Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ordabasy Plaza (Shymkent)

Cazaquistão e Rússia pactuaram nesta terça-feira com os países da Opep+ ampliar a produção de petróleo em 75 mil barris por dia , segundo o Ministério da Energia cazaque.

Bin Salman no discurso de abertura da primeira conferência do ano realizada pelos ministros dos 13 membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo , Rússia e nove outros países produtores de petróleo não membros. declarou: «Não há lugar para complacência».

A pasta declarou: «Com base em os acordos alcançados a resolução , tomaram os países membros de a coalizão de conservar o nível atual de diminuição de extração para fevereiro e março de 2021».

Ainda segundo o Ministério, o Cazaquistão e a Rússia vão ter outras condições, como «a ampliação gradual da extração em 10 mil e 65 mil bd, respectivamente». Faz 10 meses, em reunião de o Comitê Conjunto de Monitoramento Ministerial, o Cazaquistão se comprometeu com a Opep+ que realçou os acontecimentos, » sem precedentes » e o efeito de a pandemia de covid-19 sobre a economia e os mercados globais, a produzir 1,427 milhão de barris por dia em fevereiro e março. O ministro da Energia do país centro-asiático, Nurlan Nogayev, alegou que os esforços conjuntos da coalizão Opep+ haviam estabilizado os custos do petróleo bruto no mercado internacional e defendeu que o acordo dava um «impulso positivo» à indústria petrolífera.

O Cazaquistão, oficialmente República do Cazaquistão, é um país transcontinental, localizado na Ásia Central, com uma pequena parte a oeste do rio Ural na Europa.

Em 2 meses, a participação de a Rússia ampliará para 9,184 mbd e 9,249 mbd em março. Isso se deve ao fato de que a Arábia Saudita diminuirá voluntariamente sua cota em 1 mbd durante estes dois meses, para 8,125 mbd em fevereiro e março, anunciou o ministro do Petróleo saudita, Abdelaziz bin Salman. O vice-primeiro ministro de Rusia classificou a resolução Alexandr Novak como » um presente para o mercado petrolífero «.

Na sua vez, Abdulaziz bin Salman pediu nesta segunda-feira para que os parceiros da Opep+ tenham precaução com a ampliação da produção em fevereiro, principalmente devido ao «desenvolvimento imprevisível» da nova variante do coronavírus Sars-CoV-2, causador da covid-19. Abdulaziz bin Salman é o ministro do Petróleo da Arábia Saudita.

A declaração final da reunião ministerial da Opep+ reafirmou «o compromisso ininterrupto» dos países membros com um mercado estável no interesse mútuo dos países produtores, bem como com «o abastecimento eficiente, econômico e seguro aos consumidores e um regresso justo do capital investido»., e elogiou os países membros «por sustentarem os maiores e mais longos ajustes na produção de petróleo bruto da história em resposta a desafios excepcionais e ao mercado.

A coalizão sediou «os altos níveis de conformidade» dos países membros, o que contribuiu «significativamente» para restaurar o equilíbrio e a estabilidade no mercado petrolífero.

«Entre maio e novembro , os países da Opep+ contribuíram para diminuir a oferta mundial em aproximadamente 1,9 bilhão de barris, incluindo ajustes voluntários, e isso foi fundamental para reequilibrar o mercado», declarou a coalizão em comunicado.

Em 1 mês, se vai realizar a próxima reunião de o Comitê Conjunto de Monitoramento Ministerial.

Fonte: EfeGeneric

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Saudi Arabia, Russian Federation

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Cazaquistão e Rússia pactuam com Opep ampliação de 75 mil bd até março
>>>>>Arábia Saudita pede cautela na Opep com variante de coronavírus – January 04, 2021 (EfeGeneric)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Salman 150 0 PERSON 6 (tacit) ele/ela (referent: Salman): 4, Salman: 2
2 Cazaquistão 0 40 ORGANIZATION 4 (tacit) ele/ela (referent: o Cazaquistão): 2, O Cazaquistão: 1, o Cazaquistão: 1
3 mercado 60 0 NONE 4 o mercado: 1, o mercado petrolífero: 1, o mercado internacional: 1, um mercado estável: 1
4 1 mbd 0 0 OTHER 3 8,125 mbd: 1, 9,184 mbd: 1, 1 mbd: 1
5 Opep+ 0 0 ORGANIZATION 3 a Opep+: 3
6 países 50 0 NONE 2 os países membros: 2
7 os países de a opep+ 40 0 NONE 2 os países de a Opep+: 2
8 aliança 0 0 NONE 2 A aliança: 1, a aliança: 1
9 decisão 0 0 NONE 2 A decisão: 1, a decisão: 1
10 esta 0 0 NONE 2 esta: 2