Por: SentiLecto

– Os astronautas norte-americanos Bob Behnken e Doug Hurley, há dois dias em casa depois de uma marcante missão em que foram a primeira equipe da NASA a pilotar um veículo privado à órbita, relataram, nesta terça-feira, a barulhenta viagem pela atmosfera da Terra antes de aterrissarem com segurança no moceano Tocaram a água do Golfo do México, perto da Flórida, no domingo –modo de regresso de viagens espaciais para humanos que havia sido usado pela última vez pela NASA 45 anos atrás– e completaram o primeiro lançamento de astronautas de solo americano em nove anos. Em uma entrevista coletiva no Centro Espacial Johnson da NASA, em Houston, seus primeiras amplos observações públicas desde que voltaram para casa, Behnken, 50, e Hurley, 53, descreveram os tensos momentos finais da jornada de 64 dias. A dupla padeceu tremendas ondas de choque quando a Crew Dragon, veículo em maneira de bolota construído pela SpaceX que os levou à Estação Espacial Internacional, disparou foguetes propulsores para dretardara descida na reentrada e depois perfurou a atmosfera externa. Behnken, a repórteres, sobre os quase 12 minutos em que os propulsores queimaram. declarou: «Ficou viva». «Não parecia uma máquina, parecia um animal chegando pela atmosfera.» À medida em que a cápsula avançou pelos céus, o atrito da atmosfera chamuscou o escudo protetor térmico da Crew Dragon, com temperaturas de 1.927 graus Celsius, desacelerando sua descida para 563 km/h. Naquele momento, o primeiro dos dois jogos de paraquedas foi ativado, diminuindo abruptamente a velocidade da cápsula um pouco mais, o que pareceu «muito com levar um golpe de um taco de beisebol nas costas da cadeira», lembrou Behnken. Declarou: «Foi um grande solavanco». O segundo jogo de paraquedas progressivamente reduziu a velocidade da cápsula para uma queda a 24 km/h antes da aterrissagem na água que concluiu o que Hurley chamou de uma missão «impecável». Minutos depois, equipes de resgate mandadas pela SpaceX, companhia califórnia pelo bilionário Elon Musk, içou a cápsula aa embarcação. Behnken e Hurley voaram de helicóptero até a costa e pegaram um voo privado para Houston. Faz 3 meses, se arremessaram os dois em a Estação Espacial Internacional, embarcando em uma jornada de dois meses para confirmar a cápsula Crew Dragon era segura que para transportar a o espaço. humanosao espaço. Flutuando nas águas logo depois da aterrissagem, esperando as equipes de resgate, Hurley declarou que completaram um último teste da missão: «Passar trotes por ligações por satélite para qualquer um que atendesse». Caso a equipe chegasse do espaço em uma parte imprevista do mar, hurley, com seriedade, explicando que precisavam confirmar que conseguiam entrar em contato com o controle da missão utilizando um telefone por satélite declarou: «Havia uma razão genuína para isso».

Horas antes, ambos se despediram de três colegas que permanecem na estaçao apesar de certa incerteza em razão das condições meteorológicas na Flórida.»E finalmente partiram», tuitou a NASA ao anunciar que Behnken e Hurley haviam deixado a estação após divulgar imagens da capsula se desprendendo sem problemas do aparato no espaço na noite deste sábado. Hurley agradeceu à equipe local e às equipes em terra ajauxiliaram geadministrarua missão.-, quando a cápsula se afastou da estaçãoOs astronautas de America Bob Behnken e Doug Hurley, que foram mandados para a Estação Espacial Internacional na nova cápsula Crew Dragon da SpaceX em maio, desembarcaram neste domingo nas águas do Golfo do México, ao final da primeira missão tripulada da NASA em nove anos. Behnken e Hurley decolaram da estação orbital no sábado e regressaram à Terra, na costa de Pensacola, na Flórida, às 14h28 do horário local, depois de viajar 21 horas a bordo da cápsula «Endeavor». O pouso bem-sucedido foi o último grande teste da astronave de assinatura de Elon Musk para transportar astronautas da Estação Espacial Internacional. «Em nome das equipes da NASA e da SpaceX, damos boas vindas no regresso ao planeta Terra. Obrigado por voar com a SpaceX», declarou a missão de controle da companhia no final da viagem.A cápsula Dragon Endeavour da SpaceX, com os astronautas da Nasa Robert Behnken e Douglas Hurley a bordo, pousou nas águas do Golfo do México neste domingo, após uma viagem de 19 horas saindo da Estação Espacial Internacional .

Na sexta-feira 17 de julho astronautas da Nasa que viajaram para a Estação Espacial Internacional no primeiro voo tripulado da SpaceX em maio deviam regressar à Terra em 2 de agosto, depois de passar dois meses em órbita, ddeclarouum porta-voz da Nasa nesta sexta-feira.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

Countries: United States, Mexico

Cities: Mexico, Houston

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>“Ficou viva”: astronautas relatam viagem para casa na Crew Dragon da SpaceX
>>>>>Astronautas americanos retornam à Terra em missão histórica – August 02, 2020 (Extraoglobo-pt)
>>>>>Astronautas da NASA completam missão no espaço a bordo da cápsula SpaceX – August 02, 2020 (EntretenimientoBit)
>>>>>Nave tripulada Dragon Endeavour volta à Terra e pousa no Golfo do México – August 03, 2020 (EntretenimientoBit)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Hurley 120 0 PERSON 6 Hurley: 5, (tacit) ele/ela (referent: Hurley): 1
2 NASA 0 50 ORGANIZATION 5 a NASA: 2, (tacit) ele/ela (referent: a NASA): 3
3 a Estação_Espacial_Internacional 0 0 PLACE 5 a Estação_Espacial_Internacional: 5
4 Behnken e Hurley 0 0 PERSON 4 (tacit) eles/elas (referent: Behnken e Hurley): 1, Behnken e Hurley: 3
5 SpaceX 0 0 ORGANIZATION 4 a SpaceX: 4
6 Flórida 0 0 PLACE 3 Flórida: 1, a Flórida: 2
7 as equipes 0 0 NONE 3 (tacit) eles/elas (referent: as equipes): 3
8 cápsula 0 0 NONE 3 a cápsula: 3
9 estação 0 0 NONE 3 a estação orbital: 1, a estação: 2
10 o planeta Terra 0 0 PLACE 3 a Terra: 2, o planeta Terra: 1