Por: SentiLecto

– A Eli Lilly and Co declarou nesta quarta-feira que dados provisórios de testes mostraram que seu tratamento experimental de anticorpos reduziu a necessidade de hospitalização e de visitas ao pronto-socorro de pacientes com Covid-19 moderada. O estudo de estágio intermediário da farmacêutica testou três doses diferentes do LY-CoV555, um tratamento de anticorpos concebido para reconhecer e se atrelar ao novo coronavírus, com isso impedindo que a infecção não seja espalhada. Analistas acreditam que os tratamentos de anticorpos podem auxiliar alguns pacientes, já que a distribuição extensa de candidatas a vacina contra o coronavírus deve ser tardada. Muitas companhias, como Regeneron Pharmaceuticals Inc e Vir Biotechnology, também estão testando tratamentos de anticorpos contra a Covid-19. Tais medicamentos são os primeiros a ser instituídos especificamente para lutar a enfermidade provocada pelo coronavírus. Do total de 302 pacientes tratados com três doses diferentes do LY-CoV555, cinco deles, ou 1,7%, tiveram que ser internados ou visitar um pronto-socorro –com o placebo, foram 9 de 150, ou 6%, declarou a Lilly, que não se relatou nenhum conseqüência colateral grave nem mortes no teste. Só a segunda dose de 2.800 miligramas atingiu o principal objetivo do teste, que era diminuir a carga viral detectada em pacientes na comparação com um placebo 11 dias após o tratamento, informou a Lilly. A Lilly declarou que espera publicar os resultados da análise preliminar em um periódico submetido ao crivo da comunidade científica e discuti os próximos passos apropriados com agências reguladoras mundiais. A farmacêutica declarou que o teste em andamento já recrutou 800 pacientes com casos de Covid-19 entre branda e moderada. O estudo também está testando o LY-CoV555 combinada com outro tratamento de anticorpos, o LY-CoV016. Os anticorpos, gerenciar por chazito intravenoso, também estão sendo testados para evitar a Covid-19 em habitantes e funcionários de instalações de cuidados de saúde de longo prazo e para tratar pacientes já hospitalizados por causa da Covid-19. As ações da Lilly subiram 1,3% e chegaram a 152 dólares antes mesmo da abertura do pregão.

– A farmacêutica Eli Lilly and Co declarou nesta segunda-feira que seu remédio para o tratamento de artrite reumatóide Olumiant auxiliou a diminuir o tempo que pacientes hospitalizados com Covid-19 levam para se recuperarem em um estudo clínico. A companhia norte-americana declarou que o medicamento, em combinação com o remdesivir, da Gilead Sciences Inc, satisfez o principal objetivo de encurtar o fase de recuperação quando comparado com a aplicação isolada do remdesivir.

Fonte: Extraoglobo-pt

Sentiment score: POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Lilly declara que medicamento de anticorpos diminui hospitalização de pacientes com Covid-19 moderada
>>>>>Remédio para artrite reumatóide da Eli Lilly ajuda na recuperação de pacientes com Covid-19 – September 14, 2020 (Extraoglobo-pt)

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

Id Entity Positive Negative Named-Entity Total occurrences Occurrences (appearances)
1 Lilly 0 0 ORGANIZATION 4 A Lilly: 1, a Lilly: 3
2 esta 0 0 NONE 4 esta: 4
3 pacientes 180 0 NONE 3 302 pacientes tratados: 1, pacientes hospitalizados: 1, 800 pacientes: 1
4 farmacêutica 70 0 NONE 2 A farmacêutica: 1, a farmacêutica: 1
5 doses 0 0 NONE 2 três doses diferentes de o LY-CoV555: 2
6 estudo 0 0 NONE 2 um estudo clínico: 1, O estudo: 1
7 medicamento 0 0 NONE 2 seu medicamento: 1, Tais remédios: 1
8 os anticorpos 0 0 NONE 2 (tacit) eles/elas (referent: Os anticorpos): 2
9 teste 0 0 NONE 2 o teste: 2
10 nenhum efeito colateral grave nem mortes 0 140 NONE 1 nenhum efeito colateral grave nem mortes: 1