência de uma “estrutura piramidal de comunicação” para despalhardesinformação.

Jair Messias Bolsonaro é um capitão reformado, político e atual presidente brasileiro.

Mao Tse-tung pela transliteração Wade-Giles, ou Máo Zédōng, pela pinyin.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>TSE abre inquérito sobre ataques de Bolsonaro às urnas e pede ao STF que apure caso noaiinvestigaçãodas fake news
>>>>>Alexandre de Moraes determina que PF retome investigações de inquérito sobre interferência de Bolsonaro – July 30, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Pazuello presta depoimento à PF sobre suposta prevaricação de Bolsonaro no caso Covaxin – July 29, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>À Polícia Federal, Luis Miranda nega ter gravado conversa com Bolsonaro e coloca celular à disposição – July 27, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Líder do Centrão aceita o convite e será novo ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro – July 27, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro confirma convite a Ciro Nogueira e diz que intenção é ‘diálogo melhor’ com Congresso – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Agenda de Ciro Nogueira na Casa Civil inclui aprovação de Mendonça e acordo sobre o fundão – July 23, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro afirma que ‘PP passa a ser uma possibilidade de filiação’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro diz que Mourão ‘atrapalha um pouco’ e indica que não irá escolhê-lo para vice em 2022 – July 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro diz que mandou investigar suposta diferença de preço na CoronaVac – July 22, 2021 (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Rosa Weber determina que PGR opine sobre pedido da PF para Luis Miranda ser investigado com Bolsonaro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Rosa Weber dá 10 dias para que Congresso preste informações sobre aprovação de fundo eleitoral – July 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Cármen Lúcia, do STF, nega pedido para que Lira analisasse impeachment de Bolsonaro – July 21, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>‘Carta branca’ para Moro, Centrão e número de ministérios: relembre as vezes em que Bolsonaro recuou no discurso – July 27, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>Ida de Ciro Nogueira para o Planalto deixa Flávia Arruda ainda mais isolada – July 26, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Ciro Nogueira já chamou Bolsonaro de ‘fascista’ e defendeu Lula – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Bolsonaro afirma que fará ‘pequena mudança ministerial’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>’Extra de R$ 2 bilhões vai ser vetado’, diz Bolsonaro sobre fundo eleitoral – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>>>>>>>>>De alvo de críticas na campanha a aliado do governo: o Centrão e sua relação com Bolsonaro – July 22, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Em dois anos e meio de governo Bolsonaro, Casa Civil pode ter quarto ministro – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Partidos pedem que TSE cobre explicações de Bolsonaro por acusações sem provas contra as urnas eletrônicas – (Extraoglobo-pt)
>>>>>Bolsonaro ataca presidente do TSE por posição contrária ao voto impresso: ‘só o Barroso está certo?’ – August 02, 2021 (EntretenimientoBit)
>>>>>>>>>Bolsonaro volta a provocar presidente do TSE sobre voto impresso: ‘quem trata de Orçamento sou eu’ – (Extraoglobo-pt)
>>>>>>>>>‘Discurso de ‘se eu perder houve fraude’ é discurso de quem não aceita a democracia’, diz Barroso – July 29, 2021 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Jair Bolsonaro 120 154 PERSON 13 Bolsonaro: 9, o presidente Jair_Bolsonaro: 2, Jair_Bolsonaro: 1, (tacit) ela (referent: Bolsonaro): 1
2 eu 3 60 NONE 7 (tacit) eu: 7
3 presidente 0 30 NONE 7 O presidente: 4, o presidente: 3
4 Moraes 0 0 PERSON 7 (tacit) ele/ela (referent: Moraes): 3, Moraes: 4
5 inquérito 80 0 NONE 5 a investigação: 1, as investigações: 1, um inquérito: 1, O inquérito administrativo: 1, um inquérito administrativo: 1
6 STF 0 0 ORGANIZATION 5 o STF: 5
7 TSE 0 0 ORGANIZATION 5 o TSE (apposition: o ministro Luís_Roberto_Barroso): 1, o TSE: 4
8 Barroso 110 0 PERSON 4 (tacit) ele/ela (referent: o ministro Barroso): 2, o ministro Barroso: 2
9 conversa 70 0 NONE 4 a conversa: 2, conversa fiada: 1, conversa: 1
10 voto 30 0 NONE 4 o voto impresso: 3, voto impresso: 1